Operação no RS fiscaliza 115 mil veículos no feriadão de Carnaval 1665

Foram mais de 21 mil infrações de trânsito

Nos seis dias de atuação reforçada foram realizados 6.868 testes de etilômetro, que registraram 145 infrações por alcoolemia, além de 243 autuações por recusa

A Viagem Segura de Carnaval, que teve início à zero hora de sexta-feira (09) e se estendeu até a meia-noite de quarta-feira (14), registrou 21.511 infrações de trânsito, recolheu 1.230 veículos a depósito e reteve 548 carteiras de habilitação irregulares. Nesta 85ª edição da operação foram fiscalizados, em todo o Estado, 115.091 veículos no período.

Nos seis dias de atuação reforçada foram realizados 6.868 testes de etilômetro, que registraram 145 infrações por alcoolemia, além de 243 autuações por recusa. A ação da Polícia Rodoviária Federal, Brigada Militar e Comando Rodoviário da BM permitiu retirar das ruas 388 potenciais causadores de acidentes, que responderão de acordo com as sanções administrativas por infração dos artigos 165 e 165-A do Código de Trânsito Brasileiro: multa de R$ 2.934,70 e suspensão do direito de dirigir por um ano, além da retenção do veículo e do documento. Destes, 19 incorreram em crime de trânsito e ainda foram conduzidos a delegacias.

Neste feriadão ocorreram 318 acidentes, que resultaram em 19 mortes no local. Além disso, 280 pessoas ficaram feridas nas ruas e estradas gaúchas. No ano passado, foram 29 mortes, considerando os óbitos que ocorrem em até 30 dias pós-acidente.

A Operação Viagem Segura

A Operação Viagem Segura, que completou seis anos de atividades no último feriado de 15 de novembro, tem como principais parceiros Polícia Rodoviária Federal (PRF), Brigada Militar (BM), Comando Rodoviário da BM (CRBM), Detran/RS e Polícia Civil. Também colaboram órgãos de trânsito municipais (EPTC em Porto Alegre), ANTT, DNIT, Cetran/RS, DAER, EGR, Famurs, além de representantes da sociedade civil organizada, como o Lions Club e o Instituto Zero Acidente.

Nas 85 edições já realizadas até o momento, mais de 5,2 milhões de veículos foram fiscalizados. O resultado foi a autuação de 914,1 mil infrações, o recolhimento de 87,3 mil veículos e 23,5 mil Carteiras Nacionais de Habilitação. Foram realizados 190,9 mil testes de etilômetro, que registraram 15,4 mil infrações por alcoolemia, além de outras 2,6 mil por recusa ao teste.

Megablitz

Na noite de sexta-feira para sábado, DetranRS, Brigada Militar, Polícia Civil e EPTC realizaram duas blitze conjuntas na Capital, buscando coibir comportamentos de risco e retirar de circulação aqueles motoristas sem condições de dirigir.  As operações foram montadas nas avenidas Assis Brasil, nas proximidades do nº 1.696, e 24 de outubro, defronte ao número 200. No total foram fiscalizados 68 veículos, somando os esforços dos agentes da Balada Segura à Operação Viagem Segura.

Os órgãos de trânsito autuaram 29 infrações diversas e realizaram 60 testes de etilômetro. Dois motoristas tiveram resultado positivo no teste e foram autuados por dirigir sob a influência de álcool. Outros oito foram autuados por recusa ao bafômetro.

Corretores do Rio de Janeiro contam com diversas atividades de qualificação 1522

Palestras

Sincor-RJ aborda temas diversos e fomenta conhecimento aos profissionais da região

Uma série de eventos acontecem em maio visando a qualificação dos profissionais da corretagem de seguros no Rio de Janeiro. No dia 16 de maio, Henrique Brandão, presidente do Sindicato dos Corretores de Seguros (Sincor-RJ), ministrou palestra para um grupo seleto de corretores de seguros de Volta Redonda, no Hotel Bela Vista. Durante a apresentação, foram mencionados temas como o cenário econômico nacional, a evolução tecnológica, os problemas na relação entre corretores e seguradoras, além da necessidade de união da categoria.

