Presentes de final de ano: um alerta às regras de compliance nas empresas 11668

Confira artigo de Antonio Carlos Hencsey, líder de prática de Ética & Compliance da Protiviti

A troca de presentes e entretenimento pode fortalecer as relações comerciais, mas por outro lado o envio de regalos e divertimentos, como jantares e idas a shows ou peças teatrais, podem criar, ou aparentar, influências inadequadas no ambiente de trabalho. Todo cuidado é pouco ao receber mimos do parceiro ou fornecedor, uma prática muito comum que ocorre agora, principalmente, durante as festas de fim de ano. Tudo porque o recebimento de gratificações tem grades chances de ser visto como propinas, capazes de manchar a reputação e destoar as disposições do código de normas e condutas éticas da companhia.

É importante ressaltar que itens promocionais de baixo valor, tais como canetas, calendários, blocos de anotações ou outros brindes menores, que normalmente possuem a logomarca da empresa, não se encaixam na categoria de gratificação indevida. Aqui é falado de presentes de alto valor, que superam as cifras de 150 reais e que podem influenciar a objetividade do presenteado quando for tomar uma decisão comercial.

Alguns cuidados podem (e devem) ser tomados para que as empresas sigam suas regras de ética e compliance sem apresentar grosseria no momento do recebimento do presente em face ao período de festividades.

1) Reforce com todos os colaboradores as políticas de oferta e recebimento de gratificações estabelecidas pela sua empresa. Delimite um preço para os presentes a serem recebidos. Por exemplo, itens acima de R$ 100 já são considerados fora do padrão de item promocional de baixo valor;

2) Proponha conversas sobre o porquê da oferta de presentes. Faça reflexões com a equipe a fim de identificar qual a motivação de quem presenteia. Interesse comercial ou apenas um ato de agradecimento por mais um ano de parceria?

3) Deixe claro que mesmo que o profissional acredite ser isento ou não influenciável pelo recebimento de alguma gratificação, somos seres humanos. Não existe neutralidade total nas relações interpessoais. Sempre algum viés ou vínculo é estabelecido com esta ação;

4) Sabemos que a alta direção, em alguns casos, recebe presentes como forma de reforçar vínculos estratégicos para a organização, mas estes também devem seguir as políticas estabelecidas. Lembre-se: o exemplo vem de cima. Ao receberem os presentes é preciso, de forma explicita, que seja cumprido os procedimentos padrão, deixando clara a importância que esta prática tem para a empresa;

5) Valorize os profissionais que agirem da forma certa. As pessoas podem sentir que estão perdendo algo ao negarem um presente ou entregarem o item para a área responsável. Demonstre ao colaborador a importância de cumprir as normas éticas da organização e fortaleça a conduta do funcionário para as outras pessoas da empresa.

Venda do balcão de seguros da Caixa fica para depois 1446

Pesam, sobretudo, questões de compliance

Segundo a coluna Broadcast, do jornal O Estado de São Paulo, a venda do balcão de seguros da Caixa Econômica Federal deve demorar mais para ser concluída. A expectativa do banco público era terminar o negócio até o começo deste ano, para que o contrato com as novas sócias vigorasse a partir deste mês até dezembro de 2040. Até agora, porém, ainda não foi possível chegar nem perto disso. O próprio presidente da Caixa, Gilberto Occhi, admite que a data mais correta para a conclusão da operação é o primeiro semestre deste ano. Para dar prosseguimento às negociações é preciso, primeiramente, assinar o contrato com a francesa CNP Assurances para uma nova joint venture nas áreas de seguro de vida, prestamista (que garante o pagamento de prestações em financiamentos) e previdência. Estes segmentos não fazem parte da negociação envolvendo o balcão de seguros.

Após postergação anunciada no final do ano passado, uma nova rodada de negociações entre a Caixa Seguridade, holding que concentrará os negócios de seguros do banco, e a CNP estava prevista para essa semana. A expectativa, até aqui, era de que o novo contrato entre banco e francesa fosse assinado nesta, mas isso pode não acontecer.

