Verão saudável: não abuse dos sucos 679

Veja as dicas

Você já pensou que cada estação do ano exige uma alimentação apropriada? O verão exige uma série de cuidados com a alimentação e hidratação. A nutricionista Orion Araújo listou sete dicas úteis para não sofrer com o calor, manter uma alimentação equilibrada; e não cair em pegadinhas de só comer salada e abusar dos sucos naturais.

1) Prefira comidas leves e frias. O paladar agradece.

“Não temos mais aquele palador do inverno por comidas quentes. E o corpo pede por mais líquidos e por comidas leves” explica a nutricionista. Assim, uma vez que já sabemos que a nossa gula varia com o clima, vale o alerta:

2) Salada sozinha não resolve o problema

Orion Araújo explica que a substituição de uma refeição por salada pode ser uma armadilha. “Não adianta ficar só com a salada, porque depois a pessoa fica com fome”. Um aliado importante para se sacear é acrescentar um carboidrato. Ela lista a batata baroa, o aipim, a batata doce, grãos como feijão e ervilha. A diferença é que eles podem acompanhar a salada também gelados.

3) Ok, que tal uma dica de salada variada?

A nutricionista sugere a combinação de frutos do mar com brócolis, agrião, frutas como uma excelente opção. Afinal, “salada não é só alface e tomate”. Não tem ou quer fruto do mar? Sem problemas, pode utilizar picadinhos de carne assada e, para os vegetarianos, cogumelos no lugar da proteína.

4) Não gosta de tomar água? Seja criativo

As altas temperaturas aumentam a transpiração e, consequentemente, torrnam necessárias uma hidratação corporal constante. Mas a nutricionista comenta que há muita gente que não curte ficar bebendo água. Por isso, ela sugere um truque natural e eficiente: monte sua própria água aromatizada.

5) Suco pode até hidratar como água, mas engorda como açúcar

Em vez de água, as pessoas costumam optar por sucos. Mesmo aqueles naturais exprimidos na sua frente devem ser tomados com moderação. Araújo explica que o suco é feito de várias frutas e, logo, uma bomba de frutose, o açucar da fruta. Assim, o corpo fica cheio de açucares indesejados e aumenta o trabalho do pâncreas na produção de insulina. “Para quem é diabético, pior ainda”, alerta.

6) Fibras pra que te quero!

Água, salada, carboidrato e proteína. Todos esses itens apareceram nas dicas acima. Mas Orion Araújo lembra que as fibras são tão importantes quanto qualquer um deles. No suco de laranja, por exemplo, a pessoa bebe a frutose e não consome as fibras. Por isso, ela recomenda chupar a laranja no lugar de tomar o suco e acrescentar fibras na dieta (bastante presente nas verduras). Como vantagem, a fibra contribui para diminuir velocidade da absorção do açucar no organismo do indivíduo.

7) Vai viajar? Leve castanhas

Encontrar uma comida saudável em um aeroporto ou durante uma viagem de carro pode se tornar um grande desafio. Para não sair da dieta, a melhor opção é se munir de diferentes castanhas e frutas. Na hora que bater aquela fome entre uma parada e outra, Orion Araújo reforça: “nuts são boas opções salgadas, E as frutas, uma ótima saída”.

Micros e pequenas empresas já devem começar preparativos para Black Friday 483

Black Friday

Especialista dá dicas para planejar ações antes e depois da Black Friday

Na penúltima sexta-feira de novembro (23) começa mais uma edição da Black Friday, que em 2017 atingiu R$2.1 bilhões em vendas, no Brasil. Esse ano as pesquisas já encorajam um grande movimento na economia nacional. Segundo último levantamento divulgado pelo Google, apenas 9% dos 1.500 entrevistados declararam que não pretendem fazer nenhuma compra durante a data, o que evidencia a força que a Black Friday vem ganhando no País ao longo dos últimos anos.

Para os pequenos e micro empresários, esta é uma oportunidade que traz muitas vantagens e possibilidades de aumento de vendas e, segundo Lars Leber, country manager da Intuit, eles precisam se preparar com cerca de três a quatro meses de antecedência. “Para uma ação eficiente é importante conhecer muito bem o próprio negócio e o que está dando resultados. O controle das finanças pode ser um aliado fundamental na definição da estratégia comercial para a data”, diz.

Foi pensando neste momento estratégico que a Intuit preparou quatro dicas infalíveis pré Black Friday, para que os empresários possam ter os melhores resultados durante e pós evento.

Foque na campanha e nos descontos

Analise suas vendas dos últimos meses, entenda suas margens e quais produtos têm em estoque com maiores margens. Determine então o objetivo da campanha, o público que deseja atingir e só então defina quais produtos e serviços serão ofertados e quanto de descontos você irá adicionar. Com a ajuda do QuickBooks Online, por exemplo, é possível fazer análises financeiras para medir a margem dos produtos/serviços e poder definir os descontos a serem estabelecidos de forma prática e inteligente. Com isso em mente é possível decidir quanto pode ser investido em ações de marketing para divulgação e captação de novos clientes.

