Seguradora chinesa vai investir em concorrente do Uber 250

Esta e outras manchetes no Giro do Mercado

Reprodução
Reprodução

A maior seguradora da China vai fazer um grande investimento em um concorrente local do aplicativo de caronas Uber, de acordo com pessoas familiarizadas com o negócio. A China Life Insurance vai aplicar mais de US $ 500 milhões na Didi Chuxing Technology, depois de a Apple fazer um investimento de US$ 1 bilhão na empresa, que lidera o mercado de caronas na China.

A Didi está levantando dinheiro de investidores em uma rodada de financiamento que pode chegar a US$ 3,5 bilhões. O valor da empresa pode ultrapassar os US$ 25 bilhões. A China Life Insurance, uma seguradora estatal, já investiu no UberChina, entidade independente criada pelo Uber para concorrer com a Didi no ano passado.

Chubb do Brasil patrocinou evento sobre seguros de Linhas Financeiras 

Pexels
Pexels

A Chubb Seguros foi uma das patrocinadoras do Aon Financial Lines Day, realizado ontem, no Hotel Unique, em São Paulo. Promovido pela Aon Brasil, o evento contou com a participação dos principais executivos do mercado que atuam nos nichos de D&O, Crédito, Garantia e Cyber. Durante o encontro, cerca de 500 convidados se aprofundaram em assuntos ligados a diferentes produtos de Linhas Financeiras, como a evolução do Seguro Garantia Judicial e suas mudanças com o novo Código de Processo Civil brasileiro, o papel do Seguro D&O para proteção dos executivos e formas de proteção contra ataques cibernéticos.

Na oportunidade, Rafael Domingues, Diretor de Financial Lines da Chubb, foi um dos painelistas sobre D&O. O executivo afirma que ações como esta aproximam ainda mais a companhia de potenciais clientes e parceiros. “Participar deste evento nos oferece a oportunidade de estar com renomados empresários e executivos de todo o País, o que consideramos importante para a expansão da seguradora no segmento de Linhas Financeiras”, considera.

A Chubb desenvolveu no Brasil um dos mais extensos portfólios de seguros no segmento de Linhas Financeiras, que cobrem riscos que emergiram com a evolução dos mercados e da economia mundial. São produtos como: D&O (Directors and Officers); E&O (Errors and Omissions) ou RC Profissional; EPL (Employment Practices Liability) ou RC Trabalhista; FIPI (Financial Institutions’ Professional Indemnity Insurance); Fraud Protector, ou Crime; IMI (Investment Management Insurance); MEDMAL (Medical Malpractice); e POSI (Public Offering of Securities Insurance).

Até abril, capitalização distribuiu mais de  R$ 391 milhões em prêmios

Pexels
Pexels

Segundo dados da Federação Nacional de Capitalização (FenaCap), entre os meses de janeiro e abril, as empresas que comercializam títulos de capitalização distribuíram para seus clientes R$ 391,7 milhões em prêmios, o que representa um crescimento de 28,6% em relação ao mesmo período de 2015.

As reservas técnicas – valores acumulados pelos clientes e que serão resgatados ao fim do prazo de vigência dos títulos – atingiram R$ 30,3 bilhões, mantendo-se no mesmo patamar de 2015, enquanto os valores resgatados alcançaram R$ 6,2 bilhões no mesmo período, um aumento de 20,3%. Nos primeiros quatro meses do ano, a receita global do setor chegou a R$ 6,5 bilhões, apresentando um pequeno decréscimo de 0,02.

O presidente da FenaCap, Marco Antônio Barros, explica o desempenho dizendo que o mercado oferece, hoje, uma grande variedade de soluções de negócios com sorteios e aconselha os consumidores a definirem previamente os seus objetivos ao guardar dinheiro, antes de optar pelas soluções de capitalização. “O produto Tradicional é a solução ideal para quem quer economizar e, ao mesmo tempo, participar de sorteios. Mas se houver perspectiva de uso do dinheiro no curto prazo, ou se o objetivo for obter retorno financeiro, devem buscar outras alternativas”, assinala.