Na prática, a venda do balcão de seguros da Caixa nunca foi vista como trivial. Depois de atrair 20 interessados para os outros ramos que não estão dentro do escopo de negociação com a CNP, as seguradoras, especialmente multinacionais, tentam obter aval de suas matrizes para seguir adiante no processo. Pesam, sobretudo, questões de compliance. Além de o negócio compreender cifras elevadas, joga contra ser sócio da Caixa em uma nova empresa em meio a investigações de casos de corrupção envolvendo o próprio banco e alguns de seus dirigentes. Procurada, a seguradora da Caixa não comentou.

AMcom reforça área de inovação para impulsionar transformação digital das empresas 1630

Estamos falando sobre Internet das Coisas, Análise Preditiva, Machine Learning, Blockchain, entre outras

Em busca das melhores tecnologias para atender às necessidades dos clientes, aliando um custo apropriado para tornar viável a adoção, a AMcom, empresa especializada em sustentação e desenvolvimento customizado de sistemas, vem investindo fortemente em capacitações e estruturas dedicadas a linha de inovação. Por isso, para 2018 a empresa decidiu investir ainda mais na área de inovação, que se dedica à implementação de tecnologias inovadoras, como Internet das Coisas, Análise Preditiva, Machine Learning, Blockchain, entre outras.

Num primeiro momento, o foco não é ofertar inovação como diferencial competitivo, mas adotá-la sob a ótica da eficiência operacional, ou seja, aplicar as novas tecnologias a partir das necessidades de negócio dos clientes.

“Levamos as tecnologias inovadoras embarcadas em mudanças de processos para que as empresas caminhem para a adoção da Transformação Digital por completo, porém realizando a conversão passo a passo. Primeiramente, mapeamos os processos para identificar os gaps internos dos clientes e, a partir daí, propomos uma solução que antecipe suas necessidades. Tendo o problema resolvido na prática, o cliente busca entender quais as outras novidades, ampliando a adoção da Transformação Digital como diferencial competitivo”, explica o diretor de serviços da AMcom, Rodrigo Strey.

Com 15% do time de serviços dedicado à área de inovação e mais os especialistas de cada uma das linhas de operação, a empresa já desenvolveu uma extensa gama de projetos de inovação utilizando as mais variadas tecnologias, entre eles a Internet das Coisas (IoT) voltada para o controle logístico atrelado a sensores e conexões em campo; Machine Learning e Análise Preditiva para predição e sugestões de melhores itens para tomada de decisões, análises de linhas de produção, validação de produtos com melhor qualidade etc; Mobilidade voltada para o rastreamento, interações por comandos de voz sem necessidade de utilização de manuseio manual; Blockchain voltado para o controle de operações financeiras, assinaturas de contratos e validações; ChatBot voltado para a automação de atendimentos utilizando robôs em interações com o humano, entre outros.

Outra forma de prover na prática suas incursões pela jornada da Transformação Digital é compartilhar com o ecossistema, por meio de webinars e workshops, as novidades sobre casos práticos desenvolvidos em seus clientes.

“Nós aplicamos na prática aquilo que o mercado ainda trata como conceito. Enquanto todos discutem, por exemplo, se o blockchain vai pegar, a AMcom faz uma aplicação e mostra que é viável, aplicável e pode ser utilizado. Fomentamos a inovação para o negócio com rentabilidade, eficiência operacional e custo acessível”, finaliza Strey.

Zurich apoia campanha Adote um Paciente do GRAACC 2759

Iniciativa é voltada para empresas ajudarem Instituição com doação para o tratamento de crianças e adolescentes com câncer

O Hospital do GRAACC, referência no tratamento do câncer infantojuvenil na América Latina, acaba de lançar a iniciativa Adote um Paciente. O objetivo desta é proporcionar às empresas a possibilidade de, através de suas doações, garantirem os custos médios do tratamento de um paciente do GRAACC, investindo diretamente na cura de crianças e adolescentes que buscam a excelência da Instituição. A Zurich é a primeira empresa a aderir ao projeto com o apoio a 20 pacientes.

Considerado um centro de referência no tratamento do câncer infantojuvenil, o Hospital do GRAACC é habilitado pelo Ministério da Saúde como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON). Atualmente, alcança índices de 70% de cura.

Com um orçamento em torno de R$ 117 milhões, o custo médio mensal de um paciente é de R$ 2.800. Este valor é resultado da divisão do orçamento pelo número de pacientes atendidos em um ano. Porém, pode haver variações de acordo com o procedimento realizado. Por ano, a instituição atende mais de 3,5 mil crianças e adolescentes, entre sessões de quimioterapia, consultas, procedimentos ambulatoriais, cirurgias, transplantes de medula óssea, entre outros.

