Migração para TV Digital gratuita tem início em Porto Alegre e outros 88 municípios da região 718

Novo sinal de TV aberta traz mais qualidade de imagem e som

Esta semana começou a contagem regressiva. Em 31 de janeiro de 2018, o sinal analógico de TV aberta será desligado na região de Porto Alegre e as transmissões dos canais serão feitas apenas pelo sinal digital, que proporciona imagem e som de melhor qualidade, livre de chiados, chuviscos e fantasmas.

O processo é conduzido pela Seja Digital, entidade responsável por operacionalizar a migração do sinal de TV aberta do analógico para o digital no Brasil. Criada por determinação da Anatel, a entidade tem como missão informar à população o que precisa ser feito para ter acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits com antenas e conversores para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal.

“Este processo representa um grande avanço tecnológico, pois coloca o Brasil no mesmo patamar de transmissão televisiva de países como Estados Unidos e Reino Unido, que já realizaram o desligamento do sinal analógico”, afirma Antonio Carlos Martelletto, diretor geral da Seja Digital.

O executivo reforça que a prioridade da entidade é promover ações didáticas voltadas, principalmente, para o esclarecimento à população sobre a transição, assegurando que todos estejam preparados para o novo momento da TV no Brasil. “Nosso principal compromisso com a digitalização da TV no Brasil é preparar a população para que não fique sem acesso ao sinal dos canais de TV aberta”, explica Martelletto.

Durante o período de transição, os telespectadores de Porto Alegre e região que assistem os canais de TV aberta passarão a ver durante a programação um sinal com a letra “A”. Este símbolo indica que o sinal daquela TV é analógico. No dia 31 de janeiro de 2018, o sinal analógico será desligado e apenas o sinal digital estará disponível.

Além da capital, o sinal analógico será desligado em outros 88 municípios do estado: Alto Feliz, Alvorada, Araricá, Arroio do Meio, Arroio dos Ratos, Balneário Pinhal, Barão, Barão do Triunfo, Barra do Ribeiro, Bento Gonçalves, Boa Vista do Sul, Bom Retiro do Sul, Brochier, Butiá, Cachoeirinha, Campestre da Serra, Campo Bom, Canela, Canoas, Capela de Santana, Capivari do Sul, Carlos Barbosa, Caxias do Sul, Charqueadas, Cidreira, Colinas, Dois Irmãos, Eldorado do Sul, Estância Velha, Esteio, Estrela, Farroupilha, Fazenda Vilanova, Feliz, Flores da Cunha, Garibaldi, General Câmara, Glorinha, Gramado, Gravataí, Guaíba, Harmonia, Igrejinha, Imbé, Imigrante, Ivoti, Lajeado, Linha Nova, Monte Belo do Sul, Montenegro, Morro Reuter, Nova Petrópolis, Nova Roma do Sul, Nova Santa Rita, Novo Hamburgo, Osório, Palmares do Sul, Pareci Novo, Parobé, Paverama, Picada Café, Portão, Presidente Lucena, Rolante, Santo Antônio da Patrulha, São Francisco de Paula, São Jerônimo, São José do Hortêncio, São José do Sul, São Leopoldo, São Marcos, São Sebastião do Caí, Sapiranga, Sapucaia do Sul, Tabaí, Tapes, Taquara, Taquari, Teutônia, Tramandaí, Três Coroas, Triunfo, Tupandi, Vale Real, Veranópolis, Viamão, Westfalia e Xangri-lá.

Para saber mais informações sobre como se preparar para desligamentos do sinal analógico dos canais de TV aberta, acesse este portal especial.

Benefícios da mudança

O desligamento do sinal analógico irá liberar a faixa de 700Mhz para que a oferta de internet 4G possa ser expandida na região. O 4G é uma das tecnologias mais avançadas do mundo, que permite a celulares, smartphones, laptops e tablets acessarem sinal de voz e dados a velocidades muito mais rápidas, até mesmo em ambientes fechados. De acordo com um estudo da GSM Association, esse processo de migração para TV digital pode trazer mais de US$ 5 bilhões ao PIB brasileiro, além de mais de 4 mil empregos.

