Autoglass disponibiliza serviços especiais aos segurados Mapfre 6801

Empresa apresenta diferenciais ao mercado gaúcho

A semana é marcada por forte ação da Autoglass com os segurados Mapfre do Rio Grande do Sul. Os corretores de seguros de Caxias do Sul, Novo Hamburgo e Porto Alegre foram apresentados à todos os benefícios, produtos e coberturas disponibilizados ao segurado da companhia.

“Isso faz com que o segurado não seja lembrado apenas na hora de renovar a apólice, mas que ele possa contar com serviços como reparo de arranhões, proteção de para-choque e o projeto piloto que disponibiliza o martelinho de ouro, oferecidos como cortesia aos clientes Top Plus da Mapfre nessa fase inicial”, explicou Thiago Schmid, representante comercial da Autoglass.

A iniciativa apresenta mais um argumento de venda aos profissionais de corretagem. “Ás vezes o corretor vende a cláusula, mas não está explicitado o que ela abrange. Hoje tivemos ainda demonstração dos serviços que a Autoglas faz com a Mapfre. O martelinho é inovador e a Mapfre conta com estruturas preparadas em diversas regiões. Investimos e seguiremos investindo nisso”, explicou Sandro Pinto de Moraes, diretor territorial da companhia no Rio Grande do Sul e parte de Santa Catarina.

Autoglass apresenta diferenciais ao mercado gaúcho de seguros – Todas as imagens:

Por dentro de uma oficina automotiva: Make-up Canoas 3207

Empreendimento foca em satisfação do cliente

O Seguro Sem Mistério conferiu todos os detalhes de funcionamento de uma oficina automotiva. Referência na cidade de Canoas (RS), a filial da Make-up está localizada na Avenida Getúlio Vargas – 4.294.

“Minha esposa e eu somos os administradores da filial e percebemos uma oscilação grande no mercado, especificamente nos últimos dois anos. Por aqui mantemos uma boa rentabilidade e constante fluxo de clientes, com a prestação de serviços a companhias seguradoras parceiras”, explica Rodrigo Cardoso, gerente da filial Make-up em Canoas.

Os negócios da oficina são em grande parte relacionados ao setor de reparação automotiva. Serviços de acabamento, embelezamento, polimento e espelhamento complementam o portfólio da operação.

Cardoso explica que a oficina é referência em atendimento na região há algumas décadas. Desde janeiro de 2014 associaram-se a rede da Make-up, garantindo satisfação, bons custos e a garantia de diferenciais na prestação de serviços automotivos.

Projeto brasileiro recebe prêmio das mãos da rainha Sofía, da Espanha 2340

FundacionMapfre

“O Dentista do Bem ” viabiliza tratamentos dentários gratuitos a crianças e jovens sem recursos financeiros

A Fundación Mapfre, instituição sem fins lucrativos criada pela Mapfre, premiou o projeto brasileiro “O Dentista do Bem”, da ONG Turma do Bem, desenvolvido pelo médico Fábio Bibancos, na categoria Melhor Iniciativa em Ação Social na edição 2017 dos Prêmios Fundación Mapfre. O projeto contribui para que crianças e jovens, com idades entre 11 e 17 anos, sem recursos financeiros possam tratar gratuitamente dos seus dentes.

“Um prêmio internacional como este, num momento delicado do Brasil, onde nossa credibilidade está sendo questionada pelo mundo por conta dos escândalos de corrupção, é muito importante para mostrar que existem trabalhos sérios como o desenvolvido pela Turma do Bem”, comenta Fábio Bibancos, Presidente Voluntário.

A premiação, que conta com mais quatro categorias (Toda uma Vida Profissional, Melhor Iniciativa em Promoção da Saúde, Melhor Iniciativa em Prevenção de Acidentes e Prêmio Internacional de Seguros) tem o objetivo de reconhecer o trabalho desenvolvido por instituições e pessoas que contribuem diariamente para melhorar a vida da sociedade em áreas relacionadas ao compromisso social, saúde, prevenção de acidentes, seguro e à pesquisa.

Segundo Wilson Toneto, CEO da Mapfre no Brasil e representante da Fundación Mapfre no país, ter um projeto brasileiro entre os vencedores apenas reforça que a Fundación está no caminho certo ao promover tais iniciativas. “É fundamental que continuemos promovendo ações que apoiem e invistam em projetos alinhados aos nossos pilares de ação social e promoção da saúde. Além disso, em mais uma edição dos prêmios conseguimos mostrar que iniciativas brasileiras têm desenvolvido diversos trabalhos de impacto social”.

Neste ano, mais de 840 iniciativas de todo o mundo foram inscritas, incluindo projetos brasileiros. No total, a verba global dos prêmios é de 150 mil euros que foram entregues hoje em uma cerimônia presidida pela Rainha Sofía, da Espanha.