Da esquerda para a direita: Presidente do Sincor-RJ, Henrique Brandão; o Delegado Sindical da Região Sul Fluminense, Luiz Henrique; O Diretor Financeiro, Mariano Leite; e o Diretor Social, Nilo Rocha / Divulgação
Da esquerda para a direita: Presidente do Sincor-RJ, Henrique Brandão; o Delegado Sindical da Região Sul Fluminense, Luiz Henrique; O Diretor Financeiro, Mariano Leite; e o Diretor Social, Nilo Rocha / Divulgação

“Estar presente com os profissionais que atuam na região sul fluminense foi de extrema importância para debatermos os assuntos pertinentes ao mercado de seguros no Brasil. Durante a apresentação, mencionei vários tópicos para que todos os presentes tivessem a oportunidade de compreender as questões referentes ao setor, tendo a premissa que o Sincor-RJ faz um trabalho de base para estar cada vez mais próximo dos corretores de seguros em todo o Rio de Janeiro”, ressalta Brandão.

Visando ampliar os horizontes nos negócios aos corretores de seguros, ainda foi realizada a primeira reunião do Comitê de Tecnologia do sindicato. Na quarta, foi a vez da palestra Seguro Fiança, Garantia e Garantia Judicial, que conta com apresentação de Eduardo Fontes, gerente regional da Pottencial Seguradora no RJ/ES; Leandro Carvalho, sócio-diretor da ProBrokers; e de Fernando Vieira, gestor da Vieira Corretora de Seguros.

Palestra Sincor 2018
Divulgação

Já na quinta será promovido um curso básico sobre seguros para funcionários de corretoras com Arley Boullosa, diretor de Ensino e Tecnologia do Sincor-RJ. Por fim, na sexta-feira (25), o sindicato promove o II Debate Lagos, que acontece em Cabo Frio e conta com a participação de diversos executivos ligados ao setor.

“Nosso objetivo é aprofundar o assunto tecnologia e para isso mudamos o formato. Não teremos uma palestra e sim uma reunião para discutirmos os impactos que a tecnologia está causando no mercado, em nossas operações, tendências e o que os corretores podem e devem fazer para se tornarem mais eficientes, produtivos e competitivos. Abrimos inscrições para corretores associados e não associados e queria um grupo com 15 corretores interessados no tema. Tivemos 23 inscritos em dois dias e fechei as inscrições para não fugirmos do que queremos para os encontros”, explicou Boullosa.

O Sincor-RJ tem uma meta de trazer dois mil corretores para palestras, cursos, workshops e treinamentos e há um empenho para cumprir esse objetivo, qualificando não só os corretores de seguros, mas os funcionários das corretoras, que atuam nas empresas e precisam ter conhecimento.

“Aumentamos a demanda de novos cursos, palestras semanais e debates porque a categoria precisa se atualizar e se qualificar em relação aos produtos oferecidos pelas seguradoras, ter habilidades para lidar com as novas tendências tecnológicas e ter a consciência de que se não se aliar a tecnologia, vai parar no tempo e ficar pra atrás. O sindicato está de portas abertas para o profissional corretor de seguros, pois estamos aqui para gerar discussões sobre diversos assuntos e dar todo suporte necessários aos que possuem interesse em ampliar sua carteira de clientes e ter sucesso na profissão”, conclui Henrique Brandão.

Tecnologia a serviço do mercado de seguros 1194

Tecnologia

Comitê de Tecnologia do Sincor-RJ amplia atuação em projetos pilotos

A terça-feira (22) foi produtiva para o Comitê de Tecnologia do Sindicato dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro (Sincor-RJ). Participam do grupo Arley Boullosa, diretor de ensino da entidade; Julio Fazenda, da Ibrowse; Maurício Mello, da Proevo; e, Israel Martins, da Dino. O momento contou com a participação de um grupo seleto de corretores de seguros.

Divulgação
Divulgação

Julio Fazenda, da Ibrowse iniciou uma apresentação sobre as mudanças que impactam o setor de seguros desde 2012. O especialista ainda falou sobre o SOLO, um robô virtual que utiliza inteligência artificial e funciona em operações de cobranças para instituições financeiras. O piloto inédito utilizará o conhecimento dos participantes do Comitê para alimentar o banco de dados e responder perguntas sobre seguros. Essa tendência será utilizada para democratizar e acelerar o suporte para os corretores e os funcionários das corretoras.

O sócio-diretor da Proevo Soluções Tecnológicas, Maurício Mello, apresentou um software de gestão para corretoras na versão beta e que vai entrar em teste para os corretores que participaram da reunião. O objetivo é que o sistema seja finalizado com a participação dos que participaram do comitê e em seguida, seja lançado para todo o mercado.

