Momentos emocionantes marcam transição na SulAmérica 7762

Porto Alegre foi a 12ª cidade a conhecer novo vice-presidente Comercial e de Capitalização da seguradora

Momentos emocionantes marcam a despedida de Matias Ávila da vice-presidência Comercial e de Capitalização da SulAmérica. Ávila transmite o cargo para André Lauzana. Porto Alegre foi a 12ª e última cidade a receber a apresentação e contou com um grande público de corretores parceiros da companhia. A Casa Vetro foi o palco deste encontro especial.

Matias Ávila se despede da vice-presidência da SulAmérica em Porto Alegre (RS)
Matias Ávila se despede da vice-presidência da SulAmérica em Porto Alegre (RS)

“O que fazemos é cuidar de gente, depois de quase 40 anos em uma vida dedicada ao negócio de seguros vou tentar dar uma desacelerada em um processo muito claro e transparente. A SulAmérica tem me acolhido e está fazendo um processo de transição que qualquer profissional escolheria fazer. Tenho inúmeros amigos em todo o estado do Rio Grande do Sul e tenho um prazer muito grande em estar aqui com vocês”, disse Matias Ávila ao confirmar participação no 16º Troféu JRS, que acontece no dia 19 de outubro, na capital gaúcha.

Além de demonstrar toda intimidade e profissionalismo existente nos processos da companhia com o mercado segurador gaúcho, a SulAmérica apresentou seus expressivos resultados operacionais de 2017 e anunciou que a Rússia será o novo destino da campanha PRA – Super Campeões, campanha de incentivo para os profissionais da corretagem.

André Lauzana é o novo vice-presidente Comercial e de Capitalização da SulAmérica
André Lauzana é o novo vice-presidente Comercial e de Capitalização da SulAmérica

“Este é um momento especial, em um processo extremamente pensado e maduro. Agora estou mais próximo ainda dos corretores, que levam aos nossos segurados as melhores proteções e os melhores serviços”, disse André Lauzana, novo vice-presidente Comercial e de Capitalização da SulAmérica.

Gilson Bochernitsan é o diretor regional Sul da SulAmérica
Gilson Bochernitsan é o diretor regional Sul da SulAmérica

Os gaúchos contam com uma das maiores estruturas da SulAmérica no Brasil. Um dos destaques na região é o produto Garantia de Aluguel, que está presente nas maiores imobiliárias do Estado.

“Este espetáculo grandioso é um sinal de prestígio não apenas aos colegas Matias Ávila e André Lauzana, como também aos profissionais que são nossos parceiros aqui no Rio Grande do Sul”, comentou Gilson Bochernitsan, diretor regional Sul da SulAmérica. “Estamos focados no futuro com essa expectativa de recuperação econômica, certamente teremos um resultado grandioso este ano”, completou.

Todas as imagens – SulAmérica apresenta novo vice-presidente:

Confraseg promove campanha do agasalho e renovação de comitê 944

Reunião da Confraseg

Entidade da Serra Gaúcha promoveu confraternização no último dia 14

Descontração e integração total marcam mais um encontro da Confraria dos Securitários da Serra Gaúcha (Confraseg). Tudo aconteceu no último dia 14 de maio, quando foi anunciada a renovação sistemática do Comitê da Confraria, que abre vaga para a participação de mais um confrade.

Na oportunidade, a Confraseg anunciou uma grande campanha do agasalho. “Se cada um contribuir com ao menos uma peça de roupa teremos grande sucesso”, disse comunicado enviado à redação de JRS.

A entidade conta com uma página oficial no Facebook, onde novas informações serão compartilhadas.

Mapfre Seguros leva corretores e parceiros para 5ª etapa da Stock Car 2862

Mapfre leva corretores para a Stock Car

Domingo foi marcado por recorde de pontos e disputa eletrizante na competição

O piloto da Cimed Chevrolet Racing, Marcos Gomes, reagiu na disputa pelo título da Stock Car 2018. Gomes estabeleceu o novo recorde de pontos na temporada em um final de semana: 42 pontos. Ele saltou do sétimo para o segundo lugar na competição.

