72% das empresas não reconhecem as mudanças climáticas como um risco financeiro 2007

Levantamento estudou as 100 maiores empresas por receita de 49 países, dentre eles o Brasil

No mundo inteiro, 72% das empresas de médio e grande portes com ações negociadas em bolsas de valores ainda não reconhecem os riscos financeiros oriundos das mudanças climáticas em seus relatórios anuais financeiros, de acordo com a Pesquisa 2017 de Relatórios de Responsabilidade Corporativa da KPMG (The KPMG Survey of Corporate Responsibility Reporting 2017, em inglês). O levantamento estudou relatórios anuais financeiros e relatórios de responsabilidade corporativa das 100 maiores empresas por receita de 49 países, dentre eles o Brasil.

Ainda de acordo com a pesquisa, da parcela minoritária que reconhece o risco das mudanças climáticas, apenas 4% fornece uma análise aos investidores do potencial valor de negócio em risco.

Em termos de setores, as empresas que operam em recursos florestais e papel (44%), mineração (40%), e petróleo e gás natural (39%) têm as mais altas taxas de reconhecimento do risco relacionado ao clima em seus relatórios.  Já serviços de saúde (14%), transporte e entretenimento (20%) e varejo (23%) são setores menos propensos a reconhecer o risco climático.

“A pesquisa mostra que, mesmo entre as maiores empresas do mundo, uma parcela extremamente reduzida está disponibilizando indicações adequadas do valor em risco a partir das mudanças climáticas.  A pressão sobre as empresas para que se esforcem para melhorar, no que se refere à divulgação, cresce diariamente.  Alguns investidores já estão adotando uma abordagem linha dura para exigir a divulgação; alguns países estão avaliando a regulamentação para impô-la; e alguns agentes reguladores financeiros alertaram para o fato que a não identificação e a não gestão do risco climático seja uma violação do dever fiduciário de um Conselho”, analisa o diretor da KPMG no Brasil e líder para a prática de sustentabilidade, Ricardo Zibas.

Tendências

A pesquisa da KPMG também explorou as tendências futuras nos relatórios de responsabilidade corporativa, incluindo relatórios sobre as Metas de Desenvolvimento Sustentável (SDGs) das Nações Unidas, que relatam sobre os direitos humanos e preparam e divulgam metas de redução de emissão de carbono.

As principais constatações incluem:

– As Metas de Desenvolvimento Sustentável (SDGs) da ONU tiveram forte receptividade junto às empresas em todo o mundo, em menos de dois anos contados a partir do seu lançamento. Trinta e nove porcento dos relatórios estudados conectam as atividades de responsabilidade corporativa das empresas com as SDGs.   A proporção cresce para 43% quando são examinadas especificamente as 250 maiores empresas do mundo (G250).

– 73% dos participantes reconhecem os direitos humanos como uma questão de responsabilidade corporativa que a empresa precisa tratar.  Esta proporção cresce para 90%  no grupo G250.

– 67% das 250 maiores empresas do mundo divulgam as suas metas visando reduzir as emissões de carbono da empresa.  Todavia, 69% desses relatórios não se alinham com as às metas climáticas que estão sendo estabelecidas pelos governos, pelas autoridades regionais  ou pela ONU.

O estudo completo está disponível aqui.

Make-up Canoas oferece condição especial para arranhões superficiais 672

Serviço está a partir de R$ 80

A Make-up Canoas está com condição especial para quem precisa reparar arranhões superficiais do seu automóvel. Agora não tem mais desculpas para deixar seu carro com aquela marca indesejada.

O inovador método SRA pode deixar o veículo com a aparência de 0km de novo. Aproveite a condição especial da unidade: a partir de R$ 80 para arranhões superficiais*.

Agenda sua avaliação através do telefone (51) 3463-1540 ou vá até a Make-up Canoas, que fica na Avenida Getúlio Vargas, 4294 – Centro.

*Sujeito a avaliação.

Sucesso no lançamento de segunda obra de Alberto Júnior 1453

“Vendedor C.O.U.G.A.T.I” já chegou às mãos de quase 300 leitores

Os leitores compareceram em peso no lançamento da obra “Vendedor C.O.U.G.A.T.I – O vendedor mais cobiçado” na terça-feira (18) na Capital gaúcha. Somando a pré-venda online e as vendas na Livraria Cultura, o mais recente livro de Alberto Júnior, também autor do best-seller “A Lógica – Como ganhar milhões com seguro de vida”, já chegou às mãos de quase 300 pessoas.

O especialista em vendas no ramo de seguro de vida mostra os passos de como sair do lugar comum através de sete passos, todos coordenados pelas letras C, O, U, G, A, T e I. “Todos nós somos vendedores”, confia Alberto Júnior, que é fundador do Grupo Life Brasil, uma das maiores corretoras de seguros de vida do Brasil e CEO da Life Brasil Franchising. “Vendedor bom é aquele que vai além das suas próprias expectativas, que se doa ainda mais na arte de vender e que sempre tem algo a mais a oferecer. É exatamente como funciona com o creme dental, que apesar de estar no fim, ainda consegue nos doar um pouco a mais”, conclui.

O livro pode ser adquirido em qualquer Livraria Cultura e Saraiva ou através do endereço vendedorcougati.com.br.