Ao redor do mundo

Entre os outros premiados na edição 2017 estão o ex-jogador de futebol e ex-treinador espanhol, Vicente del Bosque González, de 68 anos que se dedicou a promover esportes de verão para crianças com idades entre 6 e 15 anos praticam esporte, desenvolvem hábitos de vida saudável e aprendem valores como a amizade, o companheirismo e a integração. O projeto foi reconhecido na categoria Toda uma Vida Profissional (José Manuel Martínez Martínez).

A instituição vencedora do prêmio para a Melhor Iniciativa em Promoção da Saúde foi a fundação Enlace Hispano Americano de Saúde (EHAS), que trabalha para reduzir a mortalidade materna e infantil em zonas rurais com pouca ou nenhuma assistência sanitária na Espanha.

O reconhecimento de Melhor Iniciativa em Prevenção de Acidentes será entregue à Organização de Bombeiros Americanos (OBA), que desenvolve programas na América Latina para conscientizar a sociedade sobre a importância da prevenção e profissionalização desses serviços. Atualmente, mais de 1 milhão de bombeiros colaboram com essa entidade e, geralmente, trabalham de forma voluntária nos 65% dos países da região.

Por fim, o Prêmio Internacional de Seguros (Julio Castelo Matrán) será entregue ao projeto Policy Incubator, da Universidade da Pensilvânia (EUA), que foi desenvolvido por especialistas e pesquisadores de diferentes disciplinas que transformam ideias inovadoras em soluções reais que permitem ajudar as comunidades com maior risco de sofrer com um desastre natural.

Prioridades e perspectivas do setor no Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada 1371

Presidente do CVG-RJ, Carlos Ivo Gonçalves, pres. do CVG-SP, Silas Kasahaya, pres. do CSP-MG, João Paulo Moreira de Mello

Organizado pela FenaPrevi, encontro chega a 9ª edição

Realizado pela FenaPrevi, a 9ª edição do Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada reuniu especialistas nacionais e internacionais para debater as tendências e inovações do mercado mundial de seguros de pessoas, o cenário econômico do País, modelos de regimes previdenciários e os desafios econômicos a serem enfrentados pelo próximo governo.

Presidente do CVG-SP, Silas Kasahaya, pres. do CVG-RJ, Carlos Ivo Gonçalves, pres. da Icatu Seguros, Luciano Snel, e pres. do CSP-MG, João Paulo Moreira de Mello
Presidente do CVG-SP, Silas Kasahaya, pres. do CVG-RJ, Carlos Ivo Gonçalves, pres. da Icatu Seguros, Luciano Snel, e pres. do CSP-MG, João Paulo Moreira de Mello

O Clube de Seguros de Pessoas de Minas Gerais (CSP-MG) participou do fórum bienal, que aconteceu nesta terça-feira (12), no Centro de Eventos WTC, em São Paulo. O presidente da entidade, João Paulo Moreira de Mello, representou a instituição no evento. Ao todo mais de 400 pessoas acompanharam a programação.

Entre os participantes, o diretor do Insper, Marcos Lisboa, os economistas Gustavo Franco, Marcio Pochmann e Hélio Zilberstein, o ex-ministro da Previdência, José Cechin, a analista de Políticas da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OECD), Jessica Mosher, e o CEO da Aegon Blue Square RE, Chris Madsen, ativista na integração da inteligência de startups e insurtechs nas soluções de seguros.

Edson Franco (presidente da FenaPrevi) e João Paulo Moreira de Mello (presidente do CSP-MG)
Edson Franco (presidente da FenaPrevi) e João Paulo Moreira de Mello (presidente do CSP-MG)

Na abertura do evento, o presidente da FenaPrevi, Edson Franco, falou sobre as prioridades e perspectivas do setor. O executivo ressaltou que é preciso ampliar o acesso dos brasileiros à proteção securitária. Segundo ele, o mercado deve investir em novos produtos, como o Vida Universal, e em programas de educação financeira para desenvolver a cultura do seguro na sociedade.

“O Brasil tem grande potencial e não está condenado à sina de baixo crescimento econômico. Temos um mercado segurador sólido, que pode contribuir na construção de um País melhor”, explicou Franco.

Também presente, o superintendente da Susep, Joaquim Mendanha, destacou as ações da autarquia para fomentar o desenvolvimento do setor, incluindo as discussões com representantes de insurtechs para que se desenvolvam dentro das regras do mercado.

O último painel do dia, mediado pelo jornalista Carlos Alberto Sardenberg, foi reservado ao debate em torno da reforma da Previdência. Economistas e acadêmicos apresentaram propostas e apontaram caminhos para a manutenção do sistema previdenciário.

O presidente do CSP-MG, João Paulo Mello, avaliou positivamente o evento. “Foi uma excelente oportunidade de debater os rumos do setor diante das perspectivas econômicas, demográficas, impactos da longevidade e experiência de outros países, o que é fundamental para buscarmos as nossas soluções”.

Silas Kasahaya é presidente do CVG-SP / Divulgação
Silas Kasahaya é presidente do CVG-SP / Divulgação

“Esse fórum é de extrema importância para que possamos discutir o desenvolvimento do mercado de Seguro de Pessoas”, ressalta o presidente do CVG/SP, Silas Kasahaya.