Segundo ele, os títulos para garantia locatícia vêm ganhando muito espaço no mercado, pois atendem a necessidade de quem  precisa alugar um imóvel, residencial ou comercial, e não tem fiador. No último ano, a modalidade registrou uma arrecadação de R$ 1 bilhão, somando 16.619 clientes em todo país. “É uma opção para alugar um imóvel, sem fiador e sem burocracia, com a garantia do retorno do valor empregado ao fim do contrato de locação”, completa Marco Barros.

Ainda segundo o presidente, por outro lado, o produto  tem sido muito utilizado por proprietários de imóveis que não se sentem confortáveis em negar a amigos ou à própria família um pedido para que assuma o papel de fiador.  “É muito mais interessante fazer um título de capitalização para atender a esses pedidos, circunscrevendo a obrigação a um valor previamente determinado,  do que assumir a fiança e colocar em risco o patrimônio, que poderá vir a ser penhorado em caso de inadimplência”, explica o presidente da FenaCap.

Existem hoje no mercado três modalidades de títulos de capitalização em comercialização: Tradicional (que inclui o garantia locatícia), Popular e Incentivo, este último voltado para pessoas jurídicas.

Mondial Assistance participa do 20º Congresso de Comunicação Interna

Reprodução
Reprodução

A Mondial Assistance, líder global na prestação de serviços de Assistência 24h nos segmentos viagem, automotivo, residencial, saúde e vida, participou ontem, do 20º Congresso de Comunicação Interna, evento organizado pelo Informe Group.

Com o case “Engajamento e Valores Estratégicos”, a supervisora de Comunicação da Mondial Assistance, Karina Bertolla, irá palestrar sobre a empresa e suas campanhas internas de reforço da cultura organizacional, além de mostrar na prática como promover engajamento dos colaboradores e disseminar a cultura de novos valores corporativos por meio do employer branding.

O Congresso teve início na segunda-feira, 13, e termina hoje, 15 de junho, no Hotel Maksoud Plaza, em São Paulo. Com mais de 20 palestrantes, 10 casos práticos e mais de uma centena de gestores e especialistas em comunicação com o público interno, o evento tem como objetivo tratar as estratégias e melhores práticas de comunicação interna, que estão trazendo benefícios reais e diferenciais estratégicos para o negócio das empresas no contexto da crise.

Prudential do Brasil realiza campanha de vacinação interna

Reprodução
Reprodução

No mês de maio, os funcionários da Prudential do Brasil e seus beneficiários puderam se vacinar contra a gripe. Nos escritórios do Rio de Janeiro, foram dois dias de vacinação e, nos demais estados, os colaboradores receberam o reembolso do custo da vacina ao longo do mês.

A campanha faz parte do Programa Bem Viver, adotado pela Prudential do Brasil, que engloba várias outras ações direcionadas à qualidade de vida e bem-estar. Ela é realizada anualmente e, este ano, seguiu o calendário do governo ao oferecer a vacina tetravalente, que protege contra quatro tipos de vírus, incluindo o H1N1.

“A saúde e qualidade de vida dos funcionários e seus familiares é fundamental para a companhia. Buscamos com esta campanha garantir bem-estar e tranquilidade para nossos colaboradores beneficiados pela ação”, destaca o vice-presidente de Recursos Humanos, Administração de Franquia e Compensation da Prudential do Brasil, Paulo Leão.

*Com informações de Dow Jones Newswires, Diz, Link, Virta e Approach Comunicação.

Brasesul conta com cobertura especial do JRS 3360

Confira a programação do maior evento de corretores no Sul do Brasil

Os Sindicatos dos Corretores de Seguros de Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná promovem, nos próximos dias 19 e 20 de julho, em Florianópolis (SC), a volta do Brasesul. O objetivo do evento é propiciar integração, troca de informações, conhecimento, atualização profissional e ainda fortalecer o relacionamento com as seguradoras.

Saiba mais: Seguradoras participam em peso do Brasesul.

Todos os momentos contam com cobertura especial do JRS, maior empresa de comunicação voltada ao mercado de seguros na região. A repercussão completa acontece no programa Seguro Sem Mistério, apresentado no Bah!TV do Rio Grande do Sul, na Revista JRS e nos demais veículos do grupo.

