Giro: Temer deve promover mudanças na Previdência 137

Confira esta e outras manchetes desta quinta-feira

Michel Temer deve promover mudanças na Previdência

Divulgação
Divulgação

A colunista Mônica Bergamo, especialista em política, informa que caso assuma a Presidência, Michel Temer (PMDB-SP) deve encaminhar ao Congresso Nacional proposta de mudanças na Previdência que pode prever inclusive o estabelecimento de idade mínima para a aposentadoria. Seria uma das prioridades máximas do governo.

Em clima de divórcio, Dilma disputa avião

Divulgação
Divulgação

De acordo com informações da jornalista Vera Magalhães do site da ‘Revista Veja’, Dilma Rousseff pretende continuar usando os aviões da FAB para viajar por todo o país, mesmo afastada da presidência pelo Senado Federal. A constituição brasileira deixa claro que a líder petista pode continuar usando sua casa oficial, o Palácio do Alvorada, além de seguranças. Nada é falado sobre uso de aviões ou carros oficiais.

Oposição e governo; A dança das cadeiras em Brasília

Alexandre Militão/Photo Arts
Alexandre Militão/Photo Arts

Mais de 310 parlamentares já formam a base de apoio a Michel Temer na Câmara, conforme projeção de aliados do vice-presidente.

308 é o número de votos necessários para aprovar uma proposta de emenda à Constituição (PEC), em votações de dois turnos, instrumento para fazer algumas das reformas emergenciais.

Partidos da base do Governo Temer:
PMDB, PSDB, DEM, PPS, PP, PSD, SD, PTB, PRB, PR, PSC e PV.

Partidos que podem apoiar, mas rachados:
PSB e PDT.

Em cima do muro:
Rede.

Partidos que devem ficar na oposição
PT, PC do B, PSOL.

Copom mantém juros em 14,25% ao ano pela sexta vez seguida

20140520110502inflacao
Getty Images

Pela sexta vez seguida, o Banco Central não mexeu nos juros básicos da economia. O Comitê de Política Monetária manteve por unanimidade a taxa Selic em 14,25% ao ano. A decisão era esperada pelos analistas, que preveem que a taxa permanecerá inalterada até o fim do ano. O Comitê informou que o nível atual de inflação não permite ao Banco Central começar a reduzir os juros básicos agora. A Força Sindical considerou a decisão “extremamente perversa para com os trabalhadores”. Segundo a entidade, ao manter a taxa básica de juros, Copom continua colocando uma trava no desenvolvimento e no crescimento econômico do país.

Neve chega ao Sul do Brasil

Mycchel Hudsonn Legnaghi/São Joaquim Online
Mycchel Hudsonn Legnaghi/São Joaquim Online

Moradores de São Joaquim, na Serra de Santa Catarina, registraram pequenos flocos de neve por volta das 20h de ontem (27), quando a temperatura chegou a -1°C. No Morro da Antena, em Urupema, na mesma região, a temperatura chegou a -2°C até a meia-noite, com uma sensação térmica de -21°C. O fenômeno foi considerado de fraca intensidade, sem acumular gelo nas ruas. De acordo com especialistas, a temperatura amena e a umidade foram favoráveis a formação da neve. Em São José dos Ausentes a temperatura era de -0,2°C, ás 6h.

*Com informações de Folha de São Paulo, Veja, Zero Hora, Agência Brasil e G1.

Oportunidades na Serra Gaúcha chamam atenção de profissionais 4536

Região acompanha crescimento nacional de produtos de vida

O prêmio total nos seguros de vida subiu 10,8% no ano passado e superou, pela primeira vez, o setor automotivo, que registrou alta de 6,7%, de acordo com a Superintendência de Seguros Privados (Susep). Acompanhando o crescimento da arrecadação do seguro de vida em território nacional, determinadas companhias vem crescendo acima da média em pólos econômicos importantes da Região Sul do país.

A superintendente comercial da Mongeral Aegon, Sandra Stefanello Menezes. Foto: Reprodução/Facebook

Com 483.377 de habitantes (IBGE), Caxias do Sul é estratégica para o seguro. A superintendente comercial da Mongeral Aegon, Sandra Stefanello Menezes, conta que percebe um aumento da demanda de produtos de seguro de vida e previdência na cidade. “Entendo que isto é resultado de um amadurecimento do brasileiro sobre a importância de buscar soluções para o seu planejamento financeiro e da compreensão de que o seguro de vida é um importante aliado neste objetivo”, destaca a executiva da multinacional presente no Brasil há mais de 180 anos com sólida experiência no segmento.