A TV Digital também oferece uma série de melhorias em relação ao sinal analógico. A transmissão possui qualidade muito superior tanto de imagem quanto de som. Outra questão fundamental são os recursos interativos. Por meio do sinal digital, o telespectador pode ter acesso a conteúdos adicionais como informações de bastidores, galerias de imagens do programa, ofertas de produtos relacionados, previsão do tempo e notícias em texto – tudo gratuitamente e de acordo com as definições de cada emissora.

Brasília: a primeira capital brasileira com sinal de TV aberta 100% digital

No dia 17 de novembro, o sinal analógico de televisão foi desligado em Brasília. Mais de 4 milhões de moradores da região passaram a assistir os canais abertos de televisão apenas pelo sinal digital, que transmite a programação gratuitamente com imagem e som de cinema. Para cumprir sua missão no Distrito Federal, a Seja Digital promoveu ações sociais, mutirões de orientação e parcerias com organizações sociais e distribuiu cerca de 340 mil kits gratuitos com antena, conversor e controle remoto. Em breve, as campanhas de comunicação e as ações de mobilização chegarão a Porto Alegre e região anunciando o desligamento do sinal analógico dos canais abertos de televisão.

 

Neo Executiva reúne entidades de Oficiais de Justiça em Gramado (RS) 2001

Empresa atinge a marca de mais de 21 mil segurados 

A Neo Executiva promoveu no último final de semana a 2° Integração Nacional das Entidades de Oficiais de Justiça (INEOJ) na cidade de Gramado, na Serra gaúcha. O encontro reuniu representantes de entidades de 14 Estados brasileiros, todos vinculados a Federação dos Oficiais de Justiça Estaduais do Brasil, a FOJEBRA, e clientes da corretora.

Recentemente a empresa atingiu a marca de mais de 21 mil segurados pelo país, quase duplicando a quantidade de clientes em menos de dois meses. “Buscamos isso com muito trabalho, dedicação e empenho. Ampliamos a nossa área de atuação com escritórios novos e a parceria que fizemos com órgãos estratégicos, assim, seguimos ampliando exponencialmente o atendimento”, explica o diretor Zênio Costa.

Além disso, a Neo Executiva atingiu um bilhão em garantia segurada entre os Oficiais de Justiça e possui clientes em mais de mil municípios do país. “O Brasil é muito grande, e mesmo assim procuramos estar em todos os lugares que conseguimos, já estivemos no Pará, por exemplo, em comarcas que tinham 950 km de distância da Capital”, conta o diretor Luis Henrique Bueno. O momento contou com a presença do presidente da FOJEBRA, Edvaldo Lima, e do presidente da ABOJERIS (Associação dos Oficias de Justiça do Rio Grande do Sul), Sirlan da Rosa Cruz, além de outros representantes da categoria e de seguradoras.

Gramado foi escolhida para reunir o grupo de mais de 50 pessoas para levar os participantes e clientes da Neo a um lugar diferente. “É uma cidade bonita e receptiva, todos tinham vontade de conhecer e nada melhor do que fazer essa recepção num lugar como esse”, comenta. “Foi uma logística trabalhosa, mas muito gratificante de receber nossos clientes em um momento de comemoração de um trabalho que é feito diariamente”, acrescenta a coordenadora de treinamento da Neo, Júlia Fetter Bueno, responsável por toda a organização do INEOJ.

Neo Executiva reúne entidades de Oficiais de Justiça em Gramado (RS) – Todas as imagens

Tecnologia previne contra principais motivos de processos trabalhistas no Brasil 969

Divulgação

Ações judiciais causadas por divergências em horas extras e intervalos podem ser evitadas

Quando um conflito entre um trabalhador e uma empresa chega à esfera judicial o resultado acaba sendo um grande prejuízo para ambas as partes. Para que a situação não chegue a esse ponto é preciso que a organização esteja atenta a todos os direitos trabalhistas e responsabilidades tanto da empresa quanto do colaborador.

