O corretor e o consumidor do futuro 42307

Nem tudo é sobre o acaso, na grande maioria das vezes, é sobre preparação

O futuro é um conjunto de fatos relacionados a um tempo que há de vir; destino ou sorte, conforme determina o dicionário. Mas nesse período que sucede o presente, nem tudo é sobre o acaso, na grande maioria das vezes, é sobre preparação. Os corretores de seguros estão preparados para o futuro se ele chegar hoje?

A KSA Corretora de Seguros, de Porto Alegre (RS), é um exemplo que vem trabalhando numa nova linguagem para atender os futuros consumidores. Mesmo com seus dez anos de trabalho consolidados, a empresa não ficou na zona de conforto e procurou uma agência de publicidade para dar um visual mais jovem aos seus processos. “Chegou um momento que eu entendi que o caminho e a estrada são na corretagem de seguros e começamos a fazer uma história bacana e bonita, lenta e com solidez, mas nunca nos acomodamos”, conta o fundador e diretor comercial, Jean Figueiró.

Jean Carlo Figueiró, gestor da KSA Corretora de Seguros, durante reconhecimento no 15º Troféu JRS

Para os clientes de longa data de uma corretora de seguros, é muito importante enxergar credibilidade e respeito. A cara nova da KSA reforça estes valores e insere novas possibilidades ao seu portfólio. “Com os dez anos próximos, achamos que seria legal nos reinventarmos e começar a preparar a empresa para o mercado do futuro, que é o dos meus filhos e a nova geração. O objetivo é começar a olhar o cliente deles”, comenta ao lembrar que sua trajetória vem construída de muitos anos no mercado segurador, uma vez que, no momento que voltou a operar na corretagem, obteve 70% de seus clientes de volta.

Sucessão familiar é um conceito muito forte entre os corretores de seguros, pois, em algum momento, a carteira de clientes que o profissional constituiu passará a outro. E o natural e costumeiro é que fique em família. Os dois filhos de Jean trabalham no mercado de seguros, sendo que o mais novo, Luã, está na KSA há seis anos. “Ele se preparou para isso, fazendo o curso de corretor e estudando o mercado. Eu entendo ele como um grande vendedor, pois tem uma rede de relacionamentos enorme, levando uma relação não puramente comercial, mas de vínculo e de afetividade”, diz. “Eu acho que isso transforma o nosso mercado: quando é possível ter amigos e estes amigos serem clientes”, acrescenta.

A KSA também está com projetos que visam reforçar a cultura do seguro nos consumidores. A ideia é conscientizar, além do corriqueiro automóvel, sobre outras proteções existentes, como vida e residencial, que o futuro cliente em potencial ainda não conhece. “Por isso, estamos desenvolvendo um projeto com alguns parceiros para fazer palestras em escolas públicas, debater o seguro neste ambiente de formação escolar, mas também levar a cultura do nosso produto para que eles entendam desde muito jovem que existe uma proteção e venham talvez até a repassar essas informações aos seus pais”, revela. “São estes jovens que são os futuros motoristas, futuros donos de casa e nós precisamos nos adaptar a este novo público e sobretudo ensiná-los que existe um segmento que mexe com a nossa economia, com a nossa poupança e está vinculada à proteção”, complementa.

Sobre o que realiza diariamente, a corretora capitaneada pelo corretor de seguros Jean Figueiró trabalha com todos os ramos, mas procura se especializar naqueles mais específicos e menos explorados pelos colegas em geral, como seguro para cartórios, consignados e Responsabilidade Civil. “Temos bastante seguros de cartórios, e no Brasil inteiro nos tornamos uma referência nesse produto, pois, fora nossos amigos que atuam conosco, a maioria das pessoas nem sabe que existe”, afirma. “O nosso mercado é muito grande e há muito para ser explorado, precisamos ampliar a nossa visão, deixar de manter-se no ramo tradicional e precisamos de especialização”, defende.

O futuro já chegou?

Durante muito tempo se acreditou que o futuro da corretagem seria através da venda online de seguros. Uma recente pesquisa, apresentada na 11ª edição da pesquisa TIC Domicílios 2015, mostra que 58% da população brasileira usa a internet, o que representa 102 milhões de internautas. “A penetração de conectividade vem aumentando cada vez mais. O surgimento de empresas e serviços online acontece para atender à demanda cada vez mais evidente. Com o mercado de seguros não é diferente. Ele se diversificou de acordo com as exigências dos consumidores”, explica a head de marketing da corretora de seguros online Bidu, Marcella Ewerton.