Veja também: Congresso Sul Brasileiro reserva espaço para debates

A organização do Brasesul acaba de divulgar a programação completa do encontro. Confira abaixo:

Quinta-feira / 19 de julho:

09:00 Abertura da secretaria – credenciamento
15:00 Abertura da Feira do Mercado Segurador
16:00 Tarde das Mulheres – Café/Palestra com Maria Helena Monteiro
18:30 Solenidade de Abertura
19:00 Palestra – “99,9% não é 100% Você Pode Mais”, com Marcos Scaldelai
20:30 Jantar e show com a Banda Dazaranha – Patrocínio HDI Seguros

Feira do mercado segurador
15:00 Inicio Feira do Mercado Segurador
22:00 Encerramento Feira do Mercado Segurador

Sexta-feira / 20 de julho:

08:30 Abertura da secretaria
09:00 Palestra Realidade e Perspectiva do Setor de Seguros no Brasil, com Armando Vergílio dos Santos
09:30 Painel – Dirigentes de Seguradoras e Corretores de Seguros
11:30 Palestra sobre Sucessão nas Empresas com o consultor Gustavo Sette
12:30 Almoço – Patrocínio Allianz Seguros
14:00 Palestra Internacional com Joe Jordan – Patrocínio Porto Seguro, com “Tradução Simultânea”
15:30 Palestra – Inovação e Criatividade na Era Digital, com Martha Gabriel
17:00 Educação Continuada Funenseg com Robert Bittar, Mario Pinto e Maria Helena Monteiro
17:45 Palestra – Tempo de Oportunidades – “Criando defensores de sua marca e do seu negócio” com conferencista Gilclér Regina
19:00 Atividades no Espaço do Mercado Segurador
21:30 Jantar de encerramento com mini Oktoberfest – Patrocínio Bradesco Seguros Bandas: Velhos Camaradas e Tropical Band
Sorteio dos 3 carros (participarão do sorteio final dos carros, os contemplados com as chaves sorteadas durante as palestras e painéis)

Feira do mercado segurador
10:00 Inicio Feira do Mercado Segurador
22:00 Encerramento Feira do Mercado Segurador

Coface nomeia Carmina Abad Sanchez para liderar América Latina 1055

Coface

Executiva possui trajetória admirável no mercado segurador mundial

Carmina Abad Sánchez é CEO da Coface na região da América Latina
Carmina Abad Sánchez é CEO da Coface na região da América Latina

A Coface anuncia hoje a nomeação de Carmina Abad Sánchez como a nova CEO da região da América Latina. Ela integra o comitê executivo e reporta para Xavier Durand, CEO do grupo. Assumindo a posição de Bart Pattyn, que após uma longa carreira na empresa (17 anos), decidiu buscar novas oportunidades de carreira fora do grupo. Durante os últimos anos, ele construiu uma sólida equipe de lideres ao redor de toda a região, que continuarão a direcionar os negócios da empresa sob a liderança da Carmina.

Carmina possui mais de 30 anos de experiência em posições de liderança sênior no setor de seguros. Antes de ingressar na Coface, ela era Chairman da Swiss Re Group no México e CEO da Swiss Re Corporate Solutions Mexico.

Anteriormente, ela trabalhou por 25 anos na MetLife, atuando em países como México, Espanha e Estados Unidos.

Carmina traz para a Coface uma forte reputação no setor de seguros. Ao longo de sua carreira, Carmina demonstrou grande comprometimento com a responsabilidade social corporativa, diversidade e inclusão.

Carmina é formada pela Smith College em Northampton, pela Kellogg School of Management da Northwestern University e possui várias certificações da Universidade de Harvard. Ela também é bacharel em ciências atuariais pela Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM) e seguiu estudos de pós-graduação em Gestão Corporativa Sênior no Instituto Pan-americano de Direção Executiva Corporativa (IPADE).

