Sancor Seguros capacita venda de corretores 11714

Sancor Seguros

Companhia formou primeira turma na filial Porto Alegre (RS)

A manhã da quinta-feira (24) foi de formatura na filial da Sancor Seguros, em Porto Alegre (RS). Durante café da manhã, foram entregues os certificados da primeira turma do curso de capacitação em vendas organizado pela companhia de seguros.

Uma das primeiras profissionais a receber a certificação, Geovana Alves destacou o sentimento de gratificação ao participar da experiência. “Só tenho que agradecer a essas duas empresas pelo investimento, apoio e confiança. Sinto orgulho em fazer parte dessa história, obrigada à toda equipe e em especial a Estela de Moura Rey (gerente da filial), por acreditar em nosso talento e investir no capital humano”, comemorou em uma rede social.

Mauricio Fernandes
Reprodução

O profissional Maurício Fernandes, da Neo Executiva Corretora de Seguros, também participou e elogiou o curso ministrado pelo consultor André Santos, da Treinaseg. “Sou grato por fazer parte dessa grande corretora e poder contar com essa grande seguradora para nos ajudar nos negócios”, comentou.

Certificação do curso de capacitação em vendas da Sancor Seguros – Todas as imagens:

Sancor Seguros completa 3 anos de operação no RS 2033

Companhia de origem argentina cai no gosto dos consumidores e corretores gaúchos

A segunda-feira (13) foi especial para a equipe da Sancor Seguros no Rio Grande do Sul. A companhia atua há mais de 5 anos em solo brasileiro e há 3 conta com filial no Rio Grande do Sul, sob gestão da executiva Estela de Moura Rey.

Em entrevista ao programa Seguro Sem Mistério, apresentado aos domingos no Canal Bah!TVEstela lembra do apoio dos primeiros 8 corretores cadastrados na operação inicial da companhia. “Hoje são mais de 300 corretores parceiros de prospecção. Somando com os profissionais da Lojacorr e Sustentare Seguros esse número é muito maior. Isso muito me orgulho, pois sei o quanto é difícil iniciar uma operação com foco em um público exigente como o do Rio Grande do Sul. Mas depois que conquistamos, ganhamos grandes parceiros”, explica a executiva.

Estela de Moura Rey e Andreia Alves deram início às operações da Sancor no Rio Grande do Sul. “Agora estamos em 8 profissionais aqui no Estado. Se pudesse resumir esse dia hoje, resumiria em muito orgulho e uma sensação de missão cumprida em poder contar com meu relacionamento a favor da companhia. Essa primeira etapa já foi cumprida”, comemora.

A gestora da filial gaúcha da Sancor Seguros destaca o crescimento totalmente orgânico da seguradora. “Estamos avançando muito em todo País. Acabamos de abrir um ponto em São Paulo, na cidade de Ribeirão Preto, também contamos com filial em Mato Grosso do Sul e percebemos que, aos poucos, a companhia está se movimentando para marcar presença em todos os Estados do Brasil”, explica. “É muito bacana ver a companhia conquistando essa posição de destaque com seu próprio esforço, sem negociações, tratativas ou fusões. Este é um trabalho de equipe, realizado dia após dia”, revela.

Estela ainda lembra que os profissionais da corretagem de seguros podem contar com toda estrutura da Sancor. “É uma empresa muito confiável e sempre que necessário podemos contar com o apoio da operação argentina. A companhia acredita muito no Brasil e entendemos que em momento algum vamos deixar de honrar com nossas promessas e compromissos”, afirma.

Os profissionais da Neo Executiva Corretora de Seguros comemoram a parceria com a Sancor Seguros. “Estamos comemorando esse desenvolvimento de novos produtos, parcerias e corretores que passaram a fazer parte deste relacionamento ao longo dos últimos 3 anos. A Estela não está apenas no Rio Grande do Sul, está ganhando o mercado brasileiro junto conosco, nos apoiando e crescendo. Todo esse suporte faz toda diferença para o corretor”, explica a corretora Júlia Fetter.

A Neo Executiva, por exemplo, demonstra total entusiasmo com o panorama do seguro no cenário brasileiro. “O servidor público é um de nossos principais clientes, contamos com a Federação dos Oficiais de Justiça ao nosso lado, por exemplo. Atendemos não apenas o servidor do Judiciário, como também de outras esferas, com produtos exclusivos, diferenciados e de excelente custo-benefício”, reforça Júlia. “É preciso entender a necessidade dos clientes, quais são seus diferenciais, para aí ofertar o produto mais assertivo”, complementa.

