Bradesco Seguros participa de encontro especial no litoral gaúcho 25257

Momento aconteceu na noite desta quinta, nas instalações do JRS na Praia de Rainha do Mar, em Xangri-lá (RS)

Carlos Rodrigo Dias da Silva, novo superintendente da Sucursal Porto Alegre da Bradesco Seguros, participou de um momento ímpar de integração total. O momento aconteceu na noite desta quinta-feira (14), nas instalações do JRS na praia de Rainha do Mar, Xangri-lá (RS), e serviu para reunir lideranças do mercado, executivos da companhia de seguros e corretores de seguros.

“É uma honra estar ao lado dos corretores que representam o litoral norte. Que em 2018 tenhamos a oportunidade de galgar altos voos”, comentou o executivo.

SAIBA MAIS: João Batista Piazza traça novos caminhos no mercado segurador

“Onde vou todos falam sobre a diferença que o Piazza fez para a Bradesco Seguros. Ele continua ligado à companhia em uma nova etapa, agora com foco na assessoria de seguros”, disse em entrevista ao programa Seguro Sem Mistério.

“Atualmente trabalho mais na gestão de assessoria e agora encerro meu ciclo. Independente da idade, a pessoa precisa de um propósito na vida. Começo agora um novo ciclo empreendedor”, disse João Batista Piazza ao ser aplaudido pelos convidados presentes.

“É uma grande satisfação receber o novo superintendente da Bradesco Seguros. Daremos todo apoio que for preciso, afinal, seguro é só com corretor de seguros. O profissional da área que está disponível em todos o momentos”, conta Alexandre Gonçalves, delegado do Sindicato dos Corretores (Sincor-RS) no Litoral Gaúcho.

Confira todas as imagens – Encontro da Bradesco Seguros no QG JRS Litoral:

Dada a largada no #VerãoSuperSeguro do JRS 2803

QG na praia de Rainha do Mar, em Xangri-lá (RS), recebeu ícones do mercado gaúcho de seguros

O último sábado foi de conhecimento puro no QG do JRS, na praia de Rainha do Mar, em Xangri-lá (RS). Guacir de Llano Bueno e Alberto Müller, respectivamente, presidente e vice-presidente do Sindicato das Seguradoras do Rio Grande do Sul (Sindseg-RS), marcaram presença junto as esposas Simone Nunes e Lívia Ferrari.

“A presença de figuras tão representativas para o mercado gaúcho de seguros efetiva, mais uma vez, o QG do JRS como destino certo dos seguradores e operadores do setor em mais uma temporada de veraneio”, comentou Jota Carvalho, diretor executivo do JRS.

“É sempre uma satisfação muito grande participar deste momento. O mercado de seguros vive de credibilidade, conte conosco no suporte das milhares operações em seguros que são realizadas diariamente”, comentou Bueno.

“As lideranças do mercado estão muito empolgadas com este novo ano, com os últimos resultados econômicos”, comentou Müller. O programa Seguro Sem Mistério é apresentado sempre aos domingos, nos canais 520 e 526 (em widescreen) da NET Rio Grande do Sul.

No próximo sábado (20), a equipe do JRS grava mais edições especiais da atração com os convidados da Previsul Seguradora.

Confira mais imagens – Sindseg/RS no QG do JRS no Litoral 2018

Pagamento de contribuição sindical é opcional com a reforma trabalhista 5078

Desconto só pode acontecer com permissão do trabalhador

Com as mudanças da reforma trabalhista, em vigor desde novembro do ano passado, o pagamento da contribuição sindical tornou-se opcional. Trabalhadores, profissionais liberais e autônomos não são mais obrigados a descontar um dia de trabalho por ano para o sindicato que representa sua categoria.

O débito tradicionalmente era realizado em abril, referente aos dias trabalhados em março. Agora, é preciso informar ao empregador de forma expressa para autorizar a cobrança na folha de pagamento.

Para empresas, o imposto sindical também era obrigatório, mas com uma forma de cálculo diferente. Ele era cobrado sempre em janeiro, com base no valor da empresa no ano anterior. É calculado um percentual sobre o valor da empresa para determinar a quantia a ser paga como imposto sindical. Esse percentual diminui conforme aumenta o valor da empresa – ou seja, proporcionalmente, quanto menor a empresa, mais imposto era pago.

“Com a aprovação da reforma trabalhista, pelo Senado, o imposto sindical obrigatório acabou”, disse o ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, logo após a aprovação do texto. As mudanças tiveram a sanção do presidente Michel Temer, em julho de 2017.

Diretoria do Sincor-RS é empossada, em Porto Alegre 7796

Cerimônia aconteceu na noite desta quinta-feira (11)

O presidente reeleito do Sindicato dos Corretores de Seguros do Rio Grande do Sul (Sincor-RS), Ricardo Pansera, foi empossado juntamente a nova diretoria e delegados da entidade, na noite desta quinta-feira (11), em Porto Alegre (RS). A nova gestão segue até o dia 31 de dezembro de 2021.

O momento contou com a presença de figuras importantes do mercado gaúcho de seguros, o que demonstra a harmoniosa relação existente entre as diversas entidades representativas que atuam no Estado.