Inserida neste meio, a Bidu, quando começou suas atividades em 2011, tinha ideia de simplificar a contratação de seguros, tornando tudo mais prático e acessível. Apesar de sua forte aposta na internet, a empresa acredita que a prática é uma das possibilidades de intermediação no mercado de seguros, mas não é a única. “O que vemos atualmente, mesmo em meio ao boom de tecnologia, são corretores tradicionais que aumentam sua carteira de clientes e seguem fazendo bons negócios”, confia. “Assim como em outros mercados, a venda online não é o único futuro. Por exemplo, no mercado de varejo, o surgimento de e-commerces foi importante para o mercado. Mas não fez com que lojas físicas desaparecessem: o mercado mostrou que há espaço para diferentes formas de negócio”, exemplifica.

A corretagem de seguros, como tantos outros ramos, caminha para um novo formato. A indústria de seguros, que inclui a corretagem, está num movimento que de adaptação às novas tecnologias e demandas do público. Muitos corretores acreditam na venda online mista, aquela que só coleta os dados do cliente e finaliza a venda através de outro meio. Tratando-se do seguro auto, carro chefe da corretora, o cliente tem a opção de escolher o processo que prefere. “No nosso site, é possível seguir todos os passos da contratação online, tendo um contato telefônico apenas de auditoria dos dados. Porém, muitos clientes preferem esse contato antes e com um tom consultivo: nossos consultores auxiliam na escolha do melhor seguro e tiram as dúvidas que podem surgir durante a contratação”, declara.

Além da venda através do computador, a Bidu também procura outras formas de inovar. “Hoje, nossa inovação está centrada em encontrar novos produtos para atender nossos clientes e inseri-los no nosso universo. Além de buscar fazer isso com muita eficiência, analisando diversas perspectivas do nosso negócio constantemente”, expõe. Mas Marcela lembra que o início já se tratou de uma inovação, uma vez que foi preciso unir dois elementos de dois mundos diferentes, a tecnologia e o seguro. “Fazer a integração online com as seguradoras, por exemplo, para conseguirmos mostrar para o cliente o preço online foi um grande desafio, que hoje já dominamos e fazemos apenas ajustes e adequações”, avalia.

Além disso, foi preciso entender que seguro não é um tema com o qual o brasileiro está habituado. Por isso, a empresa investe em seu papel para esclarecer o assunto. “Temos um time de conteúdo e comunicação focado em produzir textos, vídeos e outros formatos para deixar o mundo dos seguros mais acessível aos consumidores. Além disso, o nosso atendimento é preparado para resolver qualquer dúvida que um cliente possa ter”, específica ao reiterar que isso também garante o bom entendimento de um contrato de seguros comercializado pela rede mundial de computadores. “É importante, antes, investir em educação sobre esse tema. Assim, o cliente já tem informações suficientes para tomar uma decisão consciente na hora de contratar um seguro”, conclui.

Rede Lojacorr inaugura 46ª Unidade, em Sergipe 536

Maior rede de corretoras de seguros do Brasil segue processo de expansão

A Rede Lojacorr, maior Rede de Corretoras de Seguros independentes do Brasil, segue em processo de expansão por todo o país e inaugurou na última quinta-feira (11/01), na capital de Sergipe, Aracaju, sua 46ª Unidade.

Para celebrar a nova Unidade Rede Lojacorr Sergipe, foi oferecido um café da manhã no hotel Aquarios, com a presença de aproximadamente 50 pessoas, entre corretores e representantes das companhias seguradoras locais, e diretores da empresa. “A expectativa de desenvolvimento da Unidade Sergipe é ótima”, afirma Mayara Barreto, concessionária responsável pela Unidade. “O evento rendeu muitos contatos de corretores interessados em realizar o cadastro conosco, e já iniciamos os agendamentos para reuniões com eles. Temos, de imediato, dois inscritos, já produzindo, e mais oito agendados interessados em ingressar”.

O diretor Comercial da Rede Lojacorr, Geniomar Pereira, declara a satisfação com a chegada a Sergipe. “Há dois anos estávamos planejando ingressar no Nordeste e agora inauguramos a Unidade Sergipe, que já é a nossa quinta na região. Essas conquistas são motivo de muito orgulho e dão a noção de onde queremos chegar – a Rede Lojacorr pretende, no curto prazo, atender corretores de seguros de todos os pontos do Nordeste. Iremos inaugurar ainda no primeiro semestre de 2018 as Unidades Maceió, Fortaleza e Recife, e nosso objetivo é chegar até o início de 2019 com uma Unidade em cada estado nordestino. Estamos dando passos firmes para abranger todo o Nordeste e todo o Brasil”, demonstra.

