Internet das coisas facilita a comercialização de seguros 6999

Conhecer o consumidor e seus hábitos garante sucesso em contratações

No universo contemporâneo, é inevitável traçar uma relação entre a tecnologia e o seguro. No caso do produto automóvel, “a internet das coisas é algo que facilita a vida das pessoas”, conforme defendeu a gerente da HDI Seguros Ana Luiza Dal Pian durante palestra em parceria com o Sindicato dos Corretores de Seguros do Rio Grande do Sul na quarta-feira (09), na Capital dos gaúchos.

Ana Luiza Dal Pian é gerente da HDI Seguros
Ana Luiza Dal Pian é gerente da HDI Seguros

Numa sociedade em que os hábitos de consumo mudam constantemente, conhecer o cliente final é fundamental. “Esse novo consumir é dinâmico, tem pressa e gosta de simplicidade, através da facilidade no acesso ao seguro”, destacou. “Quando falamos em seguro, lembramos de um mercado conservador, mas hoje em dia há uma facilidade que não se tinha antes e por isso é necessário quebrar as barreiras burocratizadas do setor para facilitar a vinda dos produtos no dia a dia do cliente”, acrescentou.

O ecossistema do seguro, formado por seguradoras, corretoras e clientes, conta com, na perspectiva da executiva, os novos prestadores de serviços. Vindos através das insurtechs, eles transformam essa relação e atribuem novos papeis aos personagens. “O corretor passa a ser muito mais consultivo, trazendo inclusive aquele cliente que não tem seguro”, comentou.

Levar a este consumidor 2.0, mais antenado, a importância de proteger seus bens através de produtos securitários ainda é visto como um dos principais desafios. “Esse cliente também é, infelizmente, de alguma maneira menos fiel, já o que mais importa para ele é a relação facilidade e preço”, afirmou. “E quem tiver essa relação mais rápida, ganha”, finalizou.

O Gerente da filial Porto Alegre da HDI Seguros, Giovani Menger, salientou a importância de trazer estas reflexões sobre o presente e futuro aos corretores de seguros. “É claro que teremos outros canais de venda, como já temos hoje os bancos e o online, mas o corretor continuará sendo o canal mais forte de vendas, o que mudará é o pós-venda, que cada vez mais é digital”, opinou. São estes profissionais os responsáveis por 85% das vendas de seguros no Brasil. “Somos os principais distribuidores e por isso que as seguradoras investem em orientação e treinamento”, complementou o presidente do Sincor-RS, Ricardo Pansera.

Palestra HDI Seguros e Sincor/RS – Todas as imagens:

Luan Santana encerra programação do 18º Conec 3028

Luan Santana

Maior encontro nacional de corretores de seguros acontece em setembro

O cantor Luan Santana vai encerrar a programação do Conec, maior encontro brasileiro de corretores de seguros. O evento é promovido pelo Sindicato dos Corretores de Seguros no Estado de São Paulo (Sincor-SP) e acontece entre os dias 27 e 29 de setembro.

A festa comandada por um dos maiores cantores sertanejos do Brasil acontece a partir das 22h30min, no último dia do Congresso. A ideia do Sincor-SP é oferecer entretenimento após uma grade intensa de palestras.

O presidente do Sincor-SP, Alexandre Camillo, explica que, neste ano, o congresso terá uma grade única de palestras para que todos os inscritos aproveitem os painéis. “Abordaremos os temas sob um novo olhar, para levarmos ao corretor uma visão de futuro”, comenta.

As inscrições continuam com o preço de lançamento e podem ser parceladas em até 6x no cartão de crédito ou 5x no boleto bancário. Para associados ao Sincor-SP, o investimento é de R$ 575, para corretores de seguros não associados, o valor da inscrição é de R$ 1.045 e para outros profissionais, o valor fica em R$ 1.560.

O valor de inscrição contempla alimentação, pasta do congressista, sorteio de automóveis, sorteio de prêmios, cerimônia de abertura e shows. No entanto, para a categoria de Colaborador Chave a cerimônia de abertura, a pasta do congressista, o sorteio de automóveis e o grande show de encerramento não estão inclusos.

O 18º Conec acontece de 27 a 29 de setembro, no Transamerica Expo Center, e todas as novidades podem ser acompanhadas neste site.