Maurício Mello é sócio-diretor da Proevo Soluções Tecnológicas
Maurício Mello é sócio-diretor da Proevo Soluções Tecnológicas

“Percebemos que sem a tecnologia, não teremos a menor condição de trabalhar e dar continuidade as nossas atividades profissionais. O corretor de seguros precisa acessar uma apólice, transmitir um arquivo e até mesmo gerenciar os negócios da sua corretora através de um sistema simples e eficaz. As insurtechs estão presentes no nosso cotidiano, para mostrar a todos nós que a tecnologia se tornou uma aliada do mercado segurador. Esse comitê só demonstra o quanto as tendências tecnológicas estão presentes ditando regras e facilitando todo processo administrativo, agregando de forma positiva para os negócios”, declara Mello.

Israel Martins, da Dino Marketing Digital, finalizou a apresentação com soluções para os corretores iniciarem a jornada no mundo digital. Foram apresentadas soluções que podem ser executadas com a criação de “personas”, para identificação do cliente foco e formatação de campanhas no Facebook Adwords.

O Comitê de Tecnologia possui a finalidade de gerar soluções que atendam a categoria. “A ideia é que se discuta não apenas o impacto da tecnologia no nosso negócio e as tendências para que possamos nos antecipar, mas também possamos gerar soluções adequadas às necessidades dos corretores. Com esse objetivo, convidei o Julio Fazenda, Maurício Mello e Israel Martins para ouvirem os que participaram da reunião. Sempre recebemos de empresas de tecnologia ‘fórmulas prontas’ e nunca nos perguntaram o que precisamos. Quis com o Comitê de Tecnologia inverter isso e fazer com que os fornecedores desenvolvam soluções realmente úteis. Agora iremos iniciar os pilotos com as três empresas e criarmos juntos as ferramentas. Outra preocupação minha foi o preço. Temos que participar do desenvolvimento, mas, uma preocupação é que também sejam acessíveis aos corretores pequenos e médios. Os grandes tem dinheiro para investir em sistemas sofisticados e caros e que, por terem tantas funcionalidades, as vezes até mais que precisamos, são caros demais”, explicou Boullosa.

Seguros e educação financeira estão diretamente ligados 1272

Semana Nacional de Educação Financeira

Assunto foi tema de debate entre ANSP e AIDA

O seguro como elemento de educação financeira e seu impacto na sociedade. Com esse intuito, Associação Nacional de Seguros e Previdência (ANSP) e Associação Internacional de Direito de Seguros (AIDA Brasil) promoveram um debate sobre o assunto durante a 5ª Semana Nacional de Educação Financeira, no último dia 15 de maio.

“Contamos com a parceria da ANSP para desenvolver a educação no mercado de seguros com o objetivo de fortalecer o entendimento e a utilização dos produtos de seguro para a sociedade”, explica Inaldo Bezerra, presidente da AIDA no Brasil.

O debate expôs temas como novas tecnologias, mediação e conciliação como medidas de educação e economia social, gamificação e lições de economia e a relação entre educação de seguros e financeira. “A promoção da discussão de qualquer tema referente à educação, e especialmente à educação financeira, é parte central da nossa razão de existir, bem com a parceria com entidades como a AIDA”, reforça João Marcelo, presidente da ANSP.

Para Márcia Cicarelli, uma das expositoras e Diretora de Cátedras da ANSP, o evento “é fundamental para que se consiga ter no mercado de seguros essa conscientização de que o seguro se insere dentro de algo maior”.

A iniciativa contou foi organizada por Ana Rita Petraroli, coordenadora da Cátedra de Seguros Inclusivos da ANSP, e Vivien Lys, presidente do Grupo Nacional de Trabalho Solução de Conflitos da AIDA. “O conhecimento, por todos, de seus direitos e obrigações, tende, inclusive, a reduzir a litigiosidade no mercado de seguros”, finaliza Vivien.

Confraria SURA visa contribuir com a sustentabilidade de negócios e corretores 1023

Sura

São Paulo foi palco do segundo encontro do Módulo Nacional do Programa de Educação Executiva

Promover conhecimento, informações que visam melhorar a consultoria dos clientes e garantir a sustentabilidade do mercado. Esse é o principal objetivo da Confraria SURA. A iniciativa teve seu segundo encontro do módulo nacional realizado entre os dias 15 e 17 de maio, no Hotel Tivoli Mofarrej, em São Paulo, capital.

