O primeiro dia do Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros 2256

JRS realiza cobertura especial, diretamente de Goiânia (GO)


A vigésima edição do Congresso Brasileiro de Corretores de Seguros acontece na cidade em que, há vinte anos atrás, o evento aconteceu pela primeira vez: Goiânia. O presidente da Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor), Armando Vergílio, acredita que o mercado de seguros tem crescido, mas não tem evoluído, com questões a se discutir no caminho da inovação. “O mercado de seguros possui o seus desafios, mas o setor merece ter espaço na agenda governamental”, defendeu durante a cerimônia de abertura oficial que aconteceu nesta quinta-feira (12).

Foto: Matheus Henrique/JRS

Vergílio ainda convidou a plateia a refletir sobre o seguro pirata, e a valorização do corretor de seguros. “Mais do que nunca precisamos mostrar nosso maior valor, colegas corretores. Somos gente que cuida de gente, temos que nos reinventar, ser mais criativos, explorar nossa carteira de clientes e negócios”, disse. “O que nunca devemos parar de fazer é empreender e mostrar ao consumidor que só é seguro com o corretor de seguros”, acrescentou.

Foto: Matheus Henrique/JRS

Robert Bittar, presidente da Escola Nacional de Seguros, frisou que a entidade hoje é uma muito mais uma escola de seguros, que leva soluções a todos os atores do segmento, não se limitando a formar somente corretores de seguros. “A cada momento temos novidades, a que estamos comemorando neste momento é a recente portaria do Ministério da Edução e Cultura que nos permite realizar os cursos de pós-graduação no ensino a distância. É um ganho fantástico não só para a Escola, mas para o setor como um todo, sendo a verdadeira democratização do seguro”, argumentou.

O presidente da Confederação Nacional dos Corretores de Seguros (CNseg), Marcio Coriolano, frisou que o mercado de seguros está unido para combater as proteções veiculares, que tem lesado consumidores pelo Brasil. “O mercado de seguros rima com progresso, estaremos ao lado dos órgãos públicos para apoiar e fazer a sociedade brasileira resolver rapidamente questões como essa e da a previdência social”, comentou.

Foto: Matheus Henrique/JRS

O superintendente da Superintendência de Seguros Privados (Susep), Joaquim Mendanha de Ataídes, disse que, desde que assumiu o cargo, procura fazer com que a autarquia tenha um papel de fomentadora. “Criar um ambiente propício é nosso papel também, fazendo o mercado voltar as suas origens, sendo mais ousado e com trabalho em conjunto”, falou. Além disso, Mendanha prometeu que, em vinte dias, a Susep terá a proposta/decisão final a respeito do seguro auto popular: “Tenho certeza de que ele será uma ferramenta importantíssima no combate ao mercado marginal”.

Foto: Matheus Henrique/JRS

Das mãos do Superintendente, o presidente da Fenacor Armando Vergílio recebeu a carteira de identificação profissional de número um durante a cerimônia de abertura. O deputado Federal Lucas Vergílio, os ministros Ronaldo Nogueira e Dyogo de Oliveira e o governador do Estado de Goiás Marconi Perillo também participaram do momento e defenderam ativamente o espaço do setor na agenda do Governo Federal.

Show do cantor Leonardo embalou o primeiro dia de Congresso – Foto: Matheus Henrique/JRS

Brasesul traz palestras mundialmente reconhecidas para Corretores de Seguros 1385

Evento acontece nos dias 19 e 20 de julho, em Florianópolis (SC)

Diante dos desafios impostos ao mercado brasileiro de seguros, o Congresso Sul Brasileiro de Corretores de Seguros, traz além de relevantes debates e assuntos técnicos, temas que falam diretamente com o empreendedor da corretagem de seguros.

Palestrantes mundialmente reconhecidos falarão diretamente com profissionais do setor. Além do entendimento sobre o nicho, fazer boas vendas envolvem conhecimento sobre pessoas. “É preciso que esses profissionais conheçam e saibam se aproximar de seus clientes, para desenvolverem negócios prósperos e inovadores”, disseram os organizadores do evento, em nota. Um público de 2 mil pessoas é aguardado entre os dias 19 e 20 de julho, em Florianópolis (SC).