Multiplus oferece 15 pontos por real gasto na contratação de seguro viagem Assist Card 482

Promoção é válida até 25 de janeiro

Os participantes Multiplus que estão com viagem marcada para o mês de janeiro poderão acumular ainda mais pontos na contratação do seguro viagem. Até o dia 25 deste mês, será possível acumular 15 pontos por real gasto na contratação de uma apólice da Assist Card, por meio da Multiplus Corretora de Seguros. Membros do novo Clube Multiplus terão até 30% de pontos extras, conforme o plano contratado, e assim acumularão ainda mais pontos.

A promoção é válida para os seguros emitidos por meio da plataforma da Multiplus, com vigência inicial ainda no mês de janeiro e com voo saindo do Brasil. Os pontos serão creditados na conta do participante em até 30 dias após a data do pagamento.

Os planos da Assist Card incluem assistência médica, rastreamento de bagagem, reembolso em caso de cancelamento ou atraso de voos, emergências odontológicas, cobertura para práticas de esportes radicais e acompanhamento de menores de idade.

Países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen, por exemplo, exigem que o viajante tenha um seguro viagem. Com a promoção, além de garantir uma viagem tranquila, o participante incrementará a sua poupança de pontos e poderá utilizá-los em novas viagens para mais de mil destinos operados pela LATAM e companhias aéreas parceiras pela oneworld.

Casa de Saúde São José inaugura nova emergência 444

Hospital passa a oferecer atendimento em novas especialidades a partir deste mês

A Casa de Saúde São José, tradicional hospital do Rio de Janeiro, vai inaugurar uma nova Emergência 24 horas, em janeiro. O setor passou por remodelação e modernização e teve sua área triplicada, o que permitiu a ampliação das especialidades oferecidas. Com a nova estrutura, haverá atendimento médico em Cardiologia, Clínica Médica, Ortopedia e Obstetrícia, além de especialidades de apoio nas áreas de Neurologia, Neurocirurgia, Cirurgia Geral, Cirurgia Vascular, Urologia e Cirurgia Cardíaca. Foram investidos R$ 10 milhões nessa iniciativa.

“Esperamos um aumento de 200% nos atendimentos para os próximos dois anos, chegando a 6 mil por mês. Para isso, contaremos com uma equipe altamente qualificada, com mais de 100 profissionais especialmente treinados para este tipo de atendimento. Fizemos contratações para diversas posições, como enfermeiros, técnicos de enfermagem e médicos. Nossa equipe praticamente dobrou para atender às novas demandas”, aponta o diretor executivo da Casa de Saúde São José, Nélisson do Espírito Santo.

Coordenador clínico da Casa de Saúde São José, o cardiologista José Kezen explica que o projeto foi baseado em quatro pilares. “Teremos os seguintes pontos focais: atendimento voltado para a necessidade individual, classificação de risco e admissão simultâneas, pacientes graves com encaminhamento direto ao leito e casos menos graves com assistência mais ágil”, explica José Kezen.

A remodelação incluiu também uma obra no pátio, o que vai garantir o melhor acesso de ambulâncias à unidade. De acordo com Kezen, algumas iniciativas já foram implementadas para garantir mais agilidade ao atendimento. Desde agosto, os pacientes são recebidos na recepção por um enfermeiro, o que confere à etapa de classificação de risco mais técnica e acolhimento.

“Além disso, os colaboradores foram treinados para usar uma ferramenta de gerenciamento de fluxo de trabalho. A meta é reduzir o tempo de atendimento do paciente, da recepção à alta hospitalar”, aponta o médico.

SulAmérica traz ao Brasil o aplicativo Sharecare 448

Programa Saúde Ativa é reforçado em 2018 com tecnologia inédita para gestão de saúde e bem-estar

A SulAmérica, maior seguradora independente do País, apresenta mais uma novidade do programa Saúde Ativa para apoiar a gestão de saúde e bem-estar dos beneficiários: o aplicativo Sharecare. Inédita no Brasil, a ferramenta de e-health contribui para que o usuário adote um estilo de vida mais equilibrado, agregando tecnologias inovadoras para monitorar condições de saúde e engajá-lo em atividades de autocuidado.

“Trazer um aplicativo tão inovador e completo quanto o Sharecare para o mercado nacional é mais uma iniciativa da SulAmérica que reforça o compromisso da companhia com a excelência e a inovação na gestão de saúde populacional. Este é um trabalho que temos desenvolvido desde 2002, por meio do Saúde Ativa, e que é intensificado com a chegada da ferramenta, oferecendo ao segurado uma experiência personalizada, eficaz e divertida para cuidar da saúde”, afirma o vice-presidente de Saúde e Odonto da SulAmérica, Maurício Lopes.