No município, localizado na Serra gaúcha, não há um produto de vida específico que seja mais procurado ou consumido. Mesmo assim, a preocupação mais frequente entre os clientes é a do acontecimento de fatalidades que deixem dependentes ou resulte em invalidez. “Trabalhamos com consultoria personalizada e com um completo portfólio de soluções que são aderentes para todos os perfis e bolsos e, por isso, cada venda é uma venda, cada pessoa tem um composto de produtos diferente”, explica Sandra, que possui mais de 15 anos de carreira no setor.

A seguradora conta com mais de 40 corretores parceiros em Caxias do Sul, o que representa 4% dos mais de 4 mil que a empresa tem por todo o Brasil. A Mongeral Aegon é uma das poucas companhias que forma profissionais para atuar nesta profissão em parceria com a Escola Nacional de Seguros. “Selecionamos pessoas para o curso de formação, que tem duração média de seis meses. Também estamos sempre em busca de corretores que já são formados no segmento para conhecerem o nosso portfólio, que é um dos mais completos do mercado segurador de vida e previdência”, destaca.

Além disso, ela tem investido fortemente nos últimos anos em capacitação de funcionários e parceiros comerciais, infraestrutura, desenvolvimento e otimização do seu portfólio de soluções. “Estes pontos têm como principal objetivo oferecer aos clientes e à sociedade os melhores produtos, prestando uma consultoria completa, o que certamente tem contribuído para o crescimento da companhia nos últimos anos”, afirma.

Os corretores de seguros Andremara Reinostre e Mateus Carvalho também asseguram que há um crescimento perceptível do interesse das pessoas em seguros de vida e previdência. “O gaúcho zela pela família e possui muita responsabilidade financeira devido a sua origem italiana, ele sabe da importância de formar reserva financeira”, argumenta Andremara, que trabalha no segmento desde 2004.

Mateus Carvalho, atuando há um ano como corretor de seguros, acredita que o maior interesse está ligado também a preocupação com a reforma previdenciária, que afeta o futuro financeiro, e aos corretores cada vez mais preparados e qualificados para prestar consultoria completa, levantando as necessidades do cliente e apresentando soluções. “Muitas vezes o cliente acha que não precisa, mas quando fazemos o seu perfil completo, sobre a sua real situação, ele mesmo percebe a necessidade de proteger a si e a sua família, que é seu maior patrimônio”, conclui.

 

O futuro do seguro de automóveis 7966

Um dos principais nichos do mercado foi tema de workshop no Sindseg-RS

Antecipar-se às transformações é fundamental para a sobrevivência do seguro de automóveis. O assunto foi tema de workshop organizado pelo Sindicato das Seguradoras do Rio Grande do Sul (Sindseg-RS), promovido na manhã desta quarta-feira (21), e contou com público recorde – no auditório da Escola Nacional de Seguros – em Porto Alegre (RS).

“Nosso setor é um dos mais regulados. São normas necessárias, que preservam, legitimam e previnem problemas para o mercado segurador”, disse Guacir de Llano Bueno, presidente do sindicato gaúcho.

A formação do preço do seguro de automóveis também foi abordada pelos palestrantes Giovani Menger e Edson de Oliveira, da HDI Seguros, e Sérgio Machado, executivo principal da BL Car. “Os números das companhias são muito parecidos”, comentou Menger ao comparar as variáveis existentes na precificação de apólices na capital e no interior do RS. A diferença chegou a 52%, na simulação apresentada pelo gerente da HDI Seguros na filial da capital gaúcha.

“O cliente até pode adquirir um seguro via aplicativo, mas provavelmente procurará um corretor de seguros no caso de um sinistro”, completou ao abordar a complexidade existente na distribuição do seguro pela internet. As redes, segundo Giovane Menger, são ambientes propícios para aplicação de fraudes – o que encarece a precificação e prejudica o setor como um todo.

Tendências como o car sharing e veículos autônomos devem enfrentar obstáculos para dominarem as rodovias do Brasil, na visão dos painelistas. “O País ainda enfrenta grandes problemas estruturais e de modalidade”, completou Machado.