Sompo patrocina atividade que ensina crianças a lidar com situações de emergência 902

Parceria KidZania e Sompo

Segurados participam com 15% de desconto

A Sompo Seguros firmou parceria com a KidZania, uma minicidade voltada para o público infantil que combina inspiração, diversão e aprendizagem por meio de atividades realistas. A companhia agora é a patrocinadora do Corpo de Bombeiros. Por meio dessa atividade, a criança veste uniformes de bombeiros personalizados com a marca e participa de um treinamento de brigada de incêndio. Com isso, os visitantes recebem ferramentas de autoconhecimento para saber como reagir e quais ações devem ser tomadas para oferecer o suporte necessário em situações de emergência.

Além de ser responsável pela atividade dos bombeiros, na qual as crianças podem vivenciar de uma forma lúdica a rotina da profissão, a Sompo Seguros também disponibiliza aos segurados dos produtos Auto, Vida Individual, Saúde e Residencial; um desconto de 15% na compra do ingresso. “Além de ser uma maneira de ensinar às crianças sobre a profissão por meio de uma experiência única, participar da atividade também é uma oportunidade de aprendizado sobre questões relevantes de segurança no dia-a-dia, que são importantes para evitar acidentes e incêndios”, considera André Gouw, gerente de marketing da Sompo Seguros.

Na KidZania, cada experiência é projetada especialmente para dar confiança e inspirar às crianças como cidadãos. Na sede de São Paulo, a atividade dos bombeiros, por exemplo, patrocinada pela Sompo Seguros, busca passar aos participantes as habilidades de colaboração e raciocínio lógico, ao mesmo tempo que ensina valores como responsabilidade e solidariedade. As crianças que optarem por essa experiência receberão treinamento de como reagir a uma situação de emergência e irão atender aos chamados de urgência pela cidade. “A escolha de associar nossa marca à atividade dos bombeiros se deu porque os objetivos dessa atividade estão alinhados com a missão da Sompo, que é gerar bem-estar e proteção à sociedade”, lembra Gouw.

Crescente risco judicial eleva contratação de seguro garantia 993

Justiça

É uma alternativa para alienação ou congelamento de bens, caução em dinheiro ou fiança bancária

O mercado de seguro garantia judicial no Brasil cresceu 46,67% e movimentou R$ 2,2 bilhões em 2017, resultado superior a R$ 1,5 bilhão registrado em 2016, segundo levantamento da consultoria de risco e corretora Marsh que analisou dados das seguradoras reportados para a Superintendência de Seguros Privados (Susep) nos dois períodos. Em 2017, a modalidade judicial representou cerca de 85% do total do mercado de Seguro Garantia.

Luis Guilherme Menezes é diretor de garantia e crédito da Marsh Brasil
Luis Guilherme Menezes é diretor de garantia e crédito da Marsh Brasil

Essa tendência refletiu na carteira da Marsh. Em 2017, as garantias judiciais tiveram uma expansão de 50% em relação a 2016. Para 2018, a corretora projeta novo crescimento na ordem de 30%. “É grande o número de empresas brasileiras que enfrentam processos tributários, trabalhistas, cíveis e recuperações judiciais no âmbito federal, estadual e municipal. O uso desse seguro foi a alternativa encontrada por elas para não terem que alienar ou congelar bens, apresentar caução em dinheiro ou fiança bancária para garantir o pagamento de dívida. Nosso diferencial perante o mercado, é apoiar nossos clientes para encontrarem a melhor solução de alocação de capital e desenvolver soluções diferenciadas de aprovação de crédito”, afirma Luis Guilherme Menezes, diretor de garantia e crédito da Marsh Brasil. “Contamos com uma estrutura global e capilaridade importantíssima trazendo resultado para o cliente final”, diz Menezes.

“Inclusive, em muitas ações já em tramitação, outras modalidades de garantias caucionadas foram substituídas por apólices de seguros que são menos onerosas. Isso fez com que a garantia judicial concentrasse a maior parte da produção do mercado de seguro garantia”, complementa. Segundo o executivo, o grande ponto é que as empresas têm acesso a créditos com preços muito mais competitivos do que fiança bancária, por exemplo, que podem atingir 50% a 60% de redução de custos. “Dentro do contexto nacional, onde as empresas buscam incessantemente a diminuição da sua matriz de custos, esta ferramenta faz total sentido”, diz.

