“Petrobras mente”, diz CNT ao criticar política de preços dos combustíveis 2885

Litro da gasolina ultrapassa R$ 7 se compra for no cartão de débito, em Recife (PE)

A desastrosa política de preços dos combustíveis colocada em prática pelo governo de Michel Temer tem chamado a atenção de todos os brasileiros. O aumento da gasolina nas refinarias teve aumento de 42,25% entre julho de 2017 e maio de 2018, segundo a Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis).

Arthur Mota/Folha de Pernambuco
Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Para se ter uma ideia do problema, a Folha de Pernambuco destacou que a gasolina ultrapassou os R$ 7 para compras feitas no cartão de débito, na Zona Oeste de Recife (PE). Se para o motorista particular o preço pesa no bolso, imagine para os caminhoneiros. Há dias os profissionais questionam o preço do diesel e realizam protestos em diversas rodovias do Brasil.

A Confederação Nacional do Transporte (CNT) critica duramente a atual política e afirma que a carga tributária e preços internacionais para óleo diesel não podem sufocar os transportadores. “A política de preços adotada pela Petrobras em suas refinarias, que acompanha a alta das cotações internacionais do petróleo, é uma medida desproporcional pois ela tem custos internos e não internacionais. Os transportadores não podem responder pela ineficiência da Petrobras e pela corrupção que ocorreu na estatal”, diz nota enviada à redação de JRS.

A CNT ainda questiona que países autossuficientes na produção de petróleo praticam preços do óleo diesel mais baratos. “Em comparação a outros países que possuem perfil similar ao desenvolvimento econômico brasileiro, como Rússia e México, o preço do óleo diesel no Brasil é superior. O óleo diesel cobrado no Brasil é, em média, 15% superior ao cobrado nos Estados Unidos, sendo que a renda média neste país é 6 vezes maior que a do brasileiro”, compara a entidade ao lembrar que a política de preços dos combustíveis deve considerar as condições econômicas do Brasil.

O governo anunciou um acordo para zerar a Cide do diesel. No entanto, o impacto da medida será imperceptível nos preços na bomba. “Esta política equivocada e desastrosa não poderia ter sido implantada em pior momento para o setor transportador, que ainda luta para superar as perdas da forte recessão econômica. Os sucessivos aumentos do óleo diesel comprometem com mais intensidade o transporte rodoviário, que responde pelo tráfego de 90% dos passageiros e por mais de 60% da movimentação de bens e produtos no Brasil”, finaliza a Confederação Nacional do Transporte ao destacar que as medidas apresentadas pelo governo em nada contribuem para uma solução da questão.

JRS sorteia entradas para Noite Italiana de Antônio Prado (RS) 550

Rainhas da edição 2017 da Noite Italiana de Antônio Prado/RS

Sortudas foram conhecidas em transmissão ao vivo, na manhã de hoje

Em parceria com a Solaris Corretora de Seguros e CDL de Antônio Prado, o JRS realizou, na manhã desta quarta-feira, o sorteio de entradas para a Noite Italiana. O momento contou com transmissão ao vivo pela página do JRS em uma rede social.

Veja também: Cobertura especial do JRS na Noite Italiana de Antônio Prado (RS), em 2017

Nara Melo, Eliane Pacheco e Luana Dondé Tochetto Scopel foram as grandes felizardas. Nossa produção já entrou em contato com ambas, que devem informar nome completo e CPF também dos acompanhantes. Realizada por mais um ano consecutivo, a promoção atingiu recordes de alcance. Mais de 35 mil pessoas visualizaram a publicação e, ao todo, 600 participantes foram validados para o sorteio.

Acompanhe a transmissão ao vivo:

 

As entradas sorteadas pelo JRS dão direito ao participante com acompanhante a participarem da maior festa da cidade mais italiana do Brasil, no próximo sábado 18 de agosto. A Noite Italiana de Antônio Prado (RS) ainda acontece no dia 25 de agosto. Uma série de atrações deve encantar visitantes de todas as partes, que podem adquirir seus ingressos neste site.

Neo Executiva inaugura escritório em Florianópolis (SC) 7125

Em expansão, corretora conta com 11.670 clientes do produto vida pelo Brasil

A Neo Executiva Corretora de Seguros inaugurou no sábado (21) filial em Florianópolis (SC). Parte do projeto de expansão da empresa, o novo escritório está localizado de forma estratégica logística e comercialmente. “A ideia é agregar cada vez mais e fortalecer a Região Sul, além de todo o Brasil que já atendemos”, destaca o diretor da Neo Executiva, Zênio Costa.

A corretora conta com 11 mil 670 clientes do produto vida pelo país, desde a sua última contagem. “A nossa forma de atuação é de adesão, então estes clientes foram conquistados individualmente e somados dentro da nossa operação, não vieram numa grande massa”, conta. “Além dos outros ramos que temos trabalhado bastante, como um mix de carteira empresarial que estamos começando”, acrescenta.

A empresa avançará nos próximos meses ao Nordeste, com inauguração de escritório em Recife (PE) em agosto e outro está previsto na Bahia na sequência. “Esse é o nosso projeto: atender a todo Brasil e ficar ainda mais próximos dos Estados e dos clientes”, afirma o diretor da Neo Executiva, Luis Henrique Bueno. “Para atender nacionalmente é preciso muita dedicação e coragem”, complementa.