Átila Abreu (Shell) também subiu ao pódio na rodada dupla. Agura, a Stock Car dá uma pausa de dois meses no campeonato e volta às pistas no começo de agosto para a Corrida do Milhão, que será disputada no Autódromo Ayrton Senna, em Goiânia (GO).

A Mapfre Seguros convidou aproximadamente 50 corretores parceiros que prestigiaram a quina etapa da disputa, mesmo com um domingo marcado pelo frio em Santa Cruz do Sul (RS). “Com esse pessoal estamos bem agasalhados e muito felizes em confraternizar com nossos parceiros. O corretor de seguros é nosso principal canal de distribuição e conta com 10 sucursais para atendê-lo em todo Rio Grande do Sul”, reitera Sandro Pinto de Moraes, diretor territorial da Mapfre no Rio Grande do Sul e parte de Santa Catarina.

A companhia apoia não apenas a Stock Car, como os carros da Renault na Fórmula 1. “Isso tem tudo a ver com nosso negócio”, completa o executivo.

Mapfre leva corretores de seguros para a Stock Car – Todas as imagens:

*Com informações de Gazeta Esportiva e F1 Mania.

Berkley comemora resultados e expande operações na Região Sul 8716

Companhia foca em qualificação e aproximação com profissionais da corretagem de seguros

A Região Sul já representa 21% do volume de negócios fechados pela Berkley no Brasil. Os R$ 11 milhões em prêmios emitidos pelo nicho de Responsabilidade Civil Geral em 2017 animam os executivos da companhia, que focam na subscrição e na qualificação total dos profissionais de ponta a ponta.

Marcelo Benevides é diretor comercial da Berkley no Brasil

A regional Porto Alegre da companhia passou por uma recente alteração. Agora, Cássio Jardim responde pela gerência comercial da filial. “Essa mudança vai de encontro com um foco maior à todos os segmentos e produtos em que a Berkley atua. Por isso, trouxemos o Cássio, por já conhecer o mercado local e os corretores da região. É preciso atuar fortemente no relacionamento, atrair novos parceiros e expandir nossa produção em todos os segmentos, com foco no Seguro Garantia, nosso carro-chefe”, explica Marcelo Benevides, diretor comercial da seguradora no Brasil.

Benevides explica que a companhia investiu muito em pessoas e em tecnologia. “Um bom relacionamento através de pessoas, propiciando eficiência e agilidade para fazer os negócios com menos burocracia é fundamental nessa nova realidade – e é isso que buscamos na nossa operação”, completa. O executivo também vê o momento atual com entusiasmo, pois percebe a retomada dos investimentos após o período de crise econômica. “Vamos focar muito no desenvolvimento na área de engenharia, para isso, temos que desenvolver ainda mais nossos negócios”, reforça.

O Seguro Garantia é o principal produto da companhia no Brasil. Por isso, a Berkley investe na venda cruzada, o chamado “cross selling“. “É uma grande cadeia de produtos, que começa com o garantia, vai para o ramo de Obras, E&O, D&O e outros”, comenta Marcelo Benevides.

Alexandro Barbosa Sanxes é o diretor de Property da Berkley Internacional do Brasil

O diretor de Property, Alexandro Barbosa Sanxes, pensa da mesma forma. “Temos produtos bem focados e especializados, que permitem essa solidificação da carteira de clientes. Temos uma equipe altamente qualificada em todos os níveis, com especialistas e engenheiro atuando a todo momento. Nossas ferramentas permitem atender qualquer tipo de negócio, sempre com a visão de renovar produtos, reforçar nossos laços com os corretores de seguros e promover especializações regionais para atender os mercados em sua plenitude”, conta.

Glaucio Costa é superintendente da Berkley na Região Sul

O superintendente da Berkley na Região Sul, Glaucio Costa, demonstra total entusiasmo com o nível dos corretores de seguros do Rio Grande do Sul. “O conhecimento técnico desses profissionais é surpreendente. Protegemos riscos diferenciados e é grande o número de corretores com aptidão e conhecimento para isso. Temos preparado a empresa para conquistar novos parceiros de negócios e estamos muito felizes com os números”, afirma. No primeiro quadrimestre, a companhia cresceu 18% na região, em relação ao ano passado.