No mesmo sentido, Estela de Moura Rey reforça o papel do seguro na sociedade. “A ideia do seguro é proteger sua família, sua vida. É garantir a continuidade do bem-estar. A palavra proteção resume bem o seguro. Proteja as pessoas que você ama através da contratação de um seguro”, finaliza ao reforçar a atenção às preferências do consumidor final.

3 anos de operação da Sancor Seguros no RS – Todas as imagens:

JRS contrata o fotógrafo Matheus Pé 3024

Novo contratado cursa Relações Públicas na PUCRS

Matheus Pé/JRS
Matheus Pé é o novo fotógrafo do JRS / Divulgação

O fotógrafo Matheus Pé agora passa a fazer parte da equipe mais segura do Brasil. A Revista JRS conta com a expertise de diversos profissionais formados e em processo de formação, sempre visando os altos níveis de qualidade na prestação de serviços realizados pela empresa de jornalismo especializado. O novo contratado cursa a graduação de Relações Públicas, na PUCRS.

Aos 22 anos, Pé demonstra entusiasmo com o novo cargo. “Estou feliz e realizado em trabalhar em uma empresa de tanto prestígio no setor de seguros. Espero fazer jus a confiança depositada em meu trabalho e manter a credibilidade dessa respeitada empresa”, afirma.

A contratação faz parte de uma série de novidades que serão anunciadas ao longo dos próximos dias. No final de julho, o JRS completou 18 anos de história, sempre ligado ao mercado de seguros, previdência e capitalização.

Caio Castro grava nova campanha para a Tele Sena 950

Caio Castro grava para Tele Sena

Ator acaba de viajar mais de 25 mil km

O ator e apresentador Caio Castro / Divulgação
O ator e apresentador Caio Castro / Divulgação

O ator e apresentador Caio Castro acaba de gravar a campanha da Tele Sena de Primavera. No roteiro, Caio aparece em diferentes situações, trazendo muitas novidades da Tele Sena. Os comerciais estão previstos para entrarem no ar dia 1 de setembro.

Caio acaba de chegar da expedição Nomads onde viajou mais de 25 mil km e visitou mais de 20 países. O ator, que está cheio de energia, já encara mais uma campanha publicitária nacional, e também estuda novos projetos para TV. Caio, que é um dos nomes mais cotados para o mercado publicitário, soma mais de 51 milhões em suas redes sociais.

Estratégias para mitigação de riscos em momentos de desordem civil 1166

Confira artigo de Carlos Cortés, Head of Risk Engineering da Zurich no Brasil

Desordens civis e tumultos não são considerados riscos novos. Porém, representam uma ampla ameaça que deve ser avaliada detalhadamente pelas empresas com bases nas operações e vulnerabilidades do negócio.

Protestos como os que vivemos recentemente, com a greve dos caminhoneiros e o consequente desabastecimento de bens de consumo básicos, impactam fortemente o dia a dia da sociedade. A escalada desta situação pode resultar em agitação, incêndio, vandalismo, motins ou distúrbios civis. Estes eventos e suas consequências podem durar um curto período ou vários dias, elevando o potencial de risco para as empresas.

Importante também ressaltar que o atual ambiente econômico e político, bem como a capacidade oferecida pelas mídias sociais de se comunicar de forma rápida e mobilizar grandes multidões, acabam impactando ainda mais negativamente este risco.

Uma boa abordagem para mitigar esta ameaça é realizar uma avaliação de risco detalhada e executar as mudanças necessárias no programa de gerenciamento de riscos. O ideal é uma avaliação para cada local que possa estar exposto à desordem civil. Recomendamos avaliações separadas para cada local, já que as ameaças e vulnerabilidades podem variar de local para local.

Mas quais condições podem apresentar um maior nível de exposição à perturbação da ordem pública? Algumas delas que podemos destacar: localidades urbanas com problemas de segurança; proximidade de locais como estradas com presença de grevistas, complexos esportivos, rotas de desfile ou paradas que possam desencadear um protesto, empresas que podem ser alvo de protesto; bem como edifícios governamentais, embaixadas e consulados estrangeiros.

Outro aspecto importante também a ser levado em consideração é a conscientização antecipada de um evento, que poderia levar a desordens civis. Isso propicia tempo para que locais potencialmente afetados tomem medidas razoáveis para se preparar. Desenvolva um plano de ação para preparar antecipadamente a instalação para a desordem civil, considerando a possibilidade de restringir as operações, se necessário.

Uma avaliação de riscos ajudará a preparar uma lista concisa de ações para complementar e melhorar a comunicação, proteção, mitigação e os planos de resposta de emergência da empresa. A estratégia deve ser focada na abordagem “Preparação-Resposta-Recuperação” para ajudar a reduzir o impacto negativo na empresa e assegurar a resiliência e a continuidade dos negócios. Reveja as apólices de seguro e cobertura com o corretor ou agente de seguros.