Evolução da legislação relacionada ao seguro Garantia Judicial

• 2009: Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) publica Portaria nº 1.153, estabelecendo regras e requisitos gerais para a aceitação do seguro garantia judicial como forma de caução dos débitos fiscais da União.
• 2014: Lei nº 13.043 altera a Lei de Execuções Fiscais para incluir, expressamente, o seguro garantia como forma de garantia judicial nas execuções fiscais.
• 2014: Edita-se a nova Portaria PGFN nº164/2014, adequando-a a Nova Lei de Execuções Fiscais. Tal portaria inspira normas mais correlatas por parte das procuradorias dos diversos estados.
• 2015: A recente Lei nº 13.105/2015, que instituiu o Novo Código de Processo Civil, equiparou o seguro garantia judicial a dinheiro para efeito de penhora.

Reforma trabalhista abriu novo mercado

A reforma trabalhista, que entrou em vigor em Novembro de 2017 (Lei nº 13.467, de 13 de julho de 2017), modificando a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), incluiu o seguro nos artigos 882 e 899, pacificando a aceitação da modalidade na esfera judicial.

“Com isso, a apólice de seguro é oferecida ao tribunal como garantia de que o valor do depósito recursal será integralizado na condenação. Desta forma, o seguro garantia está desonerando os depósitos recursais que têm que ser oferecidos pelas empresas. Anteriormente, as empresas precisavam fazer depósitos em dinheiro para garantir a admissibilidade do pedido perante os tribunais”, explica Luis Guilherme Menezes, diretor de garantia e crédito da Marsh Brasil.

Os custos desses depósitos são tabelados pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST), fixados em R$ 9.189 para a interposição de recurso ordinário, e em R$ 18.378 para recursos direcionados aos tribunais superiores. “Ainda que o valor individual possa parecer pequeno, nos casos de grandes indústrias, com diversos funcionários, pode-se chegar a quantias bem expressivas. Desenvolvemos inclusive parcerias com as principais seguradoras deste segmento para agilizar a emissão das apólices onde o próprio cliente poderá fazê-la através de um sistema altamente customizado e automatizado. Isto faz com que a apólice possa ser emitida em minutos”, afirma.

Previsul Seguradora inaugura sucursal em São Paulo (SP) 2537

Nova Sucursal SP da Previsul

Com localização estratégica, espaço está situado no melhor eixo corporativo da cidade

Localizada na Av. Engenheiro Luis Carlos Berrini, 105, conj 151, Torre Berrini One, Itaim Bibi, a Previsul Seguradora inaugurou na noite desta quarta-feira (12) sua sucursal em São Paulo (SP). O presidente da Previsul, Renato Pedroso, a diretora de Negócios e Marketing, Andréia Araújo, e equipe comercial da Previsul SP receberam corretores da região, personalidades do mercado segurador e a imprensa para um coquetel.

Segundo Renato Pedroso, a nova sucursal foi planejada para acompanhar o crescimento e a evolução da Previsul. “Somos uma empresa orientada para o futuro que acompanha os movimentos e necessidades do mercado. Nossa mudança para esta nova sede, visa proporcionar uma estrutura melhor de atendimento ao corretor de seguros, nosso principal parceiro. Além disso, acompanha a nossa estratégia de crescimento nessa região. Hoje, já estamos presentes em 6 cidades do território paulista, além da própria capital São Paulo.”, destaca.

Renato explica que a evolução da empresa também passa por uma série de ferramentas disponibilizadas que facilitam e agilizam a vida dos corretores, parceiros da companhia. “Uma delas é o Cota+, cotador online que realiza o processo de cotações muito mais rápido e de maneira mais prática. Também temos o Portal do Corretor, canal exclusivo e totalmente digital para que o corretor possa ter acesso a todas as informações sobre cotações e propostas, o aplicativo Previsul, o novo site, e o atendimento online via chatBot e WhatsApp. Tudo isso sempre para facilitar o dia a dia daqueles que fazem parte da Previsul”, ressalta.

A Previsul Seguradora possui 111 anos de atuação e é referência em seguro de pessoas no Brasil. Está presente em 12 estados brasileiros, com aproximadamente 30 pontos de atendimento em todo o país, que oferecem todo o suporte para o corretor, principal parceiro da Previsul.