Além disso, o gerente de seguros de pessoas da Sancor Seguros Brasil, Rafael Leonel, e a gerente comercial Estela de Moura Rey acompanharam o momento da inauguração na Capital catarinense. “Para nós é uma satisfação muito grande ter uma corretora como a Neo como parceira, pois esta parceria vai completar um ano e já colhemos frutos excepcionais a cada dia”, comenta Leonel.

A Sancor e a Neo Executiva realizam o trabalho de levar seguro de vida a todos os brasileiros. “A Sancor com cinco anos de Brasil e a Neo com oito anos de atuação, ambas estão conquistando e avançando. Nos honra muito esta parceria, pois a Neo trabalha com um segmento muito importante, que é a proteção das famílias através do produto vida”, finaliza Estela.

Confira as imagens – Neo Executiva Florianópolis (SC):

Justiça revoga bloqueio de bens de seguradora para suprir previdência da Aplub 957

Decisão judicial

Decisão praticamente inviabilizava operações de grupo segurador

Conforme noticiado por JRS em 8 de agosto, uma liminar determinava o bloqueio dos ativos livres de várias empresas ligadas à seguradora Capemisa, a fim de suprir as provisões técnicas relativas aos planos previdenciários da Aplub. Os valores necessários seriam apurados pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), interventora da Aplub desde 2015.

No último dia 10 de agosto, o desembargador Pedro Luiz Pozza decidiu suspender a decisão, que “praticamente inviabiliza as atividades das recorrentes, que se veem, de uma hora para a outra, sem a disponibilidade de seus ativos financeiros, o que pode implicar na sua imediata liquidação pela ausência de meios para arcar com suas obrigações, que seria uma medida praticamente irreversível”, explica no despacho emitido pela 12ª Câmara Cível, da comarca de Porto Alegre (RS).

“Ou seja, a decisão recorrida pode provocar justamente aquilo que quis evitar, que é a liquidação da Aplub. Com isso, estar-se-ia, como dizem as recorrentes, despindo um santo para vestir outro”, segue a decisão.

Consórcio apresenta alternativas para a expansão do patrimônio 687

Momento exige aquisições com planejamento de forma inteligente

Apesar de recentes mudanças no comportamento do consumidor, o sonho de adquirir determinados bens ainda é uma realidade no Brasil. No entanto, incertezas políticas e econômicas têm abalado a confiança dos consumidores, que passaram a ficar mais cautelosos com relação a seus gastos, principalmente aqueles de maior valor, como a compra de casas e carros. Segundo dados do Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec), essa confiança chegou em seu menor patamar desde de 2016, com queda de 3,8% de maio para junho.

Este momento exige que os consumidores considerem formas de aquisição de bens mais planejadas e inteligentes e, entre as alternativas, o consórcio se destaca. Por não haver cobrança de juros, e diluir as taxas entre as parcelas mensais, essa modalidade se mostra vantajosa para aqueles que buscam segurança para o futuro.

Segundo William Rachid, Diretor da companhia, “existem diversas possibilidades de uso do crédito adquirido via consórcio. Para aproveitar essa modalidade da melhor forma, basta ter mente qual é o objetivo a ser atingido”. O executivo pontua algumas estratégias utilizadas para expandir o patrimônio dos brasileiros e garantir a tranquilidade a médio e longo prazo:

  • Compra de uma segunda casa de forma planejada para viver do aluguel.
  • Aquisição de um novo bem para a família.Por exemplo, comprar um apartamento para o filho ou filha que irá se casar, uma casa maior para um casal que espera a chegada de filhos, ou um carro para os filhos que completarão 18 anos.
  • Compra de salas comerciais para alugar a pequenos empreendedores.
  • Troca do carro utilizando o consórcio, ao invés de comprar à vista – dessa forma, metade do dinheiro guardado pode ser utilizado para dar lance e o investidor ainda fica com a outra metade.
  • Utilizar o consórcio como uma poupança programada, e caso não tenha o interesse de resgatar o crédito logo após a contemplação, deixar o dinheiro rendendo junto à administradora.

Icatu Seguros, pelo 4° ano, uma das melhores empresas para se trabalhar no Brasil 1581

workhappyness

Receita da companhia é dar atenção especial aos funcionários

Atenção especial aos seus funcionários. Esta é a receita da Icatu Seguros para conquistar, pelo quarto ano consecutivo, o título de uma das melhores empresas para se trabalhar no Brasil, segundo ranking do Great Place to Work. Especialista em pessoas, a companhia tem o compromisso de cuidar de quem trabalha diariamente para entregar os melhores resultados aos clientes.

Com estímulo ao desenvolvimento de seus funcionários, investimento em treinamentos e promoção de desafios para profissionais em todos os níveis da carreira, a Icatu contribui para que seu time esteja sempre motivado, além de incentivar um olhar inovador e atitudes empreendedoras.

“Esse reconhecimento por parte de nossos funcionários indica que estamos no caminho certo. Somos uma empresa que pensa no futuro das pessoas e aplicamos essa lição também dentro de casa. Sem dúvida, os funcionários da Icatu fazem a diferença no nosso resultado”, afirma a diretora de Pessoas, Luciana Chagastelles, que acompanhou a divulgação dos resultados durante premiação em São Paulo, no último dia 13 de agosto, ao lado do gerente comercial de São Paulo, Wanderley Emerich.