O palestrante Marcos Scaldelai fala sobre empreendedorismo e pensamento inovador. Responsável por uma grande renovação na comunicação da Bombril, rejuvenesceu a marca e mostrou que é preciso acompanhar a evolução do mundo para permanecer relevante no mercado. Com sua conhecida frase “de criativo e presidente todo mundo tem um pouco”, suas palestras abordam a confiança e ajudam a trilhar o caminho para que empreendedores alcancem o sucesso.

Já o palestrante Joe Jordan, ex-vice-presidente da MetLife, acredita que trabalhar no setor financeiro é uma das profissões mais nobres do mundo e suas palestras motivacionais têm inspirado executivos a reafirmar seus propósitos. Jordan ajuda os profissionais a perceber e celebrar seus valores, levando-os aos clientes e reforçando fatores importantes como a necessidade de independência, comprometimento e paixão pelo que se faz.

A premiada palestrante Martha Gabriel fala sobre disrupções digitais e como elas proporcionam uma mudança radical na vida de executivos e clientes. Além de promover reflexão sobre como aproveitar inovações digitais, Martha destaca como minimizar riscos e garantir experiência satisfatória fideliza o cliente e auxilia no desenvolvimento de qualquer setor.

Complementando o seleto time de painelistas, Gilclér Regina começou aos 12 anos como catador de papel e teve uma longa jornada até hoje acumular diversos títulos, como o de bacharel em Administração de Empresas e Marketing e graduado em Dinâmica Humana pelo The National Value Center (Texas, EUA), entre outros. Liderança e vendas são o foco de sua apresentação, conduzida com bom humor e leveza.

O Centrosul Florianópolis é o palco deste grande encontro, organizado pelos Sindicatos dos Corretores de Seguros do RS, SC e PR. O espaço fica localizado na Av. Governador Gustavo Richard, 850, no centro da capital catarinense. As inscrições podem ser realizadas neste endereço.

CVG/RS organiza Feijoada de Integração do Mercado no Dia Continental do Seguro 1509

Feijoada CVG/RS 2017

Segunda edição da iniciativa acontece no dia 19 de maio, no Grêmio Náutico Gaúcho

O Dia Continental do Seguro foi criado para ressaltar a importância social e econômica do ramo, além de promover confraternização entre os profissionais de seguros das Américas. A data, comemorada no dia 14 de maio, ganha comemoração especial em Porto Alegre (RS). O Clube de Seguros de Vida e Benefícios do Rio Grande do Sul (CVG/RS) organiza pelo segundo ano consecutivo a Feijoada de Integração do Mercado, no Grêmio Náutico Gaúcho.

Feijoada de Integração do Mercado
Feijoada de Integração do Mercado / Divulgação

Os convites individuais podem ser adquiridos por R$ 65. Sócios possuem desconto, e participam pelo valor de R$ 50. Os valores não incluem bebidas e o estacionamento.

Em 2017 foram mais de 250 participantes em um sábado tomado pela emoção e troca de experiências entre grandes amigos do mercado segurador. “Este evento agora já faz parte do nosso setor”, destacou Eder Oliveira, presidente do CVG/RS.

Seguro Prestamista: tranquilidade evita a inadimplência 2122

Cobertura de parcelas a vencer evita inadimplência em caso de desemprego involuntário, invalidez ou morte

Consumidor consciente se preocupa em manter seus débitos em dia, mesmo em situações difíceis: para isso, contrata um Seguro Prestamista, que garante a quitação de sua dívida ou o pagamento de um determinado número de parcelas, dependendo do contrato, em caso de desemprego involuntário, perda de renda do autônomo, invalidez ou morte.

A contratação do Seguro Prestamista é tão importante hoje que, de janeiro a novembro de 2017, cresceu 24,3%, segundo a Superintendência de Seguros Privados (Susep). “Esse tipo de seguro é oferecido ao consumidor por lojas que vendem a crédito, bancos e financeiras, para a proteção das empresas que tem valores a receber e a tranquilidade dos segurados, ” afirma Rubens Nogueira, Diretor de Seguros Massificados, da BR Insurance.

O Seguro Prestamista pode garantir a quitação dos valores em aberto a vencer até o limite da dívida, que é o mais corriqueiro, mas também pode garantir um valor acima da dívida contraída, para as situações em que ocorrer um dos riscos previstos na apólice. Nesse caso, a dívida será quitada e o saldo remanescente será pago ao beneficiário que o segurado tiver indicado na hora da contratação.