Cassio Jardim, novo gerente da filial Porto Alegre da Berkley, ao lado do corretor de seguros Paulo Cardoso

Com vasta experiência no setor, Cássio Jardim diz estar satisfeito com as primeiras percepções no posto de gerente da filial Porto Alegre. “O que chama minha atenção é a forma como a companhia conduz seus negócios e trata seus parceiros. É isso que gosto de fazer, lidar com pessoas, me sinto gratificado e com uma expectativa muito boa de que vamos crescer bastante e fazer bons negócios aproveitando a expertise e os procedimentos da empresa”, finaliza.

Café da Manhã com a Berkley Seguros – Todas as imagens:

Apenas 12% da população possui planos odontológicos 4187

Dentes

Operadores do mercado analisam potencial para expansão do nicho

O mês de março encerrou com mais de 23,2 milhões de beneficiários de planos odontológicos no Brasil, o número corresponde a 11,98% da população e é 0,52% maior que o registrado em fevereiro. Os números são da Agência Nacional de Saúde Suplementar. Apesar de ser um grande mercado, players do setor estimam que existe amplo potencial para crescimento.

Rodrigo Bacellar, diretor-presidente da OdontoPrev, destaca o foco da companhia em oferecer cada vez mais produtos de qualidade aos seus beneficiários. Mesmo sendo a maior operação do ramo, a empresa registra um dos menores índices de reclamações na ANS. São ao todo 5,4 milhões de pessoas asseguradas, o que corresponde a 23,4% da fatia total deste mercado.

“O setor está atrelado ao crescimento da economia, gerando mais empregos do que a indústria automobilística, por exemplo. Isso se deve a constante melhoria nos processos de trabalho e de uma gestão mais eficiente que precisam estar em consonância com uma regulação baseada nestes conceitos”, comentou Leandro Fonseca, diretor-presidente substituto da Agência Nacional de Saúde (ANS), em recente simpósio sobre planos odontológicos.

Sobre a porcentagem de pessoas que possui um plano odontológico, Bacellar destaca que o índice é “muito baixo, quando comparado ao Estados Unidos, por exemplo, que tem uma marca superior a 70%. E é por isso que temos que focar em mostrar a população descoberta, que o plano dental cabe no bolso e traz um benefício inigualável à saúde bucal”.

*Com informações do Sindicato Nacional das Empresas de Odontologia de Grupo (SINOG) e Agência RMA.

Rio Grande do Sul é o segundo maior mercado da Travelers no Brasil 6106

Leonardo Semenovitch é diretor-presidente da Travelers Seguros no Brasil

Leonardo Semenovitch destaca dinâmica sofisticada do mercado gaúcho de seguros

“A cultura de seguros no Rio Grande do Sul é acima da média de mercado”, afirma Leonardo Semenovitch, diretor-presidente da Travelers no Brasil, em entrevista ao programa Seguro Sem Mistério na TV. Quase uma centena de operadores do mercado gaúcho de seguros participou do almoço mensal organizado pelo Sindicato das Seguradoras do Rio Grande do Sul (Sindseg/RS). O encontro aconteceu nesta quinta-feira (17), no Clube do Comércio, em Porto Alegre (RS).

Leonardo Semenovitch é diretor-presidente da Travelers no Brasil
Leonardo Semenovitch é diretor-presidente da Travelers no Brasil

“Muitas coisas mudaram nos últimos 10 anos, depois da abertura de mercado de resseguros com o IRB, as seguradoras têm vivido momentos de grandes mudanças em busca de profissionais qualificados. Algumas companhias performaram muito mal na guerra pela disputa de preços e taxas reduzidas, o que resultou em uma situação um pouco fora do normal. Ainda acredito que o mercado brasileiro de seguros vai evoluir se todos trabalharem em conjunto e, principalmente, com o apoio dos corretores. Isso é fundamental para evoluirmos e conquistarmos um mercado muito mais maduro e saudável”, analisa ao abordar a realidade das operações brasileiras de seguros.

A tecnologia foi um dos pontos fortes da palestra de Semenovitch, para o executivo um grande ponto que precisa de atenção são as grandes ideias que possuem negócios não tão bem definidos. “Temos que conectar a inovação das insurtechs com a realidade do mercado segurador. É um grande desafio para evoluir, mas existem passos para se chegar lá”, frisa.