Não fique com o estoque vazio

Outra questão essencial quando se trata de Black Friday é o planejamento do estoque. É importante avaliar quais produtos podem entrar em uma “queima de estoque”, avaliar quantidades para garantir volume de vendas e, por fim, identificar a condição real do estoque e os produtos que possuem maior rotatividade. O mesmo critério vale para a oferta de serviços. Analise sua capacidade de entrega e qual prazo pode cumprir para não ter problemas com a entrega após a venda.

Entenda – e se planeje para – a gestão de diferentes modos de pagamento

Nenhuma das dicas acima se torna possível sem a gestão do fluxo de caixa. É preciso estar atento para administrar diferentes formas de pagamento, como parcelamentos, e avaliar precificação dos produtos tendo em mente as taxas de cartão de crédito, além de estabelecer os fretes e estudar a implantação do frete grátis a partir um valor total de compra, como acontece com frequência nos e-commerces. É importante garantir que a promoção não irá ter um impacto negativo nos meses pós Black Friday e que não haja um desencontro de caixa entre os investimentos realizados para campanha e o efetivo recebimento das vendas.

Faça estimativas para próximas vendas

Crie orçamentos e avalie expectativas a curto, médio e longo prazo, incluindo os meses que antecedem a Black Friday. Organizar o que se espera para cada mês torna possível uma análise posterior do que se concretizou ou não, isso ajuda a entender melhor o seu negócio a cada ação realizada. Essas informações também serão importantes para promoções futuras – com um histórico documentado do que aconteceu em promoções anteriores, fica mais fácil prever e se preparar para futuras campanhas.

Como ter mais segurança na hora de alugar um imóvel? 975

Porto Seguro desenvolve infográfico para ajudar proprietários e inquilinos

A Porto Seguro desenvolveu um infográfico especial onde oferece dicas de segurança para proprietários e inquilinos na hora de alugar um imóvel. Se por um lado, ambas as partes têm direitos e deveres, cabe destacar o papel fundamental do seguro fiança locatícia, que reduz a burocracia neste delicado momento e dispensa a apresentação de um fiador e o pagamento de caução.

O Porto Seguro Fiança Locatícia, por exemplo, ainda oferta uma série de benefícios, como descontos em teatros, shows e transportadoras. Serviços assistenciais e emergenciais são gratuitos para o imóvel alugado.

Porto Seguro / Divulgação
Porto Seguro / Divulgação

Pacientes com câncer devem ter mais cuidados com a saúde bucal 1550

Dentes

Especialista explica impactos da quimioterapia e da radioterapia na saúde bucal e como minimizar efeitos colaterais

Câncer é o nome dado a um conjunto de doenças caracterizadas pelo crescimento anormal e desordenado de células em grande velocidade, invadindo tecidos e órgãos de forma agressiva e prejudicial ao organismo. Os tratamentos mais comuns para combater essas células cancerosas são a quimioterapia e a radioterapia. Entretanto, essas medicações produzem efeitos colaterais por todo o organismo, inclusive na boca.

Com o objetivo de esclarecer a relação entre os tratamentos contra o câncer e os problemas bucais, a dentista e consultora da GUM, marca mais inovadora de cuidado bucal no Brasil e presente em 90 países, Isabella Mendes, explica alguns aspectos importantes abaixo:

Impactos da quimioterapia e radioterapia na saúde bucal

Mais de um terço das pessoas em tratamento contra o câncer desenvolvem complicações que afetam a boca e diminuem a qualidade de vida do paciente.

Entre as complicações está a mucosite, feridas e aftas na boca que dificultam a higiene e a alimentação. Além de serem doloridas, representam uma porta de entrada para bactérias em um organismo já debilitado pelo tratamento oncológico. “A quimioterapia ainda provoca náuseas e vômitos na maioria dos pacientes, cujos ácidos estomacais podem causar danos irreversíveis no esmalte dos dentes”, informa.

Segundo a especialista, a radioterapia tem ação mais local, com emissão da radiação apenas na região afetada pelo câncer, por isso possui menos efeitos colaterais. Mas, se o câncer for na região da cabeça e pescoço é possível que haja comprometimento das glândulas salivares, rouquidão, perda do paladar e xerostomia, conhecida como boca seca. “Obviamente cada organismo reage de uma forma, por isso cada paciente apresentará diferentes efeitos colaterais”, ressalta.

Diminuição dos impactos de tratamentos oncológicos na saúde bucal

De acordo com a dentista, a boca pode ser uma de porta de entrada de bactérias responsáveis por doenças e infecções. Como o sistema imunológico, que atua na defesa contra esses microrganismos, é enfraquecido pela radio e quimio, os pacientes com câncer ficam mais suscetíveis às essas bactérias.

“Tanto a quimioterapia como a radioterapia requerem acompanhamento odontológico, com um especialista. Ao consultar um dentista antes do início das sessões de quimio ou radio, ele poderá diagnosticar possíveis focos de infecção como cáries, gengivites e periodontites e indicar a melhor forma de controla-las em tempo hábil para início do tratamento oncológico”, argumenta.