De acordo com Dr. Sergio Petrilli, superintendente médico do GRAACC, ao adotar um paciente, a empresa ajudará nos custos médios do tratamento, incluindo manutenção dos equipamentos médicos, a aquisição de itens necessários para os procedimentos hospitalares e também o pagamento da equipe assistencial altamente especializada em oncologia pediátrica. “Com uma doação mensal ou anual, a empresa estará investindo diretamente na cura de crianças e adolescentes que buscam a excelência do nosso atendimento”, afirma.

A cada um minuto, uma criança é diagnosticada com câncer no mundo. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), a estimativa é que cerca de 12 mil novos casos sejam registrados por ano no Brasil, uma média de 33 por dia.

Para a Zurich, ser a primeira empresa a aderir à campanha veio ao encontro das políticas e ações de Responsabilidade Social da companhia. “É uma honra para nós inaugurarmos esse projeto do GRAACC, oferecendo o nosso apoio a esta instituição de excelência que se dedica a criar melhores condições de atendimento e tratamento para crianças e adolescentes com câncer”, diz Edson Franco, CEO da Zurich no Brasil.

Cláudia Dill, CEO da Zurich para América Latina, ressalta que com esse tipo de ação, a companhia reafirma sua atitude em colaborar com as comunidades nas quais está presente. “O GRAACC faz um grande trabalho no combate ao câncer infantil, acolhendo inclusive jovens de outros países da América Latina, sendo um grande prazer para a Zurich ajudar neste desafio”.

Serviço
Empresas interessadas em participar da campanha Adote um Paciente, podem entrar em contato neste site ou (11) 5908-9100.

César Saut é a Personalidade de Marketing do ano ADVB/RS 33804

Vencedores do Top de Marketing 2017 são premiados em noite especial

“Quando se destacar se torna uma tarefa complexa, os ousados cumprem a missão”, disse o bem-humorado presidente da Associação dos Dirigentes de Marketing e Vendas do Brasil (ADVB-RS), Sérgio Maia. “Nós temos a felicidade de sermos contemporâneos de uma nova era. Estamos saindo da era industrial, estamos na revolução do digital, que poderá ser a nossa porta para o êxito”, completou durante a abertura da cerimônia de reconhecimento aos profissionais, empresas e entidades destaque em marketing no ano de 2017. A cerimônia foi realizada no Teatro do Bourbon Country, na capital gaúcha.

A Icatu Seguros recebeu duas premiações, na categoria Seguros pela Oficina do Futuro – Como a Icatu transformou a venda de previdência no Sicredi e o Top de Marketing ADVB/RS 2017 Bronze. A Oficina do Futuro é uma plataforma construída com os conhecimentos do atuário Sérgio Rangel e da psicóloga Luciane Fagundes para mostrar as pessoas a importância de poupar.

O vice-presidente corporativo da Icatu Seguros, César Saut, foi eleito a Personalidade de Marketing do Ano. “Honra tua família, valoriza teus exemplos e entende que a vida é finita”, esta foi a mensagem de Saut, que também contou um pouco de sua trajetória no mundo corporativo dos seguros.

Promovido há 35 anos, o Top de Marketing é considerado o prêmio de marketing mais tradicional do sul do país, reconhecendo as melhores estratégias e práticas mercadológicas de organizações em diferentes segmentos de atuação.

Categorias Setores de Mercado

EMPRESA

TÍTULO DO CASE

CATEGORIA DO CASE

Associação Hospitalar Moinhos de Vento

UTI Visitas – A visita familiar ampliada gerando benefícios para a recuperação de pacientes

Top Inovação em Processos ADVB/RS

Banrisul S.A.

Banrisul: DIGITAL, Clique e Simplifique

Tecnologia

Banrisul S.A.