RS: Pedrinhas em seguros comemoram 13 anos e empossam nova diretoria 1698

Grande número de participantes prestigiou alçada de Ana Maria Pinto à presidência da entidade 

Uma noite especial aos amigos e colegas do mercado gaúcho de seguros marcou os 13 anos do Clube da Pedrinha. A noite desta segunda-feira (21) foi palco para a posse da nova diretoria e de Ana Maria Pinto na presidência da entidade.

“Agora me sinto preparada para este desafio e a diretoria me apoiou. Ver tudo o que foi dito na noite de hoje e ver a presença efetiva dos colegas do setor me emociona”, contou a também assessora de Marketing e Comunicação do GBOEX.

O momento foi de saudação à gestão de José Coelho, que segue atuante no Clube. Para o próximo mês, foi anunciada palestra de Jane Manssur, coordenadora da unidade Rio Grande do Sul da Escola Nacional de Seguros.

Confira a nova diretoria do Clube da Pedrinha (RS):

Ana Maria Pinto / presidente
Yara Bolina / vice-presidente e responsável pela área social
Andreia Alves / secretária
Suellen Castro da Silva Farias e Luiz Felipe Amabile Loch / diretora jurídica e diretor-adjunto
Luciane Rodrigues / diretora financeira
Ana Paula Netto / diretora social
Eliane Freitas e Nivea Lopes / diretora de marketing e diretora-adjunta
Giovani Menger e Fernando Menezes / diretor de relações com o mercado e diretor-adjunto
Jari Rohde e Estela Formiga / diretores de extensão interior

Posse da nova diretoria e aniversário do Clube da Pedrinha em Seguros – Todas as imagens:

Mapfre Seguros leva corretores e parceiros para 5ª etapa da Stock Car 2856

Mapfre leva corretores para a Stock Car

Domingo foi marcado por recorde de pontos e disputa eletrizante na competição

O piloto da Cimed Chevrolet Racing, Marcos Gomes, reagiu na disputa pelo título da Stock Car 2018. Gomes estabeleceu o novo recorde de pontos na temporada em um final de semana: 42 pontos. Ele saltou do sétimo para o segundo lugar na competição.

Átila Abreu (Shell) também subiu ao pódio na rodada dupla. Agura, a Stock Car dá uma pausa de dois meses no campeonato e volta às pistas no começo de agosto para a Corrida do Milhão, que será disputada no Autódromo Ayrton Senna, em Goiânia (GO).

A Mapfre Seguros convidou aproximadamente 50 corretores parceiros que prestigiaram a quina etapa da disputa, mesmo com um domingo marcado pelo frio em Santa Cruz do Sul (RS). “Com esse pessoal estamos bem agasalhados e muito felizes em confraternizar com nossos parceiros. O corretor de seguros é nosso principal canal de distribuição e conta com 10 sucursais para atendê-lo em todo Rio Grande do Sul”, reitera Sandro Pinto de Moraes, diretor territorial da Mapfre no Rio Grande do Sul e parte de Santa Catarina.

A companhia apoia não apenas a Stock Car, como os carros da Renault na Fórmula 1. “Isso tem tudo a ver com nosso negócio”, completa o executivo.

Mapfre leva corretores de seguros para a Stock Car – Todas as imagens:

*Com informações de Gazeta Esportiva e F1 Mania.

Berkley comemora resultados e expande operações na Região Sul 8716

Companhia foca em qualificação e aproximação com profissionais da corretagem de seguros

A Região Sul já representa 21% do volume de negócios fechados pela Berkley no Brasil. Os R$ 11 milhões em prêmios emitidos pelo nicho de Responsabilidade Civil Geral em 2017 animam os executivos da companhia, que focam na subscrição e na qualificação total dos profissionais de ponta a ponta.

Marcelo Benevides é diretor comercial da Berkley no Brasil

A regional Porto Alegre da companhia passou por uma recente alteração. Agora, Cássio Jardim responde pela gerência comercial da filial. “Essa mudança vai de encontro com um foco maior à todos os segmentos e produtos em que a Berkley atua. Por isso, trouxemos o Cássio, por já conhecer o mercado local e os corretores da região. É preciso atuar fortemente no relacionamento, atrair novos parceiros e expandir nossa produção em todos os segmentos, com foco no Seguro Garantia, nosso carro-chefe”, explica Marcelo Benevides, diretor comercial da seguradora no Brasil.