A dentista ainda ressalta que o profissional responsável pela saúde bucal pode receitar produtos repositores de saliva ou lubrificantes orais. “Em geral estes itens são capazes de manter a cavidade oral úmida e protegida dos ácidos, inclusive alguns possuem enzimas similares aos encontrados na saliva natural”, revela. “Os enxaguantes bucais, sem álcool, também são ótimos para combater fungos e bactérias causadores de infecções”, completa.

“É essencial que o paciente procure orientação de um especialista ao detectar qualquer mudança na cavidade oral mesmo após o término do tratamento de quimio ou radio, para restabelecer e manter a saúde bucal”, finaliza Isabella.

Como otimizar as entregas e a logística de sua empresa 1513

Entregas

Dicas importantes para evitar atrasos e demais problemas nas entregas

Uma das etapas mais importantes da logística é a entrega das mercadorias dentro do prazo correto e sem danos. Mas como fazer isso acontecer de forma eficiente e segura com tantos gargalos na infraestrutura e problemas de segurança nas estradas e cidades brasileiras?

Cyro Buonavoglia, presidente da Buonny Projetos de Riscos e Serviços Securitários, gerenciadora de riscos em transporte de cargas, dá orientações fundamentais para empresas que prezam pela qualidade das entregas de seus produtos. Confira:

1. Evite a falta de controle do tempo de retenção dos veículos: para evitar que eles fiquem tempo a mais do que o previsto em postos fiscais, por exemplo, tenha um rastreamento eficiente, pois fica muito mais fácil controlar a duração das paradas, além de agilizar os demais processos;

2. Não perca o prazo das entregas: para evitar atrasos nas entregas, nada melhor do que saber onde exatamente estão, por meio de rastreamento. Isso porque é possível analisar se o motorista está desviando da rota, se teve algum problema mecânico e, assim, alertar o gestor das frotas para que tenha uma rápida tomada de decisões;

3. Trace melhor as rotas: um roteirizador é capaz de traçar caminhos das entregas de forma eficiente, pois assim é possível reduzir gastos com combustível e manutenção, bem como as horas perdidas nas estradas ou mesmo nas cidades;

4. Cuidado com divergências e mercadorias erradas: é importante treinar os colaboradores para que eles entendam a importância de separar produtos corretamente no estoque e nas entregas. Além disso, a falta de integração entre os sistemas pode gerar erros e retrabalho. Por isso é importante ficar atento a isso;

5. Comunicação entre frota e central: se o gestor de frotas não enxergar dificuldades durante as operações, reduzirá o nível de qualidade da entrega, que gera cliente insatisfeito e queda na produtividade. Dessa forma, a comunicação pode ser feita via telefone celular ou mesmo por sistema de gestão de entregas, que acompanham, em tempo real, as atividades da frota, localizam veículos e acompanham tempo de entrega.

Cinco dicas da Tokio Marine para resolver a vida nas férias 3045

Aproveite os dias de folga para colocar a casa em ordem

As férias de julho chegaram e a Tokio Marine reuniu algumas dicas que vão ajudar tanto quem vai pegar a estrada e viajar, quanto aquelas pessoas que optaram em aproveitar os dias de folga para colocar a casa em ordem! Confira:

1- Fique atento à revisão de itens básicos antes de pegar na estrada

Calibrar os pneus do carro é algo que vem à cabeça de primeira, entretanto muita gente esquece de incluir o estepe entre os itens de revisão e calibragem, avaliando se não aparenta nenhuma alteração. Verifique também se lanternas, faróis e pisca-alerta estão em ordem, bem como a tríade macaco, chave de roda e triângulo.

2 – Trinca no para-brisa não se resolve com adesivo

Caso uma pedra trinque o para-brisa na estrada o recomendado é procurar um especialista ou acionar o serviço de vidros do seguro o quanto antes para o reparo.

3 – Não esqueça as luzes de casa acessas

Muitas pessoas pensam que ao deixar a luz acessa durante um período de ausência, passarão a impressão de que a casa não está vazia, quando na verdade essa tática acaba ocasionando o efeito contrário, posto que as luzes acesas durante o dia chamam a atenção de quem passa na rua, atuando como um verdadeiro sinal de ausência de moradores na casa. Neste caso, o ideal é instalar lâmpadas com temporizadores que são programadas para acender em um determinado horário.

4 – Use a assistência do seguro residencial para ajudar a colocar a casa em ordem

O seguro residencial oferece uma série de serviços para quem deseja colocar a casa em dia durante as férias. Limpeza de calhas e ralos, substituição de telhas, rejuntamento, limpeza do ar-condicionado e da caixa d’água são algumas assistências oferecidas e cobertas pelo seguro.

5 – Tenha em mãos o contato da seguradora para qualquer imprevisto

Problemas com o carro como panes e colisões podem acontecer durante a viagem. Mas o importante é garantir a tranquilidade para qualquer imprevisto, seja para acionar um guincho, socorro mecânico, carro reserva, chaveiro e até mesmo suporte com hospedagem.

Além dos sustos na viagem em si, vale ficar atento também aos imprevistos em casa! Em situações emergenciais cobertas pela Assistência Residencial você poderá acioná-la para providenciar seu regresso antecipado à sua residência.