Banrisul: DIGITAL, Clique e Simplifique

Top Inovação em Serviços ADVB/RS

Cooperativa Santa Clara

Plantando o Bem por uma sociedade sustentável

Agribusiness

Cooperativa Santa Clara

Plantando o Bem por uma sociedade sustentável

Top Sustentabilidade ADVB/RS

Lebes

Lebes Life Store

Varejo

Grêmio Foot Ball Porto Alegrense

Rei de Copas – A criação de expectativa como estratégia para a conquista de um título esperado há 15 anos

Esportes

Icatu Seguros

Oficina do Futuro – Como a Icatu transformou a venda de previdência no Sicredi

Seguros

Imobiliária Taperinha

E Agora Raquel: o tira dúvidas do mercado imobiliário

Comunicação

Melnick Even Incorporação e Construção

Linked – Um empreendimento co-branding que está transformando uma região de Porto Alegre

Construção Civil

MML Arquitetura e Engenharia Ltda

Mood Independência

Top Inovação em Produto ADVB/RS

Saque e Pague

Agência Digital Saque e Pague: Tecnologia brasileira transformando a relação das pessoas com seus bancos

Finanças

Unimed Porto Alegre

Hackaton Unimed Porto Alegre – As equipes da Cooperativa pensam fora da caixa e constroem a Unimed Porto Alegre do futuro

Saúde

Grupo Vibra

nat. Verde

Indústria

Categorias Prêmio Incentivo

Instituto do Câncer Infantil

Coragem para Fazer Mais

Top Desenvolvimento Social

Rocket.Chat

Plataforma de Comunicação

Top Startup

Confira todas as imagens – Top de Marketing ADVB/RS

*Colaborou: Reverso Comunicação.

Mercer Marsh Benefícios oferece seguro para bicicleta 3464

Produto foi desenvolvido pela Argo Seguros Brasil e conta com diversas coberturas diferenciadas

O Brasil tem hoje mais de 70 milhões de bicicletas, de acordo com dados da Associação Brasileira de Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo). Já se foi o tempo em que andar de bicicleta era apenas uma atividade de lazer ou esporte. Muitos são os brasileiros que usam as bikes para trabalhar, ir a faculdade ou fazer compras. Por outro lado, as empresas também estão incluindo em suas ações de comunicação e cultura corporativa o incentivo para o uso deste meio de transporte no dia a dia, além de instalações como vestiários e estacionamento para bicicletas.

A Mercer Marsh Benefícios, alinhada com esta tendência, passa a oferecer um seguro com proteções e serviços voltados para usuários de bicicletas. O Seguro Bike é exclusivo para clientes do CLUBMMB, plataforma desenvolvida em parceria com grandes empresas clientes. Os produtos e serviços oferecidos para os funcionários das empresas têm mais opções de coberturas e preços diferenciados em relação aos praticados no mercado.

O Seguro Bike foi desenvolvido pela Argo Seguros Brasil, e o custo médio varia entre 8 a 10% do valor da bicicleta segurada. “Existem bicicletas que possuem alto valor tanto financeiro como sentimental para as pessoas e por isso há a busca por proteção. O mercado de seguros para este segmento ainda é muito novo, mas nós conseguimos condições para oferecer aos nossos clientes um seguro viável”, explica Sandra Beccaro, superintendente de Auto Frotas e Worksite da Marsh no Brasil.

“O produto está disponível para todo o Brasil e pode ser adquirido de forma 100% online, inclusive no procedimento de vistoria na hora da contratação, que é realizado por foto”, complementa.

O seguro inclui coberturas para Bikes de 3 mil a 60 mil reais para roubo e furto, acidentes (reparo ou reposição) e danos a terceiros, que pode ocorrer quando o ciclista atropela algum pedestre ou bate em um carro, por exemplo. Também há a cobertura para acidentes durante o transporte da bicicleta, que protege tanto em caso de acidente enquanto se carrega a bicicleta no carro ou no avião, em viagem nacional.

A plataforma CLUBMMB

O CLUBMMB hoje atende funcionários de empresas multinacionais e nacionais, de grande e médios portes. Os produtos e serviços oferecidos para os funcionários têm mais opções de coberturas e preços diferenciados em relação aos praticados no mercado.

“Disponibilizamos outros seguros como o viagem, pet, auto, residencial, e para dispositivos portáteis. Trata-se de mais uma possibilidade para as empresas poderem aumentar o pacote de benefícios, diminuir custos de operação e agregar valor à sua política de RH”, afirma Beccaro. Além da ampla cobertura, os membros também têm como vantagem prazos de carência bastante baixo quando comparado aos disponíveis no mercado. No caso do seguro Bike o prazo é de 24 horas.