Benevides explica que a companhia investiu muito em pessoas e em tecnologia. “Um bom relacionamento através de pessoas, propiciando eficiência e agilidade para fazer os negócios com menos burocracia é fundamental nessa nova realidade – e é isso que buscamos na nossa operação”, completa. O executivo também vê o momento atual com entusiasmo, pois percebe a retomada dos investimentos após o período de crise econômica. “Vamos focar muito no desenvolvimento na área de engenharia, para isso, temos que desenvolver ainda mais nossos negócios”, reforça.

O Seguro Garantia é o principal produto da companhia no Brasil. Por isso, a Berkley investe na venda cruzada, o chamado “cross selling“. “É uma grande cadeia de produtos, que começa com o garantia, vai para o ramo de Obras, E&O, D&O e outros”, comenta Marcelo Benevides.

Alexandro Barbosa Sanxes é o diretor de Property da Berkley Internacional do Brasil

O diretor de Property, Alexandro Barbosa Sanxes, pensa da mesma forma. “Temos produtos bem focados e especializados, que permitem essa solidificação da carteira de clientes. Temos uma equipe altamente qualificada em todos os níveis, com especialistas e engenheiro atuando a todo momento. Nossas ferramentas permitem atender qualquer tipo de negócio, sempre com a visão de renovar produtos, reforçar nossos laços com os corretores de seguros e promover especializações regionais para atender os mercados em sua plenitude”, conta.

Glaucio Costa é superintendente da Berkley na Região Sul

O superintendente da Berkley na Região Sul, Glaucio Costa, demonstra total entusiasmo com o nível dos corretores de seguros do Rio Grande do Sul. “O conhecimento técnico desses profissionais é surpreendente. Protegemos riscos diferenciados e é grande o número de corretores com aptidão e conhecimento para isso. Temos preparado a empresa para conquistar novos parceiros de negócios e estamos muito felizes com os números”, afirma. No primeiro quadrimestre, a companhia cresceu 18% na região, em relação ao ano passado.

Cassio Jardim, novo gerente da filial Porto Alegre da Berkley, ao lado do corretor de seguros Paulo Cardoso

Com vasta experiência no setor, Cássio Jardim diz estar satisfeito com as primeiras percepções no posto de gerente da filial Porto Alegre. “O que chama minha atenção é a forma como a companhia conduz seus negócios e trata seus parceiros. É isso que gosto de fazer, lidar com pessoas, me sinto gratificado e com uma expectativa muito boa de que vamos crescer bastante e fazer bons negócios aproveitando a expertise e os procedimentos da empresa”, finaliza.

Café da Manhã com a Berkley Seguros – Todas as imagens:

Apenas 12% da população possui planos odontológicos 4183

Dentes

Operadores do mercado analisam potencial para expansão do nicho

O mês de março encerrou com mais de 23,2 milhões de beneficiários de planos odontológicos no Brasil, o número corresponde a 11,98% da população e é 0,52% maior que o registrado em fevereiro. Os números são da Agência Nacional de Saúde Suplementar. Apesar de ser um grande mercado, players do setor estimam que existe amplo potencial para crescimento.

Rodrigo Bacellar, diretor-presidente da OdontoPrev, destaca o foco da companhia em oferecer cada vez mais produtos de qualidade aos seus beneficiários. Mesmo sendo a maior operação do ramo, a empresa registra um dos menores índices de reclamações na ANS. São ao todo 5,4 milhões de pessoas asseguradas, o que corresponde a 23,4% da fatia total deste mercado.

“O setor está atrelado ao crescimento da economia, gerando mais empregos do que a indústria automobilística, por exemplo. Isso se deve a constante melhoria nos processos de trabalho e de uma gestão mais eficiente que precisam estar em consonância com uma regulação baseada nestes conceitos”, comentou Leandro Fonseca, diretor-presidente substituto da Agência Nacional de Saúde (ANS), em recente simpósio sobre planos odontológicos.

Sobre a porcentagem de pessoas que possui um plano odontológico, Bacellar destaca que o índice é “muito baixo, quando comparado ao Estados Unidos, por exemplo, que tem uma marca superior a 70%. E é por isso que temos que focar em mostrar a população descoberta, que o plano dental cabe no bolso e traz um benefício inigualável à saúde bucal”.

*Com informações do Sindicato Nacional das Empresas de Odontologia de Grupo (SINOG) e Agência RMA.