O consumidor pode, por exemplo, contratar um Seguro Prestamista quando tomar um empréstimo num banco, para cobrir o cheque especial ou fatura do cartão de crédito, ou, ainda, quando obtiver um financiamento para aquisição de um imóvel, veículo ou eletrodoméstico. O preço a pagar mensalmente pela contratação deste seguro costuma ser barato, então observe em sua próxima compra se o produto está disponível para adesão.

O futuro do seguro de automóveis 8130

Um dos principais nichos do mercado foi tema de workshop no Sindseg-RS

Antecipar-se às transformações é fundamental para a sobrevivência do seguro de automóveis. O assunto foi tema de workshop organizado pelo Sindicato das Seguradoras do Rio Grande do Sul (Sindseg-RS), promovido na manhã desta quarta-feira (21), e contou com público recorde – no auditório da Escola Nacional de Seguros – em Porto Alegre (RS).

“Nosso setor é um dos mais regulados. São normas necessárias, que preservam, legitimam e previnem problemas para o mercado segurador”, disse Guacir de Llano Bueno, presidente do sindicato gaúcho.

A formação do preço do seguro de automóveis também foi abordada pelos palestrantes Giovani Menger e Edson de Oliveira, da HDI Seguros, e Sérgio Machado, executivo principal da BL Car. “Os números das companhias são muito parecidos”, comentou Menger ao comparar as variáveis existentes na precificação de apólices na capital e no interior do RS. A diferença chegou a 52%, na simulação apresentada pelo gerente da HDI Seguros na filial da capital gaúcha.

“O cliente até pode adquirir um seguro via aplicativo, mas provavelmente procurará um corretor de seguros no caso de um sinistro”, completou ao abordar a complexidade existente na distribuição do seguro pela internet. As redes, segundo Giovane Menger, são ambientes propícios para aplicação de fraudes – o que encarece a precificação e prejudica o setor como um todo.

Tendências como o car sharing e veículos autônomos devem enfrentar obstáculos para dominarem as rodovias do Brasil, na visão dos painelistas. “O País ainda enfrenta grandes problemas estruturais e de modalidade”, completou Machado.

Confira todas as imagens – Workshop do Sindseg/RS

Clique para ampliar

Alberto Júnior palestra e orienta 130 corretores no ES 6492

Chairman do Grupo Life Brasil participou da 1ª Jornada Capixaba do Seguro de Vida

Em torno de 130 corretores de seguros capixabas compareceram nesta quinta-feira (15) na 1ª Jornada Capixaba do Seguro de Vida, sob o comando do corretor de seguros Alberto Júnior. Pela manhã, o Chairman do Grupo Life Brasil e CEO do Life Brasil Franchising destacou o sucesso da holding em seus 20 anos de vendas exclusiva no seguro de vida e falou sobre a expansão da marca por intermédio da rede de franquias e do empreendedorsa.com.br, sempre visando alcançar destaque para a marca levando oportunidade e conhecimento.

O evento também realizou oficinas de seguro de vida. Foram 13 mesas com nove corretores e um segurador para que todos tivessem a oportunidade de ter contato com todos os corretores. Alberto Júnior orientou na parte de conexão entre o corretor, as vendas e o produto das seguradoras.

Para encerrar o dia, os participantes colocaram suas dúvidas, questionamentos e sugestões diretamente para uma mesa formada por seguradores. “Considerando as oportunidades no Espírito Santo, há um público de corretores bem interessante, que mostra que só não consegue obter resultados se não tiver atividade”, afirmou Alberto. “Estou bem animado com a possibilidade de conseguir bons parceiros franqueados e quem sabe ter a nossa operação também aqui neste estado. Acreditamos muito nessa área e provamos mais uma vez que o caminho e as oportunidades são realmente verdadeiras”, acrescentou.

Realizado pelo Sindicato dos Corretores de Seguros do Espírito Santo (Sincor-ES) e pelo Clube Vida em Grupo (CVG-ES), a Jornada foi acompanhada de perto pelos respectivos presidentes José Romulo da Silva e Antônio Santa Catarina. Além disso, mais de 100 exemplares do livro A Lógica, de autoria de Alberto Júnior, foram vendidos na oportunidade.

*Imagens de Bruno Carvalho/Grupo Life Brasil.

Queremos conhecer ainda mais nosso público, participe da pesquisa de opinião! (Leva menos de 2 minutos)Participar
+