O diretor-presidente da Travelers no Brasil ainda evidencia a importância de estudar a dinâmica do cliente, que cada vez mais desperta para novas preferências. “Temos um novo público que acompanha tudo através de seus aplicativos em tablets e smartphones. O acesso à informação ficou muito mais fácil e precisamos chegar a um modelo operacional diferenciado, que facilite a disseminação dos produtos”, comenta. Para Semenovith, o público jovem não está mais tão ligado a bens como o carro, por exemplo. “Muitos preferem guardar dinheiro e viajar ou gastar de outras formas diferentes”, reitera.

Ainda sobre o mercado gaúcho de seguros, o executivo reitera a posição de destaque do Estado em relação a cultura da proteção. “A participação no mercado securitário é maior que a participação do Rio Grande do Sul no PIB do Brasil. Isso mostra que este é um mercado sofisticado, onde as pessoas têm maior preocupação com o risco. Devemos aproveitar e levar essas boas práticas para outras regiões”, elogia. Atrás apenas de São Paulo, o RS é o segundo maior mercado da Travelers no País. “É uma localidade com muito potencial”, completa.

A companhia ingressou no Brasil em sociedade com o Grupo J Malucelli, que possui um braço muito forte na garantia de investimentos para produtos corporativos, como Riscos de Engenharia ou Patrimonial, além de Responsabilidade Civil e D&O. “Ainda temos muito a inovar nas coberturas, destaco ainda o seguro cibernético, um produto cada vez mais popular dada a crescente preocupação das empresas com a perda de dados de clientes. Hoje em dia todas as empresas são digitalizadas, então é uma proteção fundamental”, salienta ao reforçar a expertise da Travelers em soluções para riscos corporativos.

O palestrante demonstra mais tranquilidade e conforto diante das perspectivas de recuperação da economia brasileira. “Temos sinais de que a economia está desprendendo-se da política. Passamos por períodos muito turbulentos e mais estatizantes, ou seja, com maior interferência estatal. Acreditamos que isso não deve mais acontecer, independente de quem ganhe a eleição. De uma forma ou de outra é natural que a situação melhore e os investimentos voltem. Esperamos que haja calmaria em relação à economia, pois temos oportunidades gigantescas no Brasil. Até mesmo porque os seguros estão muito ligados aos produtos voltados à infraestrutura, como nos segmentos de transportes, o ramo de engenharias e o próprio garantia voltado para investimentos”, finaliza.

O presidente do Sindicato das Seguradoras do Rio Grande do Sul (Sindseg/RS), Guacir de Llano Bueno
O presidente do Sindicato das Seguradoras do Rio Grande do Sul (Sindseg/RS), Guacir de Llano Bueno

O presidente do Sindseg/RS, Guacir de Llano Bueno, aproveita para convocar os demais atores da região participem deste momento de integração. “A palestra foi maravilhosa e temos satisfação de saber que o Leonardo Semenovitch é nosso parceiro, mesmo com sua agenda tumultuadíssima. Os encontros regionais que estamos promovendo, como em Pelotas, são um sucesso. No dia 11 de outubro teremos mais uma palestra com Eduardo Dal Ri, presidente da Comissão de Veículos da FenSeg e executivo da SulAmérica, desta vez em Santa Maria.

O alto escalão da Brigada Militar também marcou presença. O coronel Mário Ikeda, comandante da instituição, reforça o trabalho de estancamento dos altos índices de criminalidade que afligem a população gaúcha. “Estamos trabalhando em função da segurança da população com grande ênfase no combate ao roubo e furto de veículos. Isso tem sido um grande problema para as pessoas. Esperamos reduzir esses números ao longo do ano, até mesmo para que se possa pagar menos por uma proteção securitária e garantir a qualidade na prestação desse serviço”, explica. Ikeda ainda pede ajuda da população no apoio às ações da polícia, que “defende a sociedade e muitas vezes dedica a própria vida”.

Todas as imagens – Almoço do Mercado Segurador com Leonardo Semenovitch: