Câmara aprova processo de impeachment 186

Decisão final é do Senado

A Câmara dos Deputados aprovou, em sessão extraordinária, a admissibilidade do processo de impedimento contra a presidente Dilma Rousseff. Ela é acusada por crime de responsabilidade ao realizar empréstimos de bancos estatais sem autorização do Congresso. A prática, conhecida como pedalada fiscal, impactou em 1% do PIB, ante 0,03% em 2002, quando Fernando Henrique Cardoso deixava a presidência. Dilma já argumentou que a diferença de valores está relacionada à expansão da economia brasileira e do Orçamento da União desde a década passada.

Mais de dois terços dos deputados federais decidiram encaminhar o impeachment ao Senado, em uma votação menos expressiva do que a que foi realizada em 1992, quando o então presidente Fernando Collor foi destituído da Presidência de República. Foram ao todo 367 favoráveis ao prosseguimento, ante 137 contrários, 7 abstenções e 2 ausências.


A imprensa internacional repercutiu principalmente o cenário circense, que marcou toda a votação. O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) chegou ao ápice de cuspir em Jair Bolsonaro (PSC-RJ). Wyllys acusa Bolsonaro de homofobia durante troca de ofensas entre ambos os parlamentares.

Os corretores de seguros também foram destaque durante a sessão. O deputado Lucas Vergílio (SD-GO) enalteceu a categoria que possui quase 100 mil profissionais atuando em todo o país. “Cumpri meu dever com meu povo goiano, com os brasileiros e as gerações futuras”, justificou.

“Dilma não se curvará e lutará até o fim”, diz José Eduardo Cardozo

Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Para José Eduardo Cardozo, advogado-geral da União, a decisão foi puramente política e não possui embasamento judicial para caracterizar um crime de responsabilidade que justifique o impedimento de Dilma. Ela deverá se pronunciar oficialmente nesta segunda-feira, quando o governo recorrerá ao Supremo Tribunal Federal para verificar se há justa causa, ou seja, se as questões orçamentárias tratadas na denúncia podem configurar crime.

Consultoria diz que derrota de Dilma é iminente

Assim que o vice-presidente Michel Temer assumir a Presidência da República, haverá um pequeno período de “lua-de-mel” no Brasil. No entanto, esse cenário não irá durar por muito tempo. A opinião é de Ian Bremmer, presidente e fundador da consultoria de risco político Eurasia. “Os problemas estruturais da economia brasileira permanecem em seu lugar, e uma mudança na liderança política não muda isso”, diz. Para ele, vitória do impeachment é evidente. “Na chance improvável de Dilma sobreviver à votação, ela tentará fazer um pacto de unidade nacional com os partidos centristas, que não vai funcionar”, afirma ao portal O Financista.

Novas eleições

Cresce no Partido dos Trabalhadores, o PT, o movimento que apoia a redução do mandato de Dilma Rousseff para que novas eleições sejam realizadas. “O Temer não possui legitimidade. Ele se aproveitou de manifestações populares para assaltar o poder”, comentou Lindberg Farias, do PT-RJ.

E agora?

Divulgação
Divulgação

O processo aprovado na Câmara passa agora para o Senado, que dará o veredito final. Uma comissão especial será formada e os senadores devem decidir sobre a admissibilidade das denúncias, para que aí sim, Michel Temer assuma a Presidência da República de forma interina. Dilma pode ser investigada por até 180 dias, prazo que pode ser usado pela defesa da presidente para provar que as pedaladas fiscais não configuram crime de responsabilidade.

“Esta aventura ainda poderá ser detida pelo Senado Federal, onde será travada a próxima e decisiva batalha em favor do resultado eleitoral de 2014”, diz nota oficial do PT

O presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Rui Falcão, divulgou nota sobre a aprovação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. “As forças mais reacionárias do país venceram a primeira batalha para a deposição da presidenta Dilma Rousseff, ao aprovarem — sob o comando do réu Eduardo Cunha e as promessas do vice conspirador — a admissibilidade do processo de impedimento na Câmara dos Deputados”, contou.

Leia a nota, na íntegra:

Hoje a infâmia e o golpismo feriram a democracia, rasgando a Constituição

As forças mais reacionárias do país venceram a primeira batalha para a deposição da presidenta Dilma Rousseff, ao aprovarem — sob o comando do réu Eduardo Cunha e as promessas do vice conspirador — a admissibilidade do processo de impedimento na Câmara dos Deputados.

Os golpistas violentam a soberania das urnas para impor seu programa de restauração conservadora, com ataques aos direitos dos trabalhadores, cortes nos programas sociais, privatização da Petrobrás, arrocho dos salários, repressão aos movimentos sociais e entrega das riquezas nacionais.

Ao romperem com a regra constitucional, as velhas oligarquias conspiram para tomar o poder de assalto e forjar um governo ilegítimo, marcado pelo arbítrio.

Esta aventura ainda poderá ser detida pelo Senado Federal, onde será travada a próxima e decisiva batalha em favor do resultado eleitoral de 2014.

O Partido dos Trabalhadores conclama todos os homens e mulheres comprometidos com a democracia para que se mantenham mobilizados, ocupando as ruas contra a fraude do impeachment.

Nossa missão é defender a Constituição contra a aliança dos barões da corrupção, da mídia e da plutocracia, que tenta sequestrá-la.

A mobilização popular e democrática — cuja continuidade apoiamos e reforçaremos — é a única resposta possível diante do golpe que se trama nas sombras do Estado e nos esconderijos das elites endinheiradas.

Não permitiremos que a democracia, conquistada pela luta e a vida de tantos patriotas, seja destruída pelo ódio dos que sempre combateram o protagonismo e a emancipação do povo brasileiro.

Rui Falcão
Presidente Nacional do PT

*Com informações de Estadão, Folha de São Paulo, O Financista e Agência PT Notícias.

Reembolso do Porto Seguro Saúde pode ser feito totalmente on-line 434

Mobile

Inovação acompanha momento tecnológico da sociedade brasileira

Para garantir cada vez mais a comodidade dos seus clientes, o Porto Seguro Saúde acompanha a tecnologia e oferece aos segurados a oportunidade de fazer o reembolso totalmente digital. Com a novidade, a companhia facilita o dia a dia de negócios dos clientes e dos corretores, que conseguem fazer o ressarcimento de consultas médicas, exames, terapias e despesas hospitalares. As versões digitalizadas dos documentos necessários são suficientes e o segurado deve apenas guardar as vias originais para apresentar à seguradora, caso seja solicitado.

A inovação adotada pelo Porto Seguro Saúde acompanha o atual momento tecnológico da sociedade brasileira. Segundo pesquisa da TIC Domicílios, divulgada em julho deste ano, o acesso à internet nos domicílios voltou a crescer no Brasil, totalizando 42,1 milhões de lares conectados em 2017 (61% das residências). Nas áreas urbanas essa proporção é de 65%, o que corresponde a 38,8 milhões de domicílios conectados.

“O Porto Seguro Saúde acredita que a tecnologia pode auxiliar na agilidade dos processos e minimizar o tempo para fazer o reembolso e garantir um maior conforto para todos”, disse Hamilton Cardomingo – Superintendente Operacional.

O pedido para reembolso pode ser feito pelo site na Área do Cliente, e aplicativo (disponível para Android e iOS), tanto pelos segurados como pelos Corretores, que podem solicitar o reembolso, no portal do Corretor Online. Além disso, é possível acompanhar o status de análise dos pedidos e encaminhar complementos de informações, quando necessário.

Além da solicitação de reembolso outros autosserviços também trazem comodidade para os clientes como: solicitação de autorização, indicação de rede via SMS e Chatbot, agendamento de consultas e carteirinha virtual via app.

Em breve a novidade deve contemplar também os planos odontológicos.

10 dias para o fim das inscrições para os Prêmios Longevidade Bradesco Seguros 218

Longevidade

Interessados têm até 28 de setembro para enviar trabalhos

Consolidada como uma das mais destacadas iniciativas voltadas à difusão e discussão do tema longevidade em âmbito nacional, os Prêmios Longevidade Bradesco Seguros chegam à sua oitava edição em 2018 contemplando as categorias de Jornalismo, Histórias de Vida e Pesquisa, esta última voltada à comunidade acadêmica. As inscrições podem ser feitas até 28 de setembro neste endereço.

Os três primeiros colocados nas categorias de Jornalismo e Histórias de Vida e os dois primeiros de Pesquisa em Longevidade receberão prêmios, além de troféus e certificados. A cerimônia de entrega ocorrerá durante o XIII Fórum da Longevidade Bradesco Seguros, que reunirá especialistas e convidados nacionais e internacionais em novembro de 2018, na cidade de São Paulo.

“Nosso principal objetivo é difundir trabalhos que demonstrem a importância e os impactos da longevidade nas diferentes esferas da vida. Se vamos viver mais, temos que nos preparar para aproveitar esse bônus de longevidade da melhor forma possível, com saúde, bem-estar e planejamento financeiro”, destaca o diretor do Grupo Bradesco Seguros, Alexandre Nogueira.

Desde a primeira edição, os Prêmios Longevidade Bradesco Seguros contam com a consultoria do médico e pesquisador em saúde pública Alexandre Kalache, ex-diretor do Departamento de Envelhecimento e Saúde da Organização Mundial da Saúde (OMS) e uma das maiores autoridades internacionais em gerontologia.

Categorias e modalidades

Prêmio Longevidade de Jornalismo

Em reconhecimento à importância da imprensa como formadora de opinião e difusora de conhecimento, a premiação busca estimular a elaboração de trabalhos jornalísticos que tratem o tema da longevidade com criatividade, contemplando duas modalidades: “Mídia Impressa” (jornais e revistas) e “Mídia Digital” (TV, rádio e web). Estão habilitados a concorrer matérias, artigos ou outros trabalhos de cunho jornalístico veiculados no período de 5/9/2017 a 28/9/2018. Os vencedores em primeiro, segundo e terceiro lugares de cada modalidade receberão troféus, certificados e prêmios nos valores de R$ 10 mil, R$ 5 mil e R$ 3 mil, respectivamente (a serem pagos mediante carga inicial e única em cartão de débito nominal ao premiado, sem função de saque, para aquisição de produtos ou serviços).

Prêmio Longevidade Histórias de Vida

Aberto à participação de maiores de 18 anos de idade, tem como principal objetivo reconhecer e estimular a transmissão de conhecimento entre gerações, incentivando o relato de histórias que, de alguma forma, contribuam para disseminar o conceito de longevidade com qualidade de vida e bem-estar. O primeiro, segundo e terceiro colocados receberão troféus, certificados e prêmios nos valores de R$ 5 mil, R$ 3 mil e R$ 1 mil, respectivamente (a serem pagos mediante carga inicial e única em cartão de débito nominal ao premiado, sem função de saque, para aquisição de produtos ou serviços).

Prêmio Pesquisa em Longevidade

Direcionado à comunidade acadêmica, é composto pelas modalidades “Geriatria” e “Gerontologia”. Somente estão habilitados a concorrer projetos de pesquisa desenvolvidos no âmbito acadêmico, aprovados por agências de fomento nacionais e/ou estaduais nas áreas de conhecimento existentes nessas agências no período de 1º/1/2008 a 28/9/2017 e que remetam ao tema longevidade no sentido amplo. Os vencedores em primeiro e segundo lugares de cada modalidade receberão troféus, certificados e prêmios nos valores de R$ 10 mil e R$ 5 mil, respectivamente (a serem pagos mediante carga inicial e única em cartão de débito nominal ao premiado, sem função de saque, para aquisição de produtos ou serviços).

Viva a Longevidade

Os Prêmios Longevidade fazem parte de um conjunto de ações mais abrangentes desenvolvidas pelo Grupo Bradesco Seguros desde 2006, com o intuito de difundir a importância de conquistar um envelhecimento ativo e saudável.

Além do “Fórum da Longevidade”, as iniciativas incluem ainda o “Circuito da Longevidade”, que já reuniu, desde 2007, mais de 400 mil participantes, em corridas e caminhadas nas principais cidades do país; o “Programa Porteiro Amigo do Idoso”, lançado em 2010 para capacitar porteiros a oferecer melhores serviços aos idosos, e que já treinou mais de 3,5 mil profissionais em bairros do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo; o movimento “Conviva”, que visa incentivar a convivência harmoniosa entre ciclistas, motociclistas, motoristas e pedestres, englobando, entre outras ações, a Ciclo Faixa de Lazer de São Paulo; e o “Programa Juntos pela Saúde”, conjunto de ações lançado em 2006 com o objetivo de estimular ações de promoção da saúde.

Como um aplicativo pode tornar você um motorista melhor 366

Motorista

“Trânsito+gentil” ainda traz descontos e premiações para bons condutores

Entre os dias 18 e 25 de novembro acontece a Semana do Trânsito, que em 2018 tem como tema: “Nós somos o trânsito”. Em reforço a essa causa, que tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância de um tráfego mais seguro, motoristas podem conhecer e baixar gratuitamente o app Trânsito+gentil, do Porto Seguro Auto.

Lançado pela companhia no primeiro semestre desse ano, o aplicativo concede descontos de até 35% para os motoristas de 18 a 24 anos no seguro auto. Além disso, todo mês os 10 melhores condutores, com boa performance na direção, podem ganhar prêmios de R$ 200 a R$ 4.000.

A novidade é uma espécie de medidor de gentileza que influência o condutor a ter ações que promovam um trânsito mais consciente e colaborativo. O aplicativo propõe uma jornada aos usuários, que passam por diversos desafios e missões para acumular pontos e concorrer aos prêmios que incluem itens, como TV, smartphones, notebook e até viagens. Para avaliar a performance do condutor, são utilizadas cinco variáveis: aceleração, frenagem, velocidade, curvas e uso do celular ao volante. O bom desempenho, somado à condução com responsabilidade,dará ao motorista moedas e medalhas online de ouro, prata e bronze.

“Por meio do aplicativo, o Porto Seguro Auto incentiva um trânsito mais responsável. O motorista que andar na velocidade permitida, que frear suavemente, que realizar as curvas de forma tranquila e não acelerar bruscamente, será recompensado e contribuirá para a diminuição dos acidentes no trânsito”, destaca o diretor do Porto Seguro Auto, Jaime Soares.

Lógica de descontos

Ao baixar e se cadastrar no app, todos os usuários ganham 3% de desconto ao contratar ou renovar com o Porto Seguro Auto. Além disso, nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Bahia, os motoristas com zero ponto na habilitação somam mais 7%, podendo chegar a 10% no total de descontos.

Já os condutores de 18 a 24 anos, além desses descontos, podem ganhar até 15% pela maneira como dirige e ainda, ao realizar os cursos online Direção Segura e Emocional, garantem mais 10% de desconto no Porto Seguro Auto Jovem, somando-se 35% para este público.

Saiba mais neste endereço.

CEO da Thinkseg compartilha história de superação no Insight Day 313

Executivo relembrou de quando teve de começar do zero no mundo dos negócios

O CEO e fundador da Thinkseg, Andre Gregori, compartilhou sua história de vida e profissional na primeira edição do Insight Day, evento que foca exemplos de superação, no mundo dos negócios. Sua palestra aconteceu na tarde do último sábado, dia 15.

Gregori compartilhou com o público que nasceu em uma família rica e tradicional de banqueiros e empreendedores paulistas e que um dia viu a sua realidade mudar totalmente ao receber a ligação de seu pai informando que a família havia perdido tudo. Isso fez com que ele tivesse de recomeçar do zero, chegando a vender produtos de porta em porta, até chegar a ser sócio do BTG Pactual, iniciando a área de seguros do grupo, e posteriormente fundar a maior insurtech da América Latina, a Thinkseg, que recentemente adquiriu a corretora de seguros online Bidu.

O evento reuniu diversos outros testemunhos de profissionais renomados, que abordaram como fizeram para construir histórias e negócios de sucesso. O objetivo da organização era inspirar os presentes, promovendo um dia de insights sobre carreira, empreendedorismo, inovação e networking. O encontro foi realizado no Centro Universitário Belas Artes, em São Paulo.

Estudo mostra desafios e oportunidades de empresas e empreendedores no Brasil 330

Negócios

Levantamento aponta inovação como uma necessidade estratégica para manter vantagem competitiva no longo prazo

Entre os empreendedores que já tiveram alguma experiência com corporate venture, 56% afirmam ter resultado positivo com esse tipo de iniciativa, segundo “Corporate Venture: desafios e oportunidades no Brasil”, levantamento elaborado pela EY-Parthenon, a Endeavor e a Cátedra Insper-Endeavor. A pesquisa contou com a participação de aproximadamente 300 empreendedores brasileiros e mostrou que 46% dos entrevistados citaram a aceleração e/ou incubação como um dos formatos mais comuns entre as iniciativas de colaboração.

As grandes empresas que oferecem iniciativas de engajamento buscam cada vez mais se aproximar do mindset empreendedor, complementar a ativação nos seus negócios, ter um retorno financeiro sustentável, além de atrair novos profissionais. “Neste estudo, entendemos corporate venture como qualquer esforço de uma corporação para criar novas iniciativas empreendedoras (entrepreneurial ventures) e isso pode ocorrer usando recursos internos ou através de programas com interação com os empreendedores. O ponto de partida é a constatação de que a inovação é uma necessidade estratégica para a manutenção da vantagem competitiva no longo prazo”, afirma Luis Felipe Franco, head de aceleração da Endeavor. “Por essa razão, as empresas devem continuamente investir na busca por inovações, assumindo uma posição empreendedora e, portanto, de protagonismo no desenvolvimento dos seus mercados”, complementa.

Se o engajamento entre empreendedor e empresa for bem-sucedido, ambos reduzem suas vulnerabilidades e aumentam suas vantagens competitivas. Mundialmente, o número de transações de corporate venture mais que triplicou desde 2009, com investimentos ultrapassando US$ 31 bilhões em 2017. Há diferentes motivos para buscar parcerias com empreendedores, assim como diversas estratégias para concretizá-las. “Conversar com outros empreendedores que participaram de programas de aceleração ou que receberam investimentos, compartilhar essa visão entre todos os sócios e definir de forma clara e alinhada qual o objetivo da parceria, levando em conta as implicações e riscos potenciais, estão entre os motes para os empreendedores, afirma Eduardo Tesche, gerente sênior da EY-Parthernon no Brasil.

“Embora o corporate venture tenha potencial de gerar benefícios para empresas e empreendedores, constatamos um enorme ruído em muitas das parcerias estabelecidas no Brasil. As empresas e os empreendedores, por vezes, estruturam arranjos frágeis e instáveis em função do desalinhamento entre as partes. O resultado mais comum é a falha das parcerias e o fim precoce das iniciativas de engajamento com os empreendedores”, observa Guilherme Fowler, professor do Insper e um dos autores do estudo.

E mais: Veja o levantamento na íntegra.