Diversas foram as vezes em que as memórias de Sérgio Petzhold, ícone do setor, foram homenageadas durante a cerimônia. “Com Corretor de Seguros é muito mais seguro!”, lembraram os presentes.

Destaque para as presenças de Armando Vergílio, presidente da Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor), e Gumercindo Rocha Filho, presidente do Ibracor.

Confira todas as imagens – Posse da diretoria do Sincor-RS

Viajando e aprendendo sobre biodiversidade 1728

Conheça o curso de Campo do Parque Nacional da Serra da Bocaina

Que tal realizar um trekking e ainda aprender sobre o que está se observando na natureza? A proposta do Curso de Campo sobre a Biodiversidade no Parque Nacional da Serra da Bocaina é da agência especializada em ecoturismo, a MW Trekking.

A ideia é apresentar a biodiversidade e a conservação da Floresta fazendo um turismo consciente e sustentável. Para o final de semana de 19 a 21 de Janeiro, a MW Trekking convidou uma turma de peso para palestrar sobre os répteis, aves, mamíferos e a vegetação do Parque Nacional Da Serra da Bocaina (uma das maiores áreas de preservação de mata atlântica), localizada entre São Paulo e Rio de Janeiro. Neste curso haverá também orientações sobre Prevenção e primeiros socorros para acidentes por animais peçonhentos e Educação Ambiental.

Durante o curso serão abordadas as riquezas, os aspectos bio-ecológicos, status e ameaças, fitofisionomia, áreas de conservação, noções básicas e conceituais sobre educação ambiental, inserção na legislação e outros temas.

Após as palestras haverá o passeio em campo com caminhadas em trilhas guiadas com percurso ao Mirante do Príncipe e às cascatas da Onça e Paredão onde serão apresentadas as noções básicas sobre o ecossistema e a vegetação e encontros ocasionais com a fauna local. O curso oferecerá certificado emitido pela MW Trekking e assinado pelos docentes. Total de dez (10) horas de aula teórica.

Programação:

· Dia 19 – Sexta-feira
19:30 – Check-in no escritório da MW Trekking em São J. do Barreiro.
20:00 – Subida em condução própria do participante até a Pousada Recanto da Floresta.
21:30 – Jantar (comida caseira feita com primor em fogão à lenha).

· Dia 20 – Sábado
07:00 – Café da Manhã.
08:00 –Palestra “Parque. Nac. da Serra da Bocaina” – Me. Herbert S. Freitas
09:00 – Palestra “Educação ambiental” – Esp. Angelita P. Rodrigues
10:00 – Palestra “Anfíbios” – Dr. Francisco L. Franco
11:00 – Palestra “Flora” – Me. Herbert S. Freitas
12:30 – Almoço (comida caseira feita com primor em fogão à lenha).
13:30 – Caminhada de 12km (ida e volta) até o alto do Mirante do Príncipe (1900m – levar lanterna).
20:30 – Jantar (comida caseira feita com primor em fogão à lenha).
21:30 as 23h – Apresentação de literatura/ discussão em grupo

· Dia 21 – Domingo
07:00 – Café da manhã.
08:00 –Palestra “Répteis” – Dr. Francisco L. Franco
09:00 – Palestra “Aves” – Dra. Maria T.O.M. Franco
10:00 – Palestra “Mamíferos” – Esp. Angelita P. Rodrigues
11:00 – Palestra “Prevenção e 1º socorros p/ acidentes com animais peçonhentos ” – Me. Herbert S. Freitas
12:30 – Almoço
13:30 – Caminhada de 2km até as Cascatas da Bocaina.
16:00 – Check-out e descida da Serra da Bocaina

O curso será ministrado pela equipe de professores formada por profissionais que realizam pesquisas na região há cerca de 13 anos.

Dr. Francisco L. Franco – Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1987), mestrado em Biociências (Zoologia) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1994) e doutorado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade de São Paulo (2000). Atualmente é pesquisador científico nível V do Instituto Butantan. Tem experiência na área de Zoologia, com ênfase em Taxonomia de répteis e curadoria de coleções zoológicas.

Dra. Maria Tereza Osório Mallmann Franco – Bióloga, formada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1989), mestrado em Biociências (Zoologia) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1994) e doutorado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade de São Paulo (2002). Atua na docência do ensino superior desde 1995 em cursos da área da saúde e educação. Tem experiência na área de Zoologia e disciplinas afins com ênfase em Morfologia.

Me. Herbert Serafim de Freitas – Bacharel (2005) e Licenciado (2006) em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo, Mestre em Botânica pela USP (2010). Consultor Ambiental nas áreas de Botânica e Zoologia é guia de Ecoturismo da empresa MW Trekking na Região da Serra da Bocaina desde 1998 e membro da Equipe do Projeto Ecossistemas Costeiros (IB-USP). Publicou 12 artigos em periódicos nacionais e internacionais. Experiência na área Botânica (ênfase em taxonomia de espécies arbóreas da Mata Atlântica), e na área zoológica (diversidade e conservação de répteis e anfíbios).