Confira todas as imagens – Workshop do Sindseg/RS

Clique para ampliar

Seguradora leva corretores ao centro da inovação 3654

Novo Hamburgo (3)

Previsul promove campanha de incentivo em Novo Hamburgo e Caxias do Sul (RS)

Como foco em ser a companhia do futuro, a Previsul Seguradora promove intensa inovação nos processos e soluções digitais. O corretor de seguros é o único canal da distribuição da empresa, que entre os meses de janeiro e março promoveu o lançamento da campanha “Sou+Previsul 2018 – É você corretor, no centro de inovação” em 13 estados brasileiros.

Na quarta, foi a vez de Novo Hamburgo (RS) conhecer as novidades, no restaurante M Garden Grill. Ana Amélia Pereira, consultora comercial e Claudionir Fontana, gerente regional Sul representaram a companhia na oportunidade (foto).

Os 10 corretores com melhor desempenho em novas vendas emitidas durante a campanha (01 de janeiro a 31 de dezembro), embarcam para uma viagem inesquecível com acompanhante para São Francisco e Vale do Silício, nos Estados Unidos.

“A Previsul se inspira em empresas inovadoras para propiciar algo diferenciado aos nossos parceiros de negócios e clientes”, explicou Renato Pedroso, presidente da companhia.

Hoje, é a vez de Caxias do Sul (RS) ficar inteirado das novidades introduzidas pela campanha de incentivo. Outra novidade é o programa de pontos “Clube Sou + Previsul”, que possibilitará a troca de pontos por prêmios mensais mediante a produção.

“Não é apenas mais um lançamento de campanha, estamos falando de um aprendizado muito grande e de aprofundamento do entendimento do que o corretor quer, deseja, almeja”, conta a diretora de negócios Andreia Araújo.

Pedrinhas escolhem nova representante na semana que vem 2623

Ana Maria Pinto e diretoria

Ana Maria Pinto deve ser candidata única na disputa pela entidade gaúcha

Uma das entidades mais conhecidas do mercado gaúcho de seguros, o Clube da Pedrinha, vai escolher seu novo presidente no próximo dia 9 de abril. O encontro será realizado no Restaurante Casa do Marquês, na capital gaúcha.

Na última reunião, a Assessora de Marketing e Comunicação do GBOEX, Ana Maria Pinto, colocou seu nome à disposição dos confrades para a presidência na próxima gestão. Ana anunciou alguns nomes e deve formalizar os integrantes da nova diretoria no dia da votação. O nome de Yara Bolina, professora da Escola Nacional de Seguros, é confirmado na vice-presidência.

Divulgação Pedrinhas
Divulgação / Clube da Pedrinha (RS)

Ana Maria Pinto deve assumir presidência do Clube da Pedrinha (RS) 2833

No encontro desta segunda-feira (12), a superintendente de Marketing do GBOEX colocou seu nome à disposição dos confrades

Uma das entidades mais conhecidas do mercado gaúcho de seguros, o Clube da Pedrinha, vai escolher seu novo presidente no próximo dia 9 de abril. No encontro realizado nesta segunda-feira (12), a Assessora de Marketing e Comunicação do GBOEX, Ana Maria Pinto, colocou seu nome à disposição dos confrades para a presidência na próxima gestão. Ana anunciou alguns nomes e deve formalizar os integrantes da nova diretoria no dia da votação. O nome de Yara Bolina, professora da Escola Nacional de Seguros, é confirmado na vice-presidência.

Os desafios da mulher e a trajetória de Marina Mello

A gerente da filial Piratini da Liberty Seguros, Marina Mello, conta com exatos 29 anos de trajetória profissional no mercado de seguros. No encontro desta semana, a executiva contou toda sua trajetória de vida aos dias atuais. Uma história única e vitoriosa, aplaudida por todos os presentes. De forma leve e descontraída, Marina Mello ainda abordou aspectos das mulheres em alusão a passagem do Dia Internacional da Mulher, no último dia 8 de março.

Saiba mais: Marina Mello palestra no primeiro encontro de 2018 do Clube da Pedrinha (RS).

“Esta é uma conversa entre amigos. Eu não tinha pensado ainda em falar sobre minha trajetória, mas após conversas com amigos, neste momento em que comemoramos o mês da mulher, muitas pessoas que me conhecem disseram que nada melhor que contar sobre minha trajetória, que esta história merecia ser contada. Tudo é possível, basta exercer um pouco de persistência e olhar: onde eu quero chegar. E lutar sempre, sem esquecer de se preparar”, disse a palestrante.

Todas as fotos – Clube da Pedrinha em Seguros (RS)

Queremos conhecer ainda mais nosso público, participe da pesquisa de opinião! (Leva menos de 2 minutos)Participar
+