A plataforma possui um sistema de inteligência que permite ao usuário descobrir se a sua idade cronológica corresponde à idade real do seu corpo, aplicação que tangibiliza, de forma lúdica, o resultado do monitoramento de saúde. Essa estimativa é calculada a partir de informações captadas por interações diárias via app, além da integração com wearables, dispositivos eletrônicos e bancos de dados. Criada pelos especialistas Dr. Mehmet Oz e Dr. Mike Roizen, nos Estados Unidos, a metodologia já foi testada por mais de 40 milhões de pessoas em todo o mundo.

Dessa forma, o segurado pode acessar, com privacidade e segurança, num único aplicativo, todo o seu perfil de saúde, incluindo medidas antropométricas, pressão arterial, doenças preexistentes, resultados de exames e hábitos de alimentação, sono e exercícios. É possível, ainda, monitorar o estresse a partir do tom e da intensidade de voz utilizados em ligações telefônicas ou através de comando manual, de acordo com o sistema operacional do smartphone. Com a atualização constante desses dados, os algoritmos aprendem cada vez mais sobre o indivíduo e sobre o que ele precisa para uma vida mais feliz e equilibrada.

A plataforma trabalha, então, para apoiá-lo na adoção de um estilo de vida saudável, identificando pontos de melhoria e recomendando mudanças simples que possam fazer a diferença ao longo do tempo. Diariamente, o usuário recebe conteúdos de especialistas e recomendações personalizadas, além de lembretes para atividades. Quando oito ou mais metas diárias são atingidas, conquista-se um Green Day (Dia Saudável).

O aplicativo Sharecare está disponível para download gratuito na Google Play Store (Android) e na Apple Store (iOS). Para acesso a conteúdos exclusivos da SulAmérica, os segurados devem baixa-lo diretamente pelo app SulAmérica Saúde.

Clube dos Corretores do RJ: Perspectivas para 2018 446

Presidente do CCS-RJ faz balanço de 2017 e projeta 2018

A perspectiva de retomada do crescimento da economia é um dos fatores que, de acordo com o presidente do Clube dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro (CCS-RJ), Jayme Torres, podem melhorar o desempenho do mercado de seguros. Apesar de ver 2018 com bons olhos, ele observa que também será um ano em que será preciso estar atento. “Com as eleições, grandes eventos e os feriados prolongados, estatisticamente, roubos podem ser mais frequentes do que em outros anos”, avalia.

Além disso, Torres acha importante, para os seguradores, dispensar atenção extra às novidades tecnológicas e como elas podem facilitar o trabalho dos corretores. “O uso de novas ferramentas pode ser um estímulo para o aprimoramento da carreira dos corretores, é preciso despertar essa necessidade para aqueles que ainda não aderiram à era digital”, afirma.

O presidente do CCS-RJ chama a atenção também para as primeiras responsabilidades do ano dos corretores de seguros. “O corretor que possuir uma empresa enquadrada no Simples Nacional tem que estar atento para o recadastramento das Corretoras PJ pela Susep”, relembra. O prazo para recadastramento na Superintendência de Seguros Privados (Susep) vai de 1º de março até 30 de agosto de 2018.

Um balanço de 2017

Para o presidente do CCS-RJ, 2017 foi um ano de conquistas no combate à proteção veicular. Ele destaca a presença do Clube nas audiências públicas sobre o tema e a crescente atenção que tem sido dada pela imprensa ao assunto. “Ganhamos mais voz no combate a essa prática com matérias veiculadas no jornal O Globo, no Bom dia Brasil, na Rede Bandeirantes, na Globo News e no ‘Mais você’. Em todas elas participamos com informações e entrevistas”, afirma.

Um dos objetivos da diretoria para este ano é intensificar essa atuação. “Continuaremos nosso trabalho na divulgação, denúncia e combate à forma ilegal como essas associações atuam, buscando conscientizar as pessoas que pensam estar protegidas ao contratarem uma proteção veicular quando, na verdade, estão ainda mais vulneráveis”, garante.

Torres destaca outras ações do CCS-RJ no ano que passou, como a viabilização da participação dos corretores do Rio no Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros. “Nossa aproximação e trabalho em conjunto com as principais entidades do mercado, como o Sindseg-RJ, o CVG-RJ, o Sincor-RJ, a Escola Nacional de Seguros e a​ Fenacor também foram muito importantes em 2017”. Ele acredita ainda que a presença dos executivos das principais seguradoras nos encontros do Clube foram extremamente produtivas para a instituição. E anuncia: “a programação para 2018 será divulgada em breve”.