Esp. Angelita Pereira Rodrigues – Graduada em Ciências Biológicas pela Faculdades Integradas Teresa DÁvila/SP (2011). Especialização em Perícia Ambiental pela Unisal/SP (2014). Especialista em Educação Ambiental para a Sustentabilidade pelo Senac/SP (2017). Tem experiência na área de Botânica, com ênfase em espécies arbóreas. Desenvolveu um projeto de levantamento etnozoológico de mamíferos de médio e grande porte dos municípios de Areias e São José do Barreiro, SP. Colaboradora de pesquisas do Instituto Butantan.

Para saber mais sobre a programação e valores basta acessar este site.

Vitória recebe primeiras turmas do ano do programa “Porteiro Amigo do Idoso”, com aumento da participação feminina 2186

Curso pioneiro de capacitação de porteiros para oferecer cuidados adequados a moradores longevos terá duas turmas no mês de janeiro na capital capixaba

Divulgação

A cidade de Vitória receberá neste mês de janeiro, duas novas turmas do programa “Porteiro Amigo do Idoso”, iniciativa pioneira do Grupo Bradesco Seguros, que visa capacitar profissionais de portaria a oferecer soluções e cuidados adequados às necessidades de moradores idosos. Com metodologia de ensino desenvolvida pelo Senac RJ, as aulas – inteiramente gratuitas – serão realizadas nos dias 15, 17 e 19 de janeiro, e uma turma extra nos dias 22, 24 e 26 de janeiro, na capital capixaba. Os encontros, nos dois casos, irão ocorrer entre 8h e 12h, no bairro Bento Ferreira – Av. Mal. Mascarenhas de Moraes, 2077. Os interessados podem se inscrever pelo telefone (32) 3212 3329. Para participar do programa, o porteiro deve estar autorizado pelo síndico.

Criado em 2010, a partir de pesquisa realizada pelo Grupo Bradesco Seguros com cidadãos longevos do bairro de Copacabana, que apontou o porteiro como o “melhor amigo do idoso”, o programa “Porteiro Amigo do Idoso” está presente nos principais centros urbanos dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo, somando 3,1 mil profissionais capacitados. E no Espírito Santo, a participação feminina no programa se aproxima dos 25%, a maior entre as cidades alcançadas pelo curso de capacitação.

A metodologia de ensino inclui uma vivência para que os alunos aprendam a se colocar no lugar dos idosos. Óculos para dificultar a visão, pesos nos pés e aparelho auricular, entre outros artifícios, são utilizados de forma que os porteiros sintam as limitações da idade e reflitam sobre as dificuldades enfrentadas pelos mais velhos.

De acordo com o último censo demográfico divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2010, a população de idosos no Brasil (65 anos ou mais) era de aproximadamente 20 milhões de indivíduos, equivalente a cerca de 10% do total. Até 2050, a estimativa é que esse universo triplique, o que significa que, para cada grupo de dez pessoas, três serão idosas.

Lançado há sete anos em Copacabana, no Rio de Janeiro, o programa chegou, dois anos mais tarde, ao bairro de Higienópolis, em São Paulo, escolhido por apresentar uma das maiores concentrações de idosos da capital paulista, cuja população idosa corresponde, segundo o IBGE, a 11,8% do total de habitantes – acima da média nacional. Atualmente, no Brasil, 24 milhões de pessoas estão acima de 60 anos, o que representa quase 13% da população, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Estimativas da Organização Mundial de Saúde apontam que, em 2050, esse número chegará a 64 milhões, significando que, de cada 10 brasileiros, três serão idosos.

“O programa “Porteiro Amigo do Idoso” faz parte do compromisso do Grupo Bradesco Seguros com ações que incentivem a conquista da longevidade com qualidade de vida, saúde e bem-estar. Além disso, essa iniciativa colabora para que os porteiros se tornem ainda mais amigos dos idosos e entendam o processo de envelhecimento em todos os seus aspectos”, explica Eugênio Velasques, Diretor do Grupo Bradesco Seguros.

O “Porteiro Amigo do Idoso” foi desenvolvido pelo Grupo Bradesco Seguros, sob a orientação do médico e pesquisador em saúde pública Alexandre Kalache, conselheiro sênior sobre Envelhecimento Global da Academia de Medicina de Nova York (The New York Academy of Medicine) e ex-coordenador de programas de envelhecimento da Organização Mundial da Saúde (OMS). Considerado uma das maiores autoridades internacionais em gerontologia, Kalache é consultor do Grupo Segurador para questões relacionadas à longevidade.

Em pesquisa realizada recentemente, nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, o Grupo Bradesco Seguros apurou o impacto do programa “Porteiro Amigo do Idoso” sobre os moradores dos condomínios alcançados. Para metade dos moradores idosos ouvidos, os porteiros passaram a mostrar mais “respeito e atenção” no relacionamento com eles. Do total de moradores em geral, 78% afirmaram se sentir mais seguros sabendo que o condomínio possui profissionais preparados; 74% percebem que os porteiros estão mais cuidadosos com os idosos; e 72% passaram a ver a função de profissionais de portaria com mais importância.