Um levantamento de 2017 do Tribunal Superior do Trabalho apontou que estão entre os principais motivos de processos trabalhistas por parte de funcionários, questões relacionadas a horas extras e intervalos intrajornada, especialmente motivadas por divergências em relação a folgas e inconsistência na jornada de trabalho. Ao todo, foram mais de 76 mil processos envolvendo esses motivos apenas no primeiro trimestre do ano passado.

Segundo o Relatório Justiça em Números de 2018, divulgado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a Justiça Trabalhista concentra 6,9% de todos os processos do país, totalizando mais de 5,5 milhões ao todo, tendo como principais temas problemas com rescisão do contrato de trabalho e verbas rescisórias resultantes de horas extras e jornadas irregulares.

De acordo com André Ferreira, coordenador de Marketing da Pontomais, empresa que disponibiliza tecnologia para registro e gestão de ponto na nuvem, boa parte desses problemas pode acontecer em razão da resistência à tecnologia por parte das empresas. “Ainda existem muitas empresas que insistem em utilizar ferramentas ultrapassadas, como planilhas e livros ponto, para controlar as horas trabalhadas dos funcionários. Além de ser passível de fraude, esse tipo de controle não permite que a empresa descubra inconsistências de jornada e deixa o cálculo de horas suscetível a erros humanos”.

Uma das melhores opções para diminuir o número de processos trabalhistas relacionados ao controle de horas é a adoção de um sistema online para gerenciar as jornadas da empresa. A startup curitibana Pontomais, que já conquistou mais de 5.000 clientes em todo o país e nomes de peso como Havaianas e Unimed, oferece uma solução online oferece opções para registro de ponto, é capaz de identificar se as jornadas de trabalho, intervalos, horas extras e folgas estão sendo cumpridos de maneira apropriada e ainda identifica irregularidades de acordo com a legislação trabalhista para evitar possíveis processos.

Com a tecnologia, é possível até mesmo registrar a jornada de trabalhadores remotos, por exemplo, além de preparar a solução para jornadas flexíveis, até mesmo para trabalhadores PJ e freelancers que não têm um horário fixo já estabelecido.

“As empresas precisam estar atentas ao controle de jornada de seus trabalhadores. Com a ajuda da tecnologia, é possível fazer isso de maneira mais ágil e precisa, corrigindo qualquer imprecisão ou falha humana que podem trazer dores de cabeça para ambas as partes”, afirma Ferreira.

Pontos que merecem atenção depois da Reforma Trabalhista

Com a tecnologia, é possível atender a diversas exigências da legislação com as quais os departamentos de Recursos Humanos precisam ter atenção redobrada, inclusive com as mudanças estabelecidas pela Reforma Trabalhista do ano passado. Esse é o caso do cálculo de horas extras e da compensação do banco de horas, que passam a ser negociados entre o patrão e o empregado em até seis meses. Por isso, é preciso que o controle de horas trabalhadas e os registros de ponto sejam muito bem esclarecidos e exibidos de forma transparente ao trabalhador.

Além dos cálculos das horas extras e banco de horas, um dos casos em que o acordo prévio se faz necessário é ajornada de trabalho 12×36, em que o trabalhador realiza o expediente por 12 horas e descansa por 36 horas. Qualquer excedente nesse período é considerado como hora extra.

Também são pontos que merecem a atenção os casos do intervalo intrajornada, que exigem que o funcionário realize uma pausa de pelo menos uma hora em jornadas com mais de seis horas, e do intervalo interjornada, em que é necessário de um descanso de pelo menos 11 horas entre duas jornadas seguidas.

“Qualquer redução ou descumprimento desses períodos, além de erros com o cálculo das horas poderá incorrer em irregularidades trabalhistas que trazem prejuízos para o trabalhador e para a própria a empresa. Vale lembrar também que se o patrão e o empregado mantiverem uma relação transparente a possibilidade de existirem problemas para ambas as partes é muito pequena”, afirma Ferreira.

JRS define destaques do Troféu 2018; Número limitado de convites à disposição 1080

JRSRed

Evento chega à 16ª edição com participação efetiva do mercado brasileiro de seguros

O mercado brasileiro de seguros prepara-se para um mês intenso de eventos e reconhecimentos. No dia 19 de outubro acontece a 16ª edição do Troféu JRS, uma noite especial que coloca Porto Alegre no panorama nacional do setor. Mais de 1 mil convidados, entre corretores, operadores, executivos e prestadores de serviços, tornam o momento ainda mais inesquecível.