Fotos: Matheus Henrique Pé/JRS

Como um aplicativo pode tornar você um motorista melhor 821

Motorista

“Trânsito+gentil” ainda traz descontos e premiações para bons condutores

Entre os dias 18 e 25 de setembro acontece a Semana do Trânsito, que em 2018 tem como tema: “Nós somos o trânsito”. Em reforço a essa causa, que tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância de um tráfego mais seguro, motoristas podem conhecer e baixar gratuitamente o app Trânsito+gentil, do Porto Seguro Auto.

Lançado pela companhia no primeiro semestre desse ano, o aplicativo concede descontos de até 35% para os motoristas de 18 a 24 anos no seguro auto. Além disso, todo mês os 10 melhores condutores, com boa performance na direção, podem ganhar prêmios de R$ 200 a R$ 4.000.

A novidade é uma espécie de medidor de gentileza que influência o condutor a ter ações que promovam um trânsito mais consciente e colaborativo. O aplicativo propõe uma jornada aos usuários, que passam por diversos desafios e missões para acumular pontos e concorrer aos prêmios que incluem itens, como TV, smartphones, notebook e até viagens. Para avaliar a performance do condutor, são utilizadas cinco variáveis: aceleração, frenagem, velocidade, curvas e uso do celular ao volante. O bom desempenho, somado à condução com responsabilidade, dará ao motorista moedas e medalhas online de ouro, prata e bronze.

“Por meio do aplicativo, o Porto Seguro Auto incentiva um trânsito mais responsável. O motorista que andar na velocidade permitida, que frear suavemente, que realizar as curvas de forma tranquila e não acelerar bruscamente, será recompensado e contribuirá para a diminuição dos acidentes no trânsito”, destaca o diretor do Porto Seguro Auto, Jaime Soares.

Lógica de descontos

Ao baixar e se cadastrar no app, todos os usuários ganham 3% de desconto ao contratar ou renovar com o Porto Seguro Auto. Além disso, nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Bahia, os motoristas com zero ponto na habilitação somam mais 7%, podendo chegar a 10% no total de descontos.

Já os condutores de 18 a 24 anos, além desses descontos, podem ganhar até 15% pela maneira como dirige e ainda, ao realizar os cursos online Direção Segura e Emocional, garantem mais 10% de desconto no Porto Seguro Auto Jovem, somando-se 35% para este público.

Saiba mais neste endereço.

Grupo Delta inaugura nova unidade em São Paulo 710

Delta

Filial está localizada em Pinheiros

Em sequência ao alinhamento estratégico e com o compromisso de se aproximar cada vez mais dos corretores, seguradoras e clientes, o Grupo Delta inaugurou esta semana sua nova unidade em São Paulo.

O novo espaço permitirá alocar profissionais da área comercial trazendo mais proximidade, segurança e eficiência aos parceiros da região sudeste.

“A região sudeste representa uma grande parte de nossos negócios atualmente, com a nova unidade vamos aproximar e agilizar nosso contato com seguradoras, corretores e demais parceiros da região”, afirma o diretor executivo do Grupo, Nícolas Galvão. Comandado por Gabriel Prezensky, o escritório conta também com outros profissionais de grande experiencia no mercado de seguros.

Além do foco em assistência 24h para frotas e afinidades, com a Delta Global Assistance, a nova unidade de São Paulo vai trabalhar a expansão da recém lançada DeltaSat, empresa de rastreamento e monitoramento do grupo com tecnologia 100% própria, o que proporciona uma personalização do sistema de acordo com as necessidades de cada cliente.

Atualmente o Grupo Delta mantém operações em outras três unidades: a matriz em Porto Alegre, escritórios em Paraná, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Minas Gerais. A unidade de São Paulo fica localizada no bairro de Pinheiros, importante região de negócios da capital paulista.

O endereço da unidade fica na rua Paes Leme, 215 – sala 809, Pinheiros (SP), telefone (11) 3032.4658. Saiba mais nesse endereço.

Berkley anuncia mudanças na estrutura organizacional 672

Divulgação

Novidade é atribuída a evolução da companhia, segundo presidente

Seguindo o direcionamento estratégico na busca do contínuo crescimento e fortalecimento dos negócios da companhia, a Berkley informa algumas importantes mudanças em sua estrutura organizacional que entraram em vigor no mês de setembro.

O executivo Eduardo Viegas deixa a função de diretor de Riscos Financeiros da Berkley e assume o cargo de vice-presidente técnico operacional, sendo responsável pela gestão do portfólio dos produtos Transportes, Garantia, Riscos de Engenharia, RD Equipamentos, Acidentes Pessoais, Entretenimento, E&O, D&O, RCG, Fiança Locatícia, Gestão Técnica/Negócios e Sinistros.

O atual COO (Chief Operating Officer) da companhia, Leandro Okita, assume o cargo de vice-presidente executivo da Berkley e será responsável pelas áreas Financeiro, Contábil, Resseguro, Sinistros, Administrativo, Recursos humanos, Jurídico, Tecnologia.

Segundo o presidente da Berkley, José Marcelino Risden, a nova estrutura operacional é resultado da evolução da companhia e do reconhecimento ao trabalho de Eduardo Viegas e Leandro Okita. “Essa reformulação visa otimizar os nossos processos, utilizando o conhecimento e experiência dos dois executivos para reforçar e apoiar o trabalho dos demais colegas da equipe, sempre com vistas à melhoria dos nossos serviços, de forma a privilegiar os nossos parceiros de negócios”, ressalta.