*Com informações de Déborah Gurgel e Oficina do Texto.

Corretores e seguradores vão debater no Brasesul 2018 2848

Debate

Painel conta com a presença de oito presidentes de seguradoras

A proximidade entre corretores de seguros e seguradores é um dos principais atrativos do Congresso Sul Brasileiro de Corretores de Seguros (Brasesul), que acontece nos dias 19 e 20 de julho, em Florianópolis.

Para enfatizar esse relacionamento, o Sincor-SC, Sincor-PR e Sincor-RS, entidades idealizadoras do congresso, prepararam um painel especial para abrir o segundo dia de evento. Intitulado “Painel das Seguradoras e Corretores de Seguros”, o debate terá como mediador convidado o presidente da Fenacor, Robert Bittar, e contará com as apresentações dos dirigentes de grandes companhias falando sobre os planos de suas empresas para aprimorar a parceria com os profissionais da corretagem nos próximos anos.

Veja também: Brasesul traz palestras mundialmente reconhecidas para Corretores de Seguros.

Sob o tema “O que podemos esperar do futuro – caminhos, alternativas e soluções”, as apresentações serão focadas em como a relação com o corretor, peça-chave para o desenvolvimento do mercado, é vista pelas principais Seguradoras. Após a exposição, o painel terá espaço para perguntas do público, que serão feitas via WhatsApp.

O debate promovido será de grande aproveitamento para os congressistas, que poderão expor suas demandas e questionamentos a fim de deixar os seguradores cientes de suas perspectivas, aprovações e dos pontos que podem ser melhorados para que essa relação traga ainda mais frutos ao setor.

O corretor de seguros que já garantiu sua participação saberá em primeira mão como as companhias enxergam a categoria e como elas se preparam para atender suas expectativas, ajudando o profissional da corretagem a aumentar a penetração do setor na sociedade brasileira.

Para os profissionais que ainda não fazem parte do evento, há tempo para participar. Inscreva-se aqui.

Confira ainda a programação completa!

Serviço:

Brasesul
19 e 20 de julho de 2018
Centrosul Florianópolis – Av. Gov. Gustavo Richard, 850 – Centro
Florianópolis – SC

Mapfre Saúde dá dicas para evitar o contagio da conjuntivite no inverno 2797

Olhos

Casos da doença aumentam especificamente nessa época do ano e especialistas mostram a melhor forma de evitar a contaminação

A conjuntivite é o nome dado à inflamação do tecido que reveste os olhos e as pálpebras internamente, a conjuntiva. Como em épocas mais frias as pessoas tendem em ficar em locais fechados e com pouca circulação de ar, a epidemia costuma se proliferar. Há basicamente três maneiras de ser contagiado: infecção por vírus ou bactérias, irritação a alguns produtos como xampu, fumaça, poeira e alergias.

A causa mais comum é a conjuntivite infecciosa bacteriana. Pode ser causada por vírus, bactéria ou fungos, quando a pessoa tem o contato com objetos contaminados como toalhas, maquiagens, fronhas entre outros utensílios. No caso da viral, acontece durante pequenas epidemias. Age de forma rápida diante de ambientes que propiciam contato direto com secreções e ambientes populosos como escolas, meios de transporte e empresas.

Já conjuntivite alérgica, na maioria dos casos, acomete pessoas que possuem tendência a alergias como rinite e bronquite. Esta não é transmissível e pode ser causada por reações alérgicas a poeira, pelo de animais e outros fragmentos que possam cair nos olhos.

“Os casos de conjuntivite aumentam especificamente no inverno, com o tempo seco o que contribui com o aumentar da incidência e a proliferação da doença. Os sintomas são ardência, coceira, inchaço das pálpebras, lacrimejamento, olhos vermelhos, secreções, sensação de areia nos olhos e sensibilidade à luz”, afirma Dr. Cury, responsável técnico da Mapfre Saúde.

Uma vez contaminado pela conjuntivite o tratamento será determinado de acordo com o tipo da infecção. “Em casos bacterianos, o tratamento será feito com o uso de antibióticos, realizado e interrompido com orientação médica. Se a causa for viral, deve-se esperar a melhora entre 7 a 10 dias após seu início”, conclui o especialista.

Para evitar o contagio, a Mapfre Saúde listou importantes hábitos que dificultam a contaminação:

· Lave as mãos frequentemente com água e sabão;

· Evite tocar os olhos sem higienizar as mãos;

· Evite usar maquiagem de outras pessoas nos olhos;

· Nunca use lentes de contato de outras pessoas;

· Nunca use colírios utilizados anteriormente por pessoa com conjuntivite;

· Não leve seu filho com conjuntivite para o berçário ou à escola até que o quadro tenha se resolvido;

· Utilize apenas produtos descartáveis para limpeza e realização de compressas na área afetada pela conjuntivite (algodão, gaze ou lenço de papel), desprezando-os imediatamente após o uso;

· Lave, regularmente, lençóis, fronhas e toalhas.