A Comissão Organizadora do Troféu JRS já definiu os grandes nomes do seguro de 2018. Critérios como performance, inovação, garantias, avaliação de órgãos do setor e know-how da equipe de JRS foram adotados na escolha. Cartas de Reconhecimento são entregues durante toda essa semana.

O Troféu JRS 2018 realiza pelo terceiro ano consecutivo uma categoria especial, onde o público define qual a seguradora e corretora de seguros destaque. Trata-se do Troféu Seguros e Corretagem, categoria que conta com inscrições de corretoras para votação on-line até o dia 25 de setembro, neste endereço.

O número de convites à disposição é limitado, por isso, corra para garantir o seu! Mais informações podem ser obtidas nos e-mails redacao@jrscomunicacao.com.br ou nos telefones (51) 3072-2631 e (51) 3286-2631.

Troféu JRS acontece no dia 19 de outubro, em Porto Alegre (RS)
Troféu JRS acontece no dia 19 de outubro, em Porto Alegre (RS)

Josemar Ballejo é o novo superintendente da Bradesco Seguros em Novo Hamburgo 3133

Executivo conta com nove anos de companhia

Josemar Ballejo é o novo superintendente da Bradesco Seguros em Novo Hamburgo, na Região do Vale do Sinos. O bacharel em ciências contábeis já é conhecido dos corretores de seguros, pois conta com nove anos de experiência na companhia, tendo iniciado como auxiliar de escritório e atuado como gerente comercial nos últimos seis anos.

O executivo encara o novo desafio com muita responsabilidade. “É um desafio que com certeza me proporciona novos crescimentos e a responsabilidade de manter o bom trabalho que foi feito pelos colegas e, é claro, acrescentando um pouco da minha personalidade e experiência, posso fazer com que a sucursal evolua ainda mais”, destaca Ballejo.

Aos corretores de seguros da região, ele defende um trabalho calcado em muita parceria e trabalho duro. “Os corretores podem contar comigo, é sempre um prazer estar dentro do meu Estado, pois conheço Novo Hamburgo e quero estar à disposição para que eles possam contar comigo para que nós possamos, juntos, crescer ainda mais”, argumenta. “Esse é o sentimento pelo desafio que tenho à frente e pelos corretores seletos que temos dentro da sucursal”, complementa.

Sob a perspectiva do superintendente para a Região Sul da Bradesco Seguros, Anderson Fabiano Mundim Martins, a escolha foi assertiva, num momento de mudanças, em que Sallam Saleh assumiu a sucursal de Caxias do Sul e Bento Gonçalves, Andrei Pires de Ponta Grossa (PR) e, por fim, Josemar Ballejo a de Novo Hamburgo. “Esses profissionais são pessoas que os corretores de seguros gostam e que estão junto conosco e precisam ser valorizados pelo seu trabalho e eficiência”, finaliza.

Cursos de curta duração da Escola Nacional de Seguros com inscrições abertas em Porto Alegre 239

Carga horária é de 18h

A Escola Nacional de Seguros está com inscrições abertas para dois cursos de curta duração na unidade da Capital dos gaúchos. Sinistros em Ramos Elementares e o Processo de Regulação e Liquidação para Corretores de Seguros e Estratégias de Marketing e Comercialização de Seguros contam carga horário de 18h.

As aulas, que contam com conteúdos práticos, terão início no final de setembro e outubro. Confira, abaixo, o cronograma e detalhes de cada um:

Sinistros em Ramos Elementares e o Processo de Regulação e Liquidação para Corretores de Seguros

Período: 25/09 à 04/10, das 18h30 às 21h45
Investimento: R$ 490,00

Estratégias de Marketing e Comercialização de Seguros

Período: 22/10 à 31/10, das 18h30 às 22h
Investimento: R$ 522,00

Maiores informações podem ser obtidas na própria Unidade Rio Grande do Sul da Escola, pelos telefones (51) 3224-6661 / 3224-1965.