“Esse programa foi criado para que nossa empresa possa reconhecer e gerar valor para nossos parceiros por meio de um conteúdo customizado, com foco na gestão e no auxílio da sustentabilidade dessas corretoras. Entendemos que fortalecendo o negócio deles estamos, indiretamente, fortalecendo nossa empresa também, além de nos aproximarmos de forma muito efetiva”, afirma Thomas Batt, CEO da Seguros SURA.

O programa tem como pilares a capacitação, prestação de serviços diferenciados e reconhecimento de um grupo especial de corretores, selecionados por meio de análises de desempenho e de valorização da relação de longo prazo com a Seguros SURA. A primeira etapa do módulo nacional do programa de Educação Executiva aconteceu entre os dias 18 e 21 de abril, quando foram abordados temas como Visão Estratégica e Tendências, além de Gestão Estratégica de Pessoas, com participação de especialistas do mercado. Na segunda etapa, os temas abordados foram Estratégias de Venda e Experiência do Cliente, Planejamento da Sucessão e do Legado, Gestão Financeira e Tomada de Decisão, além de Geração de Valor para Clientes.

“A partir do entendimento da realidade dos corretores definimos todos os conteúdos do programa, com uma curadoria minuciosa e exclusiva. Completamos, com os temas abordados neste último módulo realizado, o ciclo de 360° do ponto de vista de gestão”, explica Marcelo Biasoli, diretor de Marketing e Inteligência de Negócio da Seguros SURA. Como próximo passo do programa, boa parte de toda a capacitação e conhecimentos apresentados nesse último encontro será compartilhada também com as equipes desses parceiros nas corretoras, por meio de apresentações presenciais. “Atingiremos cerca de 2 mil profissionais com essa ação”, finaliza Biasoli.

“Percebemos que nossos parceiros têm absorvido os aprendizados e a filosofia de desenvolvimento de negócios da Seguros SURA, que tem como base a geração de valor e não a disputa por preços. Estabelecemos uma relação de confiança com esses parceiros por meio da coerência, que fortalece nosso relacionamento e que fornece meios para viabilizar a sustentabilidade do negócio deles e do nosso”, diz Cristiano Saab, vice-presidente de Vendas, Canais e Subscrição da Seguros SURA.

Roberto Sami Acherboim, da Orla Administração e Corretagem de Seguros foi um dos participantes do Confraria SURA e destaca a efetividade da iniciativa. “Certamente vou aplicar muito do que vi na corretora. Já participei de outros treinamentos, mas nenhum neste padrão, e é nítido que ele foi feito com base na nossa realidade e nos nossos desafios”, relata Acherboim.

Corretores da Previsul estão em Cancún, no México 1323

Cancún, México

Viagem é premiação final da campanha de vendas do ano passado

Os vencedores da Campanha de Incentivo de Vendas de 2017 da Previsul Seguradora, “Sou + Previsul – Você + leve muito em breve”, de todo o país embarcaram na última sexta-feira para Cancún, no México. Ao todo, 15 profissionais são acompanhados de Renato Pedroso, presidente, e Andreia Araújo, diretora de negócios da companhia.

“Parabenizo todos os corretores parceiros, que se dedicaram durante todo o ano de 2017. Este é o reconhecimento de todo o trabalho e esforço realizados no ano passado. O presidente Renato e eu fazemos questão de acompanha-los nesta viagem, pois sabemos o quão é importante estarmos sempre próximos dos nossos parceiros. Preparamos todo o roteiro com muito cuidado e carinho e esperamos que sejam dias de muita leveza, tranquilidade e diversão para todos os corretores”, explica Andreia. A comitiva deve retornar ao Brasil ao longo desta quarta-feira, 23.

A nova campanha já está no ar. Trata-se da “Sou + Previsul – É você corretor, no centro da inovação”. Cerca de 10 corretores com o melhor desempenho em vendas emitidas entre 1° de janeiro e 31 de dezembro de 2018 embarcam para São Francisco e Vale do Silício, nos Estados Unidos. “Todos os corretores têm chances de serem premiados com a viagem da Campanha de Incentivo. O engajamento e os resultados obtidos podem garantir uma viagem aos Estados Unidos, em 2